Palestra on-line sobre oportunidades de estudo na Alemanha é realizada por representante do DAAD

No dia 10 de junho, Charlotte Steinke, professora leitora e representante do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) na UFMG, participou do Café Intercultural com apresentação on-line intitulada “Estudar e pesquisar na Alemanha”.

Organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, com o apoio de Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, o Café Intercultural é uma das frentes do programa de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

Para introdução, Charlotte apresentou a rede do Brasil e do exterior do DAAD ao público, composto, em sua maior parte, por estudantes brasileiros e internacionais da comunidade universitária da UFMG.

Em seguida, foram discutidas as vantagens em realizar uma mobilidade acadêmica na Alemanha, citando como atrativos a localização geográfica do país e a excelente infraestrutura de pesquisa e estudo nas universidades.

Durante a palestra, os participantes também tiveram a oportunidade de conhecer o sistema de ensino superior alemão e ter informações sobre o processo de ingresso nas instituições alemãs, bem como detalhes sobre custo de vida, nível de proficiência linguística exigido, documentação para candidaturas e oferta de bolsas de estudos.

Além disso, foram divulgados programas de mobilidade para áreas específicas de estudo em todos os níveis acadêmicos: graduação, mestrado e doutorado.

Ao final da programação, Charlotte Steinke (DAAD) e Marcos Araújo (Setor de Proficiência Linguística da DRI) responderam as dúvidas dos participantes.

Os slides utilizados na apresentação podem ser encontrados aqui.

Psicóloga clínica participa de bate-papo virtual para falar sobre as emoções em tempos de pandemia

No dia 02 de junho a psicóloga clínica Fernanda Pompermayer participou da terceira temporada do Café Intercultural virtual para um bate-papo intitulado “Conhecendo e regulando as emoções na quarentena”.

A programação faz parte do Café Intercultural organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo Setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, com o apoio de Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, no âmbito do projeto de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

Na ocasião, Pompermayer abordou o cenário atual de pandemia revelando que estudos recentes apontaram o crescimento do sentimento de medo, ansiedade, tristeza, tédio, frustração, dentre outras emoções negativas.

Em seguida o público, composto em sua maioria por estudantes brasileiros e internacionais da UFMG, pôde conhecer a função das emoções mais comuns. “O medo é uma função básica, cuja principal função é a preservação da vida, já a ansiedade é secundária e tem o papel de nos deixar alerta, melhorar nosso desempenho”, explicou Fernanda, que concluiu essa parte dizendo que essas emoções são naturais e necessárias, mas podem trazer problema quando a intensidade e frequência estão aumentadas.

Após a compreensão sobre a função das emoções foram ensinados passos para a regulação das mesmas, como a aceitação do que está acontecendo e também foi destacado como estratégias que incluem respiração, relaxamento, exercícios físicos, autocompaixão e autocuidado ajudam nesse sentido. Além disso foram dadas algumas dicas para planejar a rotina para que a semana fique mais equilibrada.

Foi uma ótima oportunidade para que a comunidade da UFMG tivesse orientações de uma profissional da área para o enfrentamento do momento atual e o alcance de uma vida mais saudável. Ao final todos que estavam conectados puderam fazer perguntas e tirar suas dúvidas.

Setor de Acolhimento da DRI promove terceira temporada do Café Intercultural on-line

Destacado

Em sua terceira temporada, a versão virtual do Café Intercultural tem o objetivo de proporcionar o entretenimento dos estudantes em casa neste período de isolamento social e suspensão das aulas na UFMG.

Promovida pelo Setor de Acolhimento da UFMG, a programação inclui diversas atividades com duração de aproximadamente 30 minutos. Poderão participar estudantes em intercâmbio, sendo eles estrangeiros no Brasil ou brasileiros no exterior, além de participantes do programa de Apadrinhamento da UFMG e membros da comunidade acadêmica em geral.

Se inscreva para participar dos eventos aqui.

Confira a programação completa:

Conhecendo e regulando as emoções na quarentena
Com Fernanda Pompermayer de Assis, psicóloga clínica
Descrição: Bate-papo com estudantes sobre as emoções
Data: 02 de junho (terça-feira)
Horário: 15h

Coia Food: Descobrindo sabores brasileiros
Com Nicole Marinho Horta
Descrição: Oficina de bolos com opção vegana e ovo-lacto-vegetariana
Data: 23 de julho (quinta-feira)
Horário: 15h

El nuevo normal… Los tiempos de cambio se aceleran?
Com Daniel Oscar Perez, argentino, estudante do Instituto de Ciências Agrícolas (ICA) da UFMG
Descrição: De certa forma, poderíamos dizer que o COVID-19 atuou como um acelerador da transformação digital. As formas mudam, mas o sentimento é o mesmo?
Data: 28 de julho (terça-feira)
Horário: 17h

