• Home
  • |
  • Instituto
  • |
  • Acontece
  • |
  • Programas
  • |
  • Publicações
  • |
  • Contato
Eduardo Batalha Viveiros de Castro

Membro do Comitê Científico do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares, Eduardo Batalha Viveiros de Castro é etnólogo americanista, com experiência de pesquisa na Amazônia. Realizou doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 1984) e pós-doutorado na Université de Paris X (1989). É docente de etnologia no Museu Nacional/UFRJ desde 1978 e professor titular de antropologia social na UFRJ desde janeiro de 2012. É membro da Equipe de Recherche en Ethnologie Américaniste do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS). Atuou no cargo de Simón Bolívar Professor of Latin American Studies na Universidade de Cambridge (1997-98) e Directeur de recherches no CNRS (1999-2001). Foi professor-visitante nas Universidades de Chicago, Estados Unidos (1991, 2004), Universidade de Manchester, Reino Unido (1994), Universidade de São Paulo (USP, 2003), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, 2005-06). Recebeu as seguintes premiações: Prêmio de melhor tese de doutorado em Ciências Sociais da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS, 1984); Médaille de la Francophonie da Academia Francesa (1998); Prêmio Erico Vanucci Mendes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq, 2004); Ordem Nacional do Mérito Científico (2008) e o título de Doutor Honoris Causa pela Université de Paris Ouest Nanterre La Défense (2014). Desde 1984 já orientou 38 dissertações de mestrado e 24 de doutorado.  Já publicou cerca de 120 artigos ou capítulos de livros e sete livros. Coordenou o Projeto Pronex Transformações indígenas: os regimes de subjetivação ameríndios à prova da história (2004-06). Foi coordenador do Núcleo de Transformações Indígenas, grupo baseado no Museu Nacional/UFRJ, e é co-coordenador da Rede Abaeté de Antropologia Simétrica (NAnSi), também baseado no Museu Nacional/UFRJ.