Comunicado sobre a retomada de atividades de mobilidade internacional

Destacado

A Diretoria de Relações Internacionais – DRI – divulga nota sobre o início dos preparativos para a retomada das mobilidades internacionais na UFMG.

A expectativa da DRI, ouvido o Comitê Permanente para Ações de Acompanhamento e Enfrentamento do Novo Coronavírus da UFMG, é poder restabelecer os trâmites usuais no segundo semestre letivo de 2021.

Essa normalização do fluxo, porém, é uma previsão, baseada em evidências e projeções científicas, sujeita a revisões de curso, dado o quadro de extrema instabilidade acarretado pela pandemia.

Confira o comunicado na íntegra aqui.

David Gomes, professor vinculado à Faculdade de Direito da UFMG, participa do programa Escala Docente da AUGM

Destacado

David Gomes, professor vinculado ao Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito (DIT), da Faculdade de Direito da UFMG, participou do programa Escala Docente, cujo edital é divulgado anualmente pela Diretoria de Relações Internacionais e tem o objetivo de promover a mobilidade de docentes das universidades latino-americanas do Grupo Montevidéu (AUGM).

Em 2019, David escolheu a Universidad Nacional de Cuyo, em Mendoza, na Argentina, e explicou que sua principal  motivação pelo local escolhido foi essa instituição ter sido a do filósofo argentino Enrique Dussel antes do golpe militar, que o acabaria levando a radicar-se no México, onde ainda hoje vive e leciona.

Quanto à cidade, ele considerou Mendoza uma cidade muito agradável, com muitos cafés propícios ao desenvolvimento do trabalho intelectual, além de praças e parques. “Sendo uma das capitais mundiais do vinho, a cidade é extremamente bem preparada para o recebimento de turistas de todos os cantos, com fácil acesso à informação, alimentação e transporte: como cidade plana, aliás, as bicicletas públicas são uma excelente opção”, descreve David.

Em relação aos resultados, o professor considerou os frutos de sua mobilidade como excelentes, mencionando que  os textos-base de suas duas conferências serão publicados. O primeiro deles será publicado na Millcayac – Revista Digital de Ciencias Sociales, da própria UNCuyo, com o título “La Escuela de Frankfurt, el pensamiento decolonial y sus debilidades complementarias: hacia un universalismo desde el Sur”; o segundo, após ser ampliado e exposto novamente no IV Congresso Internacional de Direito Constitucional e Filosofia Política, realizado em novembro de 2019 na USP, será publicado em uma coletânea sobre direito e crítica aqui mesmo no Brasil, com o título “Constitucionalismo e dependência: para uma teoria da constituição como teoria da sociedade”.

Dentre os desdobramentos da mobilidade, houve também um convite dos professores Gonzalo Scivoletto e Carlos Cinca, da faculdade de direito da UNCuyo, para  escrever um capítulo neste ano destinado a integrar um livro, com autoras e autores de distintos países, sobre os desafios atuais ao Estado democrático de direito.

O professor se considera um entusiasta do Programa Escala Docente da Associação de Universidades do Grupo Montevidéu (AUGM) : “por meio dele, é possível estabelecer e fortalecer redes de pesquisa e diálogo entre intelectuais latino-americanos, numa relação simétrica que nem sempre ocorre quando se trata de parcerias com instituições europeias e norte-americanas. Esse contato mais intenso entre a intelectualidade latino-americana pode ter impactos de extrema relevância no desenvolvimento de pesquisas capazes de lidar adequadamente com problemas típicos de nossa região” , afirma.

Por fim ele relacionou sua experiência no programa Escala Docente com uma citação do próprio Enrique Dussel: “a existência de intelectuais na América Latina que guardem um compromisso com o desenvolvimento local é um fator imprescindível para as transformações de que a nossa América precisa”, complementa.

Os docentes da UFMG que ficaram interessados em se candidatar ao programa Escala Docente da AUGM devem ficar atentos ao site e redes sociais da DRI, bem como ler os editais anteriores para saber mais sobre os pré-requisitos e condições para fazer mobilidade em uma das universidades latino-americanas da Associação de Universidades Grupo Montevidéu.

Professor da Escola de Arquitetura da UFMG participa de projetos no âmbito do programa Escala Docente

Na foto o professor Bruno Santa Cecília

Bruno Santa Cecília, professor vinculado ao departamento de projetos, da Escola de Arquitetura da UFMG, participou do programa Escala Docente que tem o objetivo de promover a mobilidade de docentes das universidades latino-americanas do Grupo Montevidéu (AUGM).

O programa é gerenciado pela Diretoria de Relações Internacionais (DRI) da UFMG, visando o desenvolvimento de atividades no âmbito de funções universitárias de ensino, pesquisa, extensão ou gestão universitária.

Com o auxílio do programa que prevê financiamento dos custos da passagem pela UFMG, além de alojamento e alimentação concedidos pela universidade de destino, o docente Bruno teve a oportunidade de contribuir durante dez dias em 2018 na  Universidade Nacional de Rosário, na Argentina, para as atividades da Cátedra Rois, que envolve disciplinas do primeiro ano do curso de Arquitetura.

