Cultura UFMG

Erro
  • JFolder::delete: Could not delete folder

Audiência Pública na UFMG discute políticas para o artesanato mineiro

altAudiência Pública na UFMG discute políticas para o artesanato mineiro

Para que as manifestações artísticas do Vale do Jequitinhonha sejam preservadas é preciso uma articulação permanente entre artesãos e poder público. É por isso que durante a 20ª Feira de Artesanato do Vale do Jequitinhonha UFMG acontecerá a audiência pública “Artesanato Mineiro: perspectiva” da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O encontro será na quarta-feira (8), a partir de 9h30, no auditório da Reitoria da UFMG, e é aberto a todos os interessados.
 
Durante a audiência serão discutidos aspectos importantes para as políticas públicas estaduais, além da elaboração de propostas para a execução do Plano Quadrienal do Artesanato Mineiro, aprovado com a participação da sociedade civil em 2018. 
 
Representantes de artesãos, organizações sociais, entusiastas da economia solidária e toda a sociedade está convidada a participar. Representando a UFMG estarão presentes a pró-reitora Adjunta de Extensão da UFMG, Cláudia Andrea Mayorga Borges, e a coordenadora do Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha, Maria das Dores Pimentel Nogueira. Podem estar presentes o secretário de Estado de Cultura e o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, assim como representantes do Serviço de Apoio às Pequenas e Microempresas de Minas Gerais, da Federação das Associações das Cooperativas, dos Núcleos dos Grupos de Artesãos e Gastronomia Típica de MG, e do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais.
 
Para a pró-reitora de extensão da UFMG, Cláudia Mayorga, “discutir o artesanato em Minas Gerais é de grande interesse público, pois existe uma relação direta com as questões econômicas e sociais do nosso estado. Estamos buscando unir esforços para enfrentar as dificuldades que têm se apresentado em Minas Gerais e no país, tanto na dimensão econômica quanto na social”, afirma. 
 
Terezinha Lopes dos Santos, presidente da Associação dos Artesãos de Coqueiro Campo, de Turmalina, também reconhece a relevância do encontro. “Para nós é muito importante uma audiência pública, pois ainda temos dificuldades, como o transporte dos artesãos e das peças, a hospedagem, a participação em feiras de outros estados e a divulgação”, diz. 
 
A realização da audiência durante a 20ª Feira de Artesanato do Vale do Jequitinhonha reafirma o compromisso público da UFMG, por meio de seus vários projetos de ensino, pesquisa e extensão, em buscar soluções conjuntas para o desenvolvimento regional, geração de ocupação e renda, além da valorização de nossos bens culturais. A organização da Feira é feita pela Diretoria de Ação Cultural da UFMG (DAC) em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e com o Polo Jequitinhonha.

Programação cultural

Quando? De 6 a 10 de maio
Local: Campus Pampulha UFMG
(Av. Antônio Carlos, 6627 – Pampulha)
Entrada franca
 
6 de maio (segunda-feira)
Praça de Serviços da UFMG
11h - Abertura Oficial da 20ª Feira e lançamento do livro Sabença
12h30 - Show Rubinho do Vale: um cantador do Jequitinhonha
 
7 de maio (terça-feira)
Praça de Serviços da UFMG
Cortejo Nossas vidas em cantos dançados!(Erês Mensageiras dos Ventos)
 
8 de maio (quarta-feira)
Auditório da Reitoria da UFMG
9h30 - Audiência Pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais Artesanato Mineiro: Perspectiva(ALMG)
 
Praça de Serviços da UFMG
12h30 - Concerto Orquestra de Choro da UFMG
 
9 de maio (quinta-feira)
Praça de Serviços da UFMG
9h - Roda de Conversa Salvaguarda do artesanato em barro do Vale do Jequitinhonha (IEPHA-MG)
17h30 – Performance teatral Pequenas histórias de mim mesmo (Teatro Universitário UFMG)
18h15 - Lançamento do documentário Yékity - A vida fio a fio (Direção de Marco Diniz)
 
10 de maio (sexta-feira)
Praça de Serviços da UFMG
12h30 – Show Canções e Histórias do Brasil Profundo, de Carlos Farias
Você está aqui: Home