A Fauna do Brasil: diversidade e ameaças
Com João Victor Souza Alves
Descrição: O Brasil possui a biodiversidade mais rica do planeta em seu território, somente sua fauna conta com mais de 100 mil espécies conhecidas. Irei apresentar as espécies nativas de maior destaque, importância econômica e de preservação, e expor as principais ameaças às perdas dessa grande riqueza que está ameaçando diversas espécies típicas do país de extinção
Data: 06 de agosto (quinta-feira)
Horário: 16h

Política brasileira é tema do Café Intercultural on-line

No dia 26 de maio, Victor Dourado, estudante de graduação do curso de Relações Econômicas Internacionais da UFMG e bolsista do Setor de Acolhimento da Diretoria (DRI) de Relações Internacionais da UFMG, participou do Café Intercultural com a apresentação on-line intitulada “Entendendo como funciona a política no Brasil”.

Na ocasião, os estudantes internacionais e demais participantes foram apresentados a alguns aspectos básicos da organização política no país. Para a introdução, Victor fez um breve resumo da história do Brasil, explicando para os alunos as diferenças entre União, Estados e Municípios e quais as funções desses entes, além de pontuar os representantes de cada um.

Foram usados como exemplo o estado de Minas Gerais e a cidade de Belo Horizonte, para ensinar aos estudantes alguns dos órgãos que compõem a administração desta região.

Os participantes conheceram também a divisão dos poderes no Brasil e o sistema presidencialista. Em seguida, os estudantes entenderam como funcionam as eleições no Brasil e conheceram os principais partidos políticos representados no Congresso.

Ao final da apresentação alguns estudantes estrangeiros, que se mostraram surpresos com a obrigatoriedade do voto, fizeram algumas perguntas. Curiosos com o fato da eleição de deputados e vereadores ser feita por meio do sistema proporcional, eles também discutiram sobre o sistema político brasileiro.

Organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, com o apoio de Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, o Café Intercultural é uma das frentes do programa de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

Contato: acolhimento@dri.ufmg.br

Especialista em mindfulness ensina técnicas de meditação para estudantes brasileiros e internacionais da UFMG

No dia 21 de maio, Olga Durães, instrutora de Mindfulness graduada pela Unifesp, conduziu a programação do Café Intercultural on-line intitulada “Aprenda a meditar: um convite ao momento presente”.

Olga, iniciou a atividade explicando o que é mindfulness, como um estado de atenção e consciência plena do momento presente. “É um exercício que nos convida, com o auxílio do silêncio, a concentrar no próprio “eu” e observar as sensações que surgirem, sem qualquer tipo de julgamento”, explicou a especialista aos participantes.

Os benefícios do mindfulness também foram abordados de várias formas, dentre eles como uma ferramenta para lidar com nossos pensamentos, treinando a habilidade de metacognição, e a observação da conexão entre pensamentos, sentimentos e emoções, por meio da consciência corporal.

Logo após essa apresentação conceitual, o público que assistia virtualmente à programação teve a oportunidade de aplicar as técnicas de forma prática.

A atividade foi um sucesso, pois alguns dos participantes relataram que técnica tornou possível a identificação e controle de algumas emoções, trazendo bem-estar e tranquilidade. Outros ainda citaram a importância desse conhecimento para a manutenção da saúde mental, principalmente neste momento de pandemia.

Aqueles que desejam conhecer o trabalho da especialista podem acessar o site ou o perfil no instagram, onde podem ser encontradas informações sobre grupos de meditação on-line, cursos, dentre outros conteúdos voltados para a meditação.

A programação faz parte do Café Intercultural organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo Setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, com o apoio de Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, no âmbito do projeto de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

Café Intercultural tem programação on-line com narração de livro

No dia 12 de maio, Eduardo Valadares, professor e bibliotecário integrante do projeto de extensão Carro-biblioteca, participou da programação do Café Intercultural na versão on-line com o objetivo de entreter a comunidade da UFMG neste período de suspensão das atividades, além de divulgar a iniciativa.

O carro-biblioteca é desenvolvido pelo Centro de Extensão da Escola de Ciência da Informação (ECI) e promove diversas atividades para estimular a relação com os livros, como rodas de leitura, contação de histórias e atividades multimídia, atendendo comunidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Na ocasião Eduardo usou diferentes tons de voz e mímicas para interpretar os personagens do livro escrito por Nelson Albissú: “Quem ouvir e contar, pedra há de se tornar”, que conta a história de um fiel escudeiro que testemunha um feitiço das bruxas contra a princesa com quem o príncipe irá se casar. Mas elas advertem que quem ouvir e contar sobre os feitiços será transformado em pedra.

Ao final da programação os participantes foram convidados a refletir sobre a contação de história nos dias atuais, e temas como uma boa amizade, daquelas que superam tudo, até mesmo maldições.

Organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, com o apoio de Artur Macedo e Victor Dourado, bolsistas do setor, o Café Intercultural é uma das frentes do programa de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

Representante do DAAD ministrará palestra on-line sobre oportunidades de estudo e pesquisa na Alemanha

Acontece no dia 10 de junho, das 17h às 18h30, palestra intitulada “Estudar e pesquisar na Alemanha”, ministrada pela representante do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD), professora leitora Charlotte Steinke.

