Atividade de formação multicultural da DRI apresenta o Museu Histórico Abílio Barreto a estudantes internacionais

Dedicado à preservação da memória da capital, o Museu Histórico Abílio Barreto reúne o maior acervo sobre a história de Belo Horizonte.

Estudantes internacionais que estão na UFMG para realizar um período de estudo tiveram a oportunidade de conhecer o Museu Histórico Abílio Barreto (MHAB), no dia 16 de setembro de 2016.

Na ocasião, o grupo foi acompanhado por seus “padrinhos”, membros da comunidade acadêmica participantes do Programa de Apadrinhamento da DRI, que compartilharam de um momento enriquecedor de aprendizagem e descobertas sobre a capital mineira.

Os visitantes foram recebidos pela equipe do museu com uma mesa de café e, durante a programação, puderam aprender sobre as histórias do museu e a criação da cidade de Belo Horizonte.

Além disso, viram uma réplica da planta original da construção de Belo Horizonte, de 1894. Em seguida, os alunos caminharam pelos dois pavimentos do casarão secular sede da antiga Fazenda do Leitão, construída em 1883, por José Cândido da Silveira.

A visita foi finalizada com um passeio pelas áreas verdes do museu, onde há árvores frutíferas plantadas pelos próprios funcionários, e os estudantes apreciaram, ainda, o bonde elétrico, a locomotiva a vapor e o carro de boi expostos no local.

A atividade integra o projeto de Atividades de Formação Multicultural executado pelo Setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, representada por Elaine Parreiras e Michelle Gontijo, em parceria com a Secretaria Municipal Adjunta de Relações Internacionais da PBH, representada por Sandra Martins Farias.