Projetos

Eficiência de fertilizantes nitrogenados

Inibidores de ureases mais compatíveis com os solos tropicais, menos tóxicos e com menor custo para o mercado nacional, aumentando os ganhos econômicos e ambientais.

Fertilizantes nitrogenados à base de ureia (uma importante fonte de nitrogênio para as plantas e mundialmente utilizada na agricultura) geralmente apresentam eficiência inferior a 50%. A elevada perda de nitrogênio acontece porque, assim que lançada ao solo, a ureia é consumida pela urease (uma enzima presente no solo), liberando nitrogênio para a atmosfera na forma de amônia, com produção de gases tóxicos que contribuem para o efeito estufa. A adição de inibidores de urease a fertilizantes desacelera esse processo e aumenta a quantidade de nitrogênio disponível para a plantação. Assim, aumentamos os ganhos econômicos e ambientais. 

Buscando desenvolver inibidores de ureases mais compatíveis com os solos tropicais, menos tóxicos e com menor custo para o mercado nacional, este projeto foi concebido e vem sendo conduzido com resultados bastante promissores. Tendo em vista a importância da agricultura para o Brasil, esses resultados tornam-se ainda mais relevantes.

Título Produto contendo inibidores de urease inéditos para aumentar a eficiência de fertilizantes nitrogenados utilizados na agricultura
Coordenação Profª. Gisele Assis Castro Goulart
Estágio de desenvolvimento Inicial