No evento, que acontece como parte da programação da edição virtual do Café Intercultural, os interessados terão a oportunidade de se informar sobre oportunidades de estudo e pesquisa na Alemanha e conhecer um pouco do sistema alemão de ensino superior. Após a palestra, a professora responderá as dúvidas dos estudantes.

O encontro acontecerá por meio da plataforma Zoom. As informações de acesso podem ser conferidas abaixo:

Link de acesso
ID da reunião: 865 0702 0483
Senha: 853815

Palco em casa: apresentações musicais on-line reúnem estudantes brasileiros e internacionais da UFMG

Membros da comunidade acadêmica da UFMG se conectaram à videoconferência promovida pelo Setor de Acolhimento da DRI, no dia 15 de abril, para assistir às apresentações musicais dos estudantes brasileiros e internacionais da UFMG que, de suas casas, fizeram transmissões ao vivo para o Luau Internacional. A programação, que também teve a participação de convidados, propiciou um espaço para o reencontro e confraternização.

A iniciativa faz parte do Café Intercultural na versão on-line organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo Setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, no âmbito do projeto de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”.

As principais canções escolhidas para revelar o talento dos participantes foram: “Confesíon”, da cantora colombiana Marta Gómez e interpretada pela ex-intercambista colombiana Ana Maria Herrera, “Las Golondrinas”, da cantora chilena Evelyn Cornejo e interpretada pelo estudante argentino Lucas Fambrini, “Só Hoje”, da banda mineira Jota Quest e performada pela Luiza Meirelles, estudante brasileira e bolsista  da DRI/UFMG, “Preta, pretinha”, do músico brasileiro Moraes Moreira e interpretada por Luciana Fiuza, servidora da DRI/UFMG, “Sozinho”, canção brasileira de Caetano Veloso que foi escolhida por Paulo Sérgio, convidado da comunidade externa da UFMG, e também uma canção de autoria do ex-intercambista americano Martin Jarzyna inspirada na árvore Ginkgo biloba, espécime rara de origem chinesa, que ele tem a sorte de ter no seu quintal.

Ao final, alguns participantes ainda cantaram mais algumas canções para encerrar o Luau Internacional, que foi uma ótima oportunidade para conhecer os ritmos e melodias que envolvem as pessoas de várias partes do mundo.

Confira aqui na matéria da agência de notícias da UFMG as próximas programações do Café Intercultural.

Engenheira de alimentos faz apresentação on-line sobre alimentos típicos brasileiros

Cerca de trinta pessoas assistiram à apresentação intitulada “Alimentos e Sabores do Brasil” realizada de forma on-line, na última quinta-feira, dia 02 de abril. A engenheira de alimentos Bárbara Mesquita apresentou alguns pratos típicos dos brasileiros e os principais alimentos de cada região do país.

Na ocasião foram discutidas também a forma de preparo de alguns alimentos e suas combinações gastronômicas como é o caso do pequi um fruto típico do cerrado que muitas pessoas comem com arroz, o cupuaçu, típico da região norte, que pode ser consumido como suco e a mandioca, utilizada para fazer tapioca, dentre outros tipos de receitas.

Além disso, a videoconferência incluiu alimentos como açaí, caju, castanha-de-caju, pão de queijo, queijo de minas e a cachaça, com detalhes sobre a produção do queijo e da cachaça.

Os participantes, estudantes brasileiros e estrangeiros da UFMG, tiveram uma ótima oportunidade para conhecer mais sobre a gastronomia do Brasil e as suas origens, além de ter sugestões para a degustação de deliciosas comidas que ainda não experimentaram.

A programação faz parte do Café Intercultural organizado por Elaine Parreiras, responsável pelo Setor de Acolhimento da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG, no âmbito do projeto de extensão universitária “O Mundo na UFMG: Internacionalização em Casa”. Acompanhe as mídias sociais da DRI/UFMG para não perder os próximos encontros virtuais desta quarentena.

Seleção de estagiário voluntário para o Setor de Gestão de Operações e Informação – Chamada 003/2020

A Diretoria de Relações Internacionais (DRI) da UFMG torna pública a Chamada 003/2020 que prevê a oferta de uma vaga de estágio voluntário para atuar no Projeto de Extensão “O mundo na UFMG: Internacionalização em casa”. 

Ao todo, serão ofertadas 06 (seis) vagas para voluntários do projeto com carga horária total de 60h que poderão ser integralizadas no currículo acadêmico de acordo com os critérios de cada colegiado.

As atividades poderão ser desenvolvidas na DRI ou remotamente, respeitando os prazos de entrega das tarefas. As horas serão estabelecidas de acordo com a disponibilidade dos candidatos selecionados.

Acesse todas as informações e se inscreva aqui.