Na ocasião, ele se familiarizou com as práticas docentes do grupo, interagindo com a equipe de oito professores e quase quatrocentos estudantes, participando de preleções, orientações de projeto e seminários avaliativos.

Essa Cátedra Rois tem como foco o ensino da arquitetura nas Américas, sendo coordenada pelo professor Juan Rois, da Universidade Nacional de Rosário, que esteve na UFMG em 2017, período em que conheceu o professor Bruno devido à sua participação em workshop com os alunos dos cursos diurno e noturno de Arquitetura e Urbanismo.

Como o workshop foi realizado em parceria com o grupo de pesquisa Ateliê Américas, do qual o professor Bruno faz parte, os dois estreitaram laços que culminou no interesse do professor Bruno pelas pesquisas desenvolvidas no âmbito da Cátedra Rois.

Desta forma, segundo Bruno Santa Cecília, conclui-se que o Programa Escala Docente possibilitou o contato mais próximo e intenso com outros professores e suas práticas docentes, abrindo novas perspectivas para o ensino e o estreitamento de laços de cooperação entre a UFMG e outras importantes universidades sulamericanas.

Os docentes que têm interesse de participar do programa Escala Docente devem ficar atentos ao site da DRI, onde é divulgado o edital anualmente. Mais informações dos editais anteriores podem ser consultadas aqui.

Adida das relações acadêmicas e culturais da Valônia-Bruxelas Internacional ministra palestra on-line sobre oportunidades na Bélgica

No dia 10 de agosto, Elodie Meunier, adida de relações acadêmicas e culturais da Valônia-Bruxelas Internacional, fez apresentação on-line no Café Intercultural intitulada “Oportunidades de estudo na Bélgica francófona”.

A edição foi organizada por Marcos Araújo, do Setor de Proficiência Linguística da Diretoria de Relações (DRI) da UFMG, Elaine Parreiras, responsável pelo Setor de Acolhimento da DRI, Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, no âmbito do projeto de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

O evento contou com a mediação de Luciana Fiuza, coordenadora do setor de Gestão Operacional e Informação da DRI.

Elodie iniciou a palestra com uma breve introdução sobre a Bélgica e sua variedade linguística, que possui três línguas oficiais, são elas: neerlandês, francês e alemão.

A palestrante também abordou as vantagens acadêmicas, geográficas e culturais para quem deseja estudar no país.

Em seguida, foi apresentado o sistema de ensino superior belga, que tem como objetivos principais, o ensino, a pesquisa e o atendimento à comunidade.

Durante a palestra, foram informadas as taxas de inscrição para o ingresso no sistema de ensino superior belga, incluindo as oportunidades de bolsas e financiamento.

Apesar dos programas de pós-graduação serem lecionados parcialmente ou integralmente em língua inglesa, foi ressaltada a importância de falar o idioma francês, sendo considerado um ponto positivo nas instituições do país.

Ao final, Elodie Meunier e Luciana Fiuza responderam as dúvidas enviadas pelo público sobre os temas discutidos.

Os slides da apresentação podem ser consultados aqui.

III Encontro de Mobilidade Internacional da UFMG – Semana do Conhecimento 2020

Estudantes de graduação que realizaram mobilidade internacional ao longo de sua trajetória acadêmica na UFMG e estudantes internacionais em período de intercâmbio na Universidade estão convidados a participar do III Encontro de Mobilidade Internacional que ocorrerá durante a Semana do Conhecimento.

Os alunos deverão fazer uma apresentação relatando sua vivência com o objetivo de divulgar a experiência da mobilidade. A submissão e apresentação dos trabalhos poderão ser feitas em português, inglês ou espanhol.

Estudantes brasileiros com experiências análogas poderão optar por se apresentar individualmente ou em grupos. Estudantes internacionais poderão se inscrever em duplas.

Haverá certificação de 60h para apresentações orais sobre a experiência de mobilidade.

Será uma ótima oportunidade para compartilhar experiências e aprender mais sobre as oportunidades oferecidas pela DRI.

As inscrições para apresentação dos trabalhos iniciam 24 de agosto e vão até o dia 13 de setembro por meio do link.

Dúvidas enviar e-mail para selecao@dri.ufmg.br

Clique aqui para mais informações.

Prorrogadas inscrições de processo que selecionará designer gráfico para DRI

Foram prorrogadas até o dia 03 de setembro, as inscrições para o processo de seleção para preenchimento de uma vaga de bolsista que atuará no Setor de Comunicação da DRI.

Podem se inscrever estudantes de graduação da UFMG regularmente matriculados nos cursos de Artes Visuais, Cinema de Animação e Artes Digitais, Design e Publicidade e Propaganda.

O selecionado receberá uma bolsa mensal no valor de R$400,00 para uma carga horária de 12h semanais, das 14h às 17h.

