Estudantes Internacionais da UFMG conhecem a Gruta do Rei do Mato

Destacado

Estudantes Internacionais – Grupo 1

No último dia 18 de abril, a Diretoria de Relações Internacionais (DRI), por meio do Setor de Acolhimento e do Programa Bem-Vindo, promoveu a segunda atividade de integração do semestre: o Monumento Natural Gruta Rei do Mato. Os 35 participantes entre eles, estudantes internacionais e padrinhos e madrinhas do Programa de Apadrinhamento do primeiro semestre de 2016, foram acompanhados pela Elaine Parreiras, responsável pelo Setor, e pela bolsista graduanda em Letras, Michelle Gontijo.

Com 220 metros de extensão e 30 metros de desnível, a Gruta do Rei do Mato, localizada no município de Sete Lagoas, é a segunda mais visitada do estado de Minas Gerais. Estudantes da UFMG de mais de 10 países apreciaram os quatro salões da Gruta, entre eles o Salão das Raridades, lar das colunas paralelas denominadas “torres gêmeas”, formação considerada única no mundo. 

A visita guiada finalizou na “Grutinha”, onde os estudantes puderam apreciar pinturas rupestres e a réplica da ossada de um Nortrotherium Magnuinense, também conhecido como preguiça gigante.

 Alguns dos estudantes participantes enviaram seus depoimentos à equipe.

Gabriela Cruz-Lustre (México)
Crédito: Foto cedida pela estudante.

“Eu sou Gabriela Cruz-Lustre, doutoranda em Biologia Vegetal no ICB. A atividade de integração na Gruta do Rei do Mato, na cidade de Sete Lagoas, foi uma oportunidade excelente que eu tive para desfrutar de um belo atrativo natural de Minas Gerais, interagir com outros participantes, praticar meu português com falantes nativos num contexto geral e conhecer a cultura dos mineiros nas atividades cotidianas, enfim, viver o Brasil desde diferentes facetas”

Sedami Deo-Gratias Emmanuel Akossinou (Benim)
Crédito: Foto cedida pelo estudante.

“Meu nome é Emmanuel e sou do Benim. Foi nos dois lugares, a Cidade Administrativa e a Gruta do Rei do Mato. Foi muito legal e interessante. Foram algumas oportunidades de falar português e de conhecer mais sobre o Brasil e sua história (a Gruta do Rei do Mato). Lá na Cidade Administrativa, a arquitetura dos prédios me deixou de boca aberta. Mas o que foi muito incrível pra mim aconteceu na Gruta do Rei do Mato. Foi o rosto do Jesus Cristo desenhado na rocha. O que eu falei foi ” o que é isso?” e ” como é possível?” Foi ótimo. Estou esperando já o próximo passeio que vai ser programado pelo Setor de Acolhimento. O Bem-Vindo e Ele fazem um trabalho muito importante e bacana.”