Projetos

Fórum da Mulher do Jequitinhonha

Este projeto recebeu apoio da Deputada Áurea Carolina, através da Emenda Individual nº 39160006 na LOA 2020

O Fórum da Mulher do Vale do Jequitinhonha articula-se em sua concepção e desenvolvimento ao Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, realizado em parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisa sobre a Mulher – NEPEM.

Iniciado em 2011, ocorre de forma itinerante, tendo realizado, no ano de 2019, a sua oitava edição. Embora a região seja muito rica em associações e grupos femininos, esses, por vezes, ficam isolados uns dos outros, em parte devido às grandes distâncias da região e à falta de organizações regionais. O Fórum da Mulher pretende dar oportunidade de integração entre esses grupos.

A proposta é convidar todas as associações, grupos e entidades de representações femininas, reunindo lideranças de várias instituições para comporem um grande encontro das mulheres do Vale do Jequitinhonha, em seus territórios: Alto, Médio e Baixo. O objetivo é criar um momento de confraternização e reflexão que permita compartilhar ideias, desejos, experiências e esperanças entre as participantes – artesãs, agricultoras, quilombolas, indígenas, participantes de movimento sem – terra, integrantes de movimentos culturais, líderes sindicais e políticas,  mulheres detentoras de saberes tradicionais, como parteiras e benzedeiras; professoras, artistas, representantes do poder público de diversos municípios e representantes do poder judiciário – e contribuir para o fortalecimento da voz e das atuações femininas no território.

Ao final de cada Fórum, as participantes definem os temas a serem tratados no próximo encontro. Entre os temas abordados, destacam-se: Violências contra a mulher, Políticas públicas direcionadas à mulher, Representação política das mulheres, Cidadania feminina, Geração de renda e emancipação feminina, Questão das águas no Vale do Jequitinhonha, Saberes entre gerações, Fazer artesanal e transmissão de conhecimentos ancestrais, em sintonia com a luta feminista.

No primeiro Fórum, foi elaborada a Carta da Mulher do Jequitinhonha, com a finalidade de tornar públicas as reflexões e proposições realizadas e debatidas durante o evento. Composta de seis eixos temáticos, com as respectivas demandas, consideradas fundamentais e prioritárias para orientar o governo e sociedade civil, na formulação e implementação de políticas públicas para as mulheres do Vale do Jequitinhonha. São eles: Educação inclusiva e cidadã, Saúde das Mulheres, Combate e enfrentamento a todas as formas de violência contra as mulheres, Vida das mulheres no campo e nos assentamentos, e Participação política e Cultura

No quinto Fórum, realizado no município de Virgem da Lapa, no ano de 2015, foi elaborada a Carta das Águas, que discutiu os seguintes temas apresentando propostas sobre cada um deles: monocultura do eucalipto, barragens, mineração, a degradação dos recursos hídricos e a violência sofrida pela mulher na região. Cada edição do Fórum é registrada, por meio de um livro/álbum, que é distribuído às participantes do evento, no ano seguinte.

Os eventos são caracterizados pelo encontro e diálogos de saberes entre representantes da academia – UFMG e outras universidades –, representantes de órgãos estaduais e representantes das mulheres da região, em depoimentos, palestras, discussões e propostas, considerando as populações como sujeito do seu processo de desenvolvimento e emancipação.

Municípios que sediaram o Fórum: 2011-Jequitinhonha; 2012-Itaobim; 2013-Capelinha; 2014-Araçuaí; 2015-Virgem da Lapa; 2017-Araçuaí; 2018-Diamantina; 2019-Berilo.

Título Fórum da Mulher do Jequitinhonha
Coordenação Maria das Dores Pimentel Nogueira
Estágio de desenvolvimento Inicial