• Home
  • |
  • Instituto
  • |
  • Acontece
  • |
  • Programas
  • |
  • Publicações
  • |
  • Contato
Universidade do Futuro: Imitar, Engenhar e Criar recebe George E. Lewis

De 14 a 16 de março acontece, no auditório da Escola de Música, o Ciclo de Seminários Universidade do Futuro: Imitar, Engenhar e Criar. Promovidos pela Reitoria em parceria com o Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares – IEAT, os seminários apresentam, a cada ciclo, temáticas que trazem à tona os desafios e as urgências da Universidade, com o objetivo de favorecer a criação de ambientes propícios para pensar e planejar o futuro da Universidade.

O evento, sob o tema Imitar, Engenhar e Criar, contará com a participação de pesquisadores oriundos de várias áreas do conhecimento, e do trombonista George E. Lewis, professor Edwin H. Case de Música Americana da Columbia University. Lewis possui vasta experiência como compositor e intérprete; em seus trabalhos explora a música eletrônica e computacional, instalações multimídias computacionais, composições de texto-som e música escrita e improvisada. É considerado um dos maiores especialistas em improvisação com o uso do computador, tendo recebido diversos prêmios ao redor do mundo por seus trabalhos. Além disso, é notável escritor, tendo lançado em 2008 seu livro amplamente aclamado, A Power Stronger Than Itself: The AACM and American Experimental Music (University of Chicago Press, 2008 – inédito no Brasil), que o levou a receber os prêmios da American Book Award e da American Musicological Society’s Music in American Culture Award.

George Lewis abre o evento na quarta-feira às 18h no auditório da Escola de Música, com uma improvisação no seu trombone com acompanhamento de 2 pianos, um deles tocado por Cliff Korman, docente da Escola de Música, e o outro controlado por computador.

Na quinta-feira, pela manhã, George Lewis conduz um debate com Mario Fernando Campos do Departamento de Ciência da Computação sobre o tema Máquina, Vida e Inteligência: simulações, mente estendida e improvisações. Ainda na quinta-feira, no período da tarde acontece o debate Criatividade / Produtividade: espaços da criação no ensino e na pesquisa; a taylorização da produção acadêmica, com as participações de Jacyntho Lins Brandão da Faculdade de Letras, Ivan Domingues do Departamento de Filosofia e Ado Jório de Vasconcelos, Diretor da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica.

Na sexta-feira, dia 16, às 9h acontece a mesa redonda Genialidade /Inventividade: o papel da imaginação nas ciências, nas artes e nas engenharias com as presençasde Marcos Vinicius Bortolus do Departamento de Engenharia Mecânica, Eneida Maria de Souza, professora Emérita da Faculdade de Letras e Alaor Silvério Chaves, professor Emérito do Departamento de Física.

No período da tarde, os convidados Paulo Sérgio Lacerda Beirão, Diretor de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde do CNPq, Virgílio Augusto Fernandes de Almeida, Secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e Carlos Antônio Leite Brandão da Escola de Arquitetura, discutem Imitação e cópia: o papel da mimese nas atividades intelectuais; a questão das fraudes e dos plágios.

O evento é aberto a toda a comunidade acadêmica e não exige inscrição. Outras informações pelo telefone 3409-4123.