Medalha Mendes Pimentel

Homenageado

Angela Gutierrez

 

A empresária Angela Gutierrez, natural de Belo Horizonte/MG, consolidou sua atuação, particularmente, na área cultural, como pesquisadora, colecionadora e empreendedora, principalmente do barroco brasileiro. Por intermédio do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, instituição sem fins lucrativos e de utilidade pública que criou e preside desde 1998, ela está à frente de projetos museológicos, publicações e programas culturais diversificados, cujo foco é a valorização e o respeito ao patrimônio cultural brasileiro.

Uma das principais características da sua atuação tem sido a formação de acervos importantes e a consequente doação deles ao Patrimônio Público, alicerçada na crença de que é preciso preservar e difundir as raízes culturais do País, de modo a fortalecer o sentimento de identidade nacional. Assim, em 1998, doou importante coleção de 162 oratórios brasileiros e de, aproximadamente, 300 imagens, com que criou o Museu do Oratório, em Ouro Preto/MG; e, em 2005, repetiu o gesto, doando um acervo de 2.400 peças para a criação do Museu de Artes e Ofícios, o primeiro do gênero no Brasil, inaugurado em 14 de dezembro do mesmo ano.

Ex-secretária de Estado de Cultura de Minas Gerais, Angela Gutierrez participa de Conselhos de organismos nacionais e internacionais – no Brasil, entre outros, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). É membro do Conselho de Administração do Grupo Empresarial Andrade Gutierrez e integra, ainda, o Conselho da Fundação Dom Cabral.

Por sua atuação destacada, o reconhecimento ao seu trabalho acontece também no exterior: como Presidente do Instituto Cultural Flávio Gutierrez, recebeu em 2003, o Prêmio Reina Sofia, concedido pelo Governo espanhol a instituições e projetos que valorizam e preservam o patrimônio artístico e cultural na Península Ibérica e nos países americanos de origem latina; em abril de 2007, recebeu o IV Prêmio BNP Paribas de Cidadania; e, em 2010, recebeu da instituição Brasil Foundation, com sede em Nova Iorque, o Prêmio Cidadania 2010.

Pela seriedade do trabalho nele desenvolvido desde a sua criação, o Instituto Cultural Flávio Gutierrez conta, igualmente, com a chancela da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Além disso, as coleções de seu acervo já percorreram o mundo, a convite de instituições renomadas e de governos de diversos países — França, Portugal, Itália, Inglaterra, América do Norte e alguns países da América do Sul.

Angela Gutierrez tem colaborado, ativamente, para a consolidação do Campus Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em Tiradentes/MG. Atualmente está em curso a implementação de um convênio entre o Instituto Cultural Flávio Gutierrez e a Fundação Rodrigo de Mello Franco, ligada à UFMG, que viabilizará a implantação do Museu de Artes e Ofícios nessa cidade.

 

Instituto Cultural Flávio Gutierrez