O candidato deve ser proativo, dedicado, possuir habilidades para trabalhar em equipe, boa comunicação e uso apropriado da linguagem formal e escrita. São necessários conhecimentos intermediários dos pacotes Office e Adobe, e noções de fotografia e vídeo.

Interessados devem enviar currículo e portfólio para comunica@dri.ufmg.br.

Para mais informações e inscrição, acesse o Edital 001/2020 modificado pela Errata 01.

Errata 01

Concurso de Fotografia Edição 2020

Destacado

A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) da UFMG está com inscrições abertas para o Concurso de Fotografia Edição 2020 que tem o objetivo de colocar em pauta a internacionalização em casa no período de Ensino Remoto Emergencial.

Organizado pelo Setor de Acolhimento da DRI o concurso tem o tema “As relações através das telas” em alusão à comunidade acadêmica de todas as partes do mundo que se utiliza dos aparelhos tecnológicos para se comunicar neste ano de 2020, período no qual a comunicação presencial foi restrita.

Inscrições

As fotografias deverão estar relacionadas à temática proposta de demonstração das relações virtuais.

As submissões poderão ser realizadas por toda comunidade acadêmica vinculada ativamente à UFMG e deverão ser individuais feitas até o dia 27 de setembro a partir do preenchimento do formulário online.

Mais informações aqui

DRI atua em novas frentes de trabalho para responder às demandas da pandemia

Em razão da crise ocasionada pela COVID19, a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) da UFMG teve grande aumento de trabalho, por estar intimamente ligado à atividade de mobilidade seja enviando membros da comunidade acadêmica da Universidade para exterior, ou recebendo estudantes, pesquisadores e docentes internacionais no âmbito dos mais diversos acordos bilaterais.

Desta forma os diversos setores que compõe a DRI tiveram que responder a novos tipos de demandas como prestar auxílio aos que estavam no exterior e aos intercambistas estrangeiros em território brasileiro, além de planejar atividades de acordo com a nova realidade.

Exemplo disso é o setor de mobilidades que reorganizou o trabalho que envolve a gestão dos editais de intercâmbio, para também, concentrar esforços na realização de operações de repatriação de estudantes brasileiros da Universidade que ficaram retidos no exterior, incluindo estudantes nos voos de repatriação, por meio de contato com consulados.

Além disso, devido às contribuições do setor de convênios da DRI que gerencia os acordos internacionais de mais de 58 países, foi possível o engajamento na busca de cooperações internacionais com vistas à troca de informações sobre o novo coronavírus, o que viabilizou participações importantes da UFMG, tais como as parcerias formadas com universidades da China e Reino Unido, com resultados positivos para uma base de informação e enfrentamento da situação bem como colaborações conjuntas sobre o tema.

Dentre vários editais que previam financiamento para pesquisas que abordassem a pandemia, a Worldwide Universities Network (WUN), aliança de 23 universidades de pesquisa intensiva da qual a UFMG recebeu propostas conforme matéria divulgada aqui.

O setor de acolhimento promoveu, desde o início do isolamento e suspensão das aulas na UFMG, programação on-line por meio da plataforma Zoom com diversas atividades para o entretenimento dos estudantes brasileiros e internacionais da UFMG, com lual musical, oficinas de yoga e mindfulness, apresentações culturais, dentre outros.

Por fim, vale mencionar a participação dos diretores da DRI em eventos on-line como o webinário intitulado A Saúde como assunto internacional na pandemia de covid-19 que teve a mediação do professor Dawisson Belém Lopes, diretor- adjunto da DRI, e webinário Heading to the New Normal – How coronavirus is changing higher education perspectives for university research and teaching, realizado pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação, com a participação do professor Aziz Saliba, diretor de relações internacionais.

Leia mais e confira as reportagens da Agência de notícias da UFMG que abordam os diferentes trabalhos realizados:

UFMG e Fiocruz formam parceria com universidades da China e Reino Unido para combater o coronavírus

Universidade parceira de Wuhan, na China, doa máscaras para hospitais da UFMG

Rede internacional de universidades financiará projetos colaborativos sobre a pandemia

Comunidade acadêmica no exterior recebe orientação e apoio da UFMG

Professor da Medicina propõe modelo de cooperação para conter pandemias futuras

UFMG realiza webinário sobre o funcionamento das instituições democráticas

Colaboração e acolhimento marcam interação da UFMG com o mundo na pandemia

Instituto Confúcio da UFMG oferece vaga de bolsista

O Instituto Confúcio da UFMG (IC-UFMG) está com processo de seleção aberto para uma vaga de bolsista.

Podem se candidatar à vaga, estudantes de graduação da UFMG de todas as áreas do conhecimento que possuam fluência na língua inglesa, domínio dos programas básicos do Pacote Office como Excel e Word, conhecimento em redes sociais, dentre outros requisitos.

O valor da bolsa será de R$690,00, mais auxílio-transporte no valor de R$60,00, para trabalhar 20 horas semanais, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 12h00.

Mais informações sobre a vaga e o processo de inscrição podem ser consultadas aqui.