Cultura UFMG

Erro
  • JFolder::delete: Could not delete folder

Intervalo Cultural estreia no Campus Montes Claros

alt
A Outra Banda da Lua se apresenta na próxima quarta-feira, 23, às 12h, no gramado do
Instituto de Ciências Agrárias (ICA), em Montes Claros. O show marca a estreia do Intervalo
Cultural, projeto vinculado à Diretoria de Ação Cultural da UFMG, cuja proposta é oferecer um
espetáculo artístico todo mês, durante o período letivo. O show é gratuito e aberto ao público
externo. 
 
A iniciativa visa contemplar as mais diferentes manifestações e diversidades culturais, como
performances de dança e teatro, apresentações musicais de diferentes estilos (maracatu,
blues, jazz, congado, etc.), stand up e várias outras linguagens artísticas. “Sempre prezando
pela diversidade cultural, consolidação e promoção da cultura local e a integração entre o
ambiente acadêmico e a população de Montes Claros”, afirma a coordenadora do projeto,
Daiane Coutinho.
 
A proposta é que as apresentações aconteçam sempre na última quarta-feira de cada mês, no
intervalo entre os turnos matutinos e vespertinos, possibilitando à maioria dos estudantes o
contato com as artes e a cultura.
 
A partir do segundo semestre, a seleção das atrações acontecerá por meio de chamadas
públicas à comunidade montesclarense. “O objetivo é realizar um levantamento prévio de
artistas locais, divulgar o ICA e trazer a população para dentro do campus Montes Claros, ao
mesmo tempo em que realizamos uma apresentação da identidade cultural da cidade à
comunidade acadêmica”, explica Coutinho.
 
A Outra Banda da Lua
Natural de Montes Claros, A Outra Banda da Lua representa a diversidade cultural na música
através da mesclagem entre diversos estilos retrôs e contemporâneos, como o mangue beat, o
tilelê, black music pop e a música vanguardista paulistana. Desde 2015, têm despontado no
cenário musical com grande notabilidade na região.
 
Com inspirações em Gal Costa, Jorge Ben, Jorge Mautner, Raízes, Novos Baianos, Tom Zé, a
banda mistura ritmos e harmonias à singularidade dos vocais de Marina Sena. No repertório,
estão composições autorais, com contribuição de todos os membros do grupo: Edson Lima
(guitarra), Mateus Sizílio (bateria), Matheus Bragança (baixo) e o multi-instrumentista, André
Oliva.
Você está aqui: Home