Fórum on-line esclarece principais dúvidas sobre ensino remoto emergencial

O retorno às aulas dos cursos de graduação, ocorrido a partir desta segunda-feira, 3, traz expectativas pelo reencontro com colegas e com os estudos, mas também muitas dúvidas sobre a nova dinâmica do Ensino Remoto Emergencial, adotado pela Universidade em função da pandemia de Covid-19. 

Para buscar esclarecê-las, o programa Integração Docente promove, nesta quarta-feira, 5, o fórum online “Ensino Remoto Emergencial: quais dúvidas?”, voltado a toda a comunidade acadêmica. 

Transmitido das 14h às 16h, pelo canal da Coordenadoria de Ações Comunitárias (CAC) e com tradução simultânea em Libras, o evento apresentará respostas aos questionamentos mais frequentes entre os estudantes, sobre temas como inclusão de disciplinas, trancamento, apoio tecnológico, estágios e formaturas. 

O fórum reunirá a pró-reitora e o pró-reitor adjunto de Graduação, Benigna de Oliveira e Bruno Teixeira; a diretora do Giz Prograd, Maria José Flores; a diretoria do NAI, Rosana Passos; e o diretor da DTI, Dorgival Guedes. A estudante do curso de Geografia e bolsista do Giz Ana Luisa Moreira também participa das discussões. 

Esse é o segundo evento organizado UFMG nesta semana para marcar a retomada do semestre: na segunda-feira, aconteceu o evento online Acolhimento e escuta para os tempos atuais

Nova etapa 

O evento desta quarta-feira marca uma nova etapa nos fóruns promovidos pelo Integração Docente: quinzenais, os encontros passarão a discutir as experiências com o ensino remoto emergencial já em andamento.

Cinco fóruns já foram organizados pelo programa para debater os impactos da pandemia no ensino superior e no processo para retomada das atividades letivas nos cursos das áreas da saúde, ciências exatas e engenharias, educação e ciências agrárias. Os registros de todos estão disponíveis na página da iniciativa, também responsável por webinars, oficinas, minicursos, apoio tecnológico e disponibilização de materiais sobre o ensino remoto emergencial.

Imagem: Raphaella Dias/UFMG