Início

De 1970 até os dias atuais, a Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade (FRMFA) tem
atuado em colaboração com os setores públicos municipal, estadual e federal – este
representado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Seus bens, dotados de valor
histórico cultural e artístico, reúnem os seguintes imóveis em Tiradentes:

  •  A antiga residência do inconfidente Padre Toledo, transformada no Museu Casa Padre Toledo;
  •  Antiga Casa da Câmara, hoje cedida para a Câmara Municipal de Tiradentes;
  •  Antiga Casa da Cadeia, onde funcionou o Museu de Arte Sacra Tancredo Neves, atualmente cedida para o Instituto Cultural Flávio Gutierrez para a instalação do Museu de Sant’Ana;
  • Centro de Estudos e Biblioteca do Campus Cultural UFMG em Tiradentes e antiga sede da Fundação na cidade.

No momento de constituição da Fundação, os imóveis foram recebidos em doação,
recuperados e restaurados para o início das atividades, tendo em perspectiva a sua
preservação definitiva e a adaptação para os novos usos.
Em 1997, uma nova fase se iniciou na trajetória da Fundação Rodrigo Mello Franco em
Tiradentes que, através de uma iniciativa de seus instituidores, transferiu para a
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) a presidência do Conselho Curador da
FRMFA.
Em todos esses anos de funcionamento, a Fundação tem contribuído de forma sistemática
para a recuperação e conservação do Patrimônio de Tiradentes, que congrega um registro
histórico singular de fundamental importância para a compreensão da identidade e da
memória nacional.

Os comentários estão encerrados.