Projetos

Nanopartículas e tratamento do câncer

A doxorrubicina é um dos agentes quimioterápicos mais utilizados na terapia do câncer, mas sua utilização está relacionada a sérias reações adversas, como cardiotoxicidade e mucosite.

A doxorrubicina (DOX) é um dos agentes quimioterápicos mais utilizados na terapia do câncer, mas sua utilização está relacionada a sérias reações adversas, como cardiotoxicidade (alterações nas funções do coração que podem levar à morte cardiovascular), e mucosite (alterações nas mucosas que podem levar desde sensibilidade/dor semelhante a uma queimadura por alimentos até ulcerações, com risco infecção generalizada). 

Com o objetivo de aumentar a segurança do tratamento, foram desenvolvidas nanopartículas carregadas com DOX e adapaleno (ADA), um retinoide sintético que vem sendo recentemente avaliado na terapia do câncer. Estudos de avaliação de segurança e eficácia em modelos in vitro e in vivo foram iniciados, mostrando resultados motivadores. No modelo in vivo foi observada uma manutenção da integridade da mucosa dos animais, trazendo mais segurança para o tratamento e qualidade de vida para os pacientes.

Título Desenvolvimento e caracterização de nanopartículas lipídicas sólidas contendo adapaleno associado ou não à doxorrubicina e investigação da viabilidade celular e citoxicidade em diferentes linhagens de células
Coordenação Profª. Gisele Assis Castro Goulart
Estágio de desenvolvimento Inicial