Notícias da PRAE

OBESIDADE LEVA AO DIABETES?

Entrevista com a Prof. Dra. Karina Braga da FAFAR cuja pesquisa envolve a detecção de marcadores genéticos relacionados à obesidade e diabetes, responde a questão. Veja mais em: https://youtu.be/gjjIYS61kSY

SEMANA DO CONHECIMENTO

20161019_210842

Mostra PRAE de projetos de estudantes- Chamadas PRAE 2016

A CLÍNICA AMPLIADA E OS MOVIMENTOS SOCIAIS NO AGIR EM SAÚDE

FB_IMG_14785338818757367

SEMANA FACE

Anualmente, o D. A. FACE organiza a Semana FACE, um evento acadêmico que busca trazer para a comunidade da nossa faculdade – e da Universidade – uma oportunidade de debater temas relevantes, de intercâmbio do meio acadêmico com outras esferas da sociedade e de uma vivência da Universidade diferente daquela restrita àquela da sala de aula.

Este ano, a Semana FACE terá por tema “Reformas Estruturais”. Durante quatro dias de mesas redondas com acadêmicos e representantes de movimentos sociais e sindicatos, além de atividades culturais, buscaremos debater a crise pela qual passa nosso país tanto procurando compreendê-la a partir de uma visão de longo prazo, que identifique elementos estruturais de nossa formação social que levaram a uma crise econômica e política de tamanhas proporções, quanto buscando visualizar possíveis saídas para nosso futuro.
 
 

SEGUNDA, 07/11

14h – “Mulher do fim do mundo”: oficina de defesa pessoal para mulheres com o Alma de Guerreira – Defesa FemininaInscrições e mais informações no evento https://www.facebook.com/events/308568686183193/
17h – Mesa de abertura “REFAZENDO TUDO”: Conjuntura e Sistema Político
Convidados:Filipe Rodrigues – Levante Popular da JuventudeProfª Marjorie Marona – Depto. de Ciência Política/UFMGProfª Deise Ferraz – Depto. de Ciências Administrativas/UFMG

Terça, 08/11
14h – Mesa redonda “DEUS LHE PAGUE”: Reforma tributária

Auditoria Cidadã da DívidaProfª Marcella Gomes – Depto. de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito/UFMGProfª Débora Cardoso – Depto. de Ciências Econômicas/UFMG
17h – Sarau GUARIROBA

Quarta, 09/11
14:30 – Oficina de consciência corporal “PRO MEU CORPO FICAR ODARA”

Mariana Rettore – bailarina e estudante do curso de Ciências Econômicas.
17h Mesa redonda “OS SONHOS NÃO ENVELHECEM”: Reforma da Previdência- 
Profª Simone Wajnmann – Depto. de Demografia/UFMG DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Quinta, 10/11

O dia todo: Feira de Economia Popular e Solidária com o Grupo Colmeia Solidária

14h Mesa redonda “REFAVELA”: Reforma urbana e reforma agráriaLuiza Dulci – FETAEMG: Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas GeraisJoviano Mayer – Brigadas PopularesHarley Silva – Doutorando em Economia do Cedeplar/UFMG
16:30 Roda de conversa especial UM ANO DO CRIME DE MARIANA- Grupo Rio Doce (Cedeplar/UFMG)
Grupo Rio Doce – Cedeplar/UFMG

 

ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA NA ATENÇÃO BÁSICA E FARMÁCIA POPULAR: UMA ANÁLISE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS

Seminário do Cemed

As políticas de Assistência Farmacêutica no Brasil do final da década de 1980 provocaram grandes mudanças no acesso à saúde e medicamentos. A partir de 1988, a Constituição Federal do Brasil reconheceu a saúde como ‘’direito de todos e dever do estado’’. Esse direito garante acesso universal e igualitário às ações e serviços para promoção, proteção e recuperação da saúde, visando reduzir os riscos de doenças e outros agravos1.

O acesso ao medicamento no Brasil acontece por programas do Governo Federal, Estadual e Municipal ou em farmácias privadas. A partir de 2004 o Governo Federal lançou os programas ‘Aqui tem Farmácia Popular’ e  ‘Saúde Não tem Preço’, em parceria com farmácias comerciais1.

Para falar sobre esses assuntos e o impacto dessas ações na saúde pública, o Cemed recebe o farmacêutico Leonardo Mattos, autor da dissertação ‘’Assistência Farmacêutica na Atenção Básica e Programa Farmácia Popular do Brasil: uma análise crítica das políticas públicas de provisão de medicamentos no Brasil’’ na próxima quarta-feira, dia 26/10, às 17h. Ele é graduado em farmácia pela UFMG, Mestre em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca – Fiocruz, Professor Substituto da Faculdade de Farmácia (UFRJ) e membro do Grupo de Pesquisa e Documentação sobre o Empresariamento da Saúde (GPDES/IESC/UFRJ).

O Seminário será realizado na sala 3003, bloco 2 da Faculdade de Farmácia, UFMG.

Não fique de fora! Divulgue e participe!

Mais informações:  www.facebook.com/events/1164438750302128/

O Seminário é gratuito e não é necessária inscrição prévia!

Todos os participantes interessados podem solicitar certificado de participação.

1 Informações extraídas da dissertação ‘’Assistência Farmacêutica na Atenção Básica e Programa Farmácia Popular do Brasil: uma análise crítica das políticas públicas de provisão de medicamentos no Brasil’’

 

PRÓ- REITOR DE ASSUNTOS ESTUDANTIS ESCLARECE REAJUSTE DO BANDEJÃO
Confira no vídeo: goo.gl/S73xNM 

ESTUDO MOSTRA MUDANÇA NO PERFIL DE ALUNOS DAS UNIVERSIDADES FEDERAIS DO PAÍS

Confira a matéria completa em: http://goo.gl/LDRgx9

APÓS COTAS, UNIVERSIDADES FEDERAIS FICAM ‘MAIS POPULARES E NEGRAS’, DIZ ESTUDO

Confira a matéria completa em: http://goo.gl/Sz0eOt

Oficio 064 PRAE-1

DIVULGAÇÃO A PEDIDO:

A pedido da vice presidente da UEE, Misley Pereira, divulgamos a seguinte informação:

“Meu nome é Misley Pereira e sou Vice Presidente da UEE-MG. Nos dias 5, 6, 7 de agosto 2016 acontecerá  em Salvador o 5 ENUNE (Encontro Nacional de Negros , Negras e Cotistas raciais da UNE) com a temática Minha Presença Incomoda. Uma grande mobilização foi feita no estado, e hoje temos confirmado 2 ônibus de estudantes Negros saindo do interior do estado(Uberlândia UFU e Juiz de Fora UFJF). Na RMBH  temos  a demanda de 130 jovens negros entre eles alunos universitários secundaristas e movimentos auto-organizados de negros com inscrição  confirmada mas sem transportes para ir. Destes temos alunos da UFMG, PUC, UFOP,  UEMG, Pitágoras, Una, Fumec, Newton Paiva, Associação Galpão e secundaristas de Governador Valadares. A democratização do ensino superior brasileiro possibilitou a entrada de negros e negras que além do processo acadêmico são os representantes sociais desta parcela da população, que sempre foi silenciada e marginalizada. O processo de ações afirmativas que todos os espaços políticos e estudantis tem a responsabilidade de incentivar e apoiar para que o ressarcimento social seja efetivo e traga consequências ao  combate do racismo brasileiro. Venho aqui buscar o apoio financeiro de todos para estrutura do ônibus como ações afirmativas para que esses alunos  participem do 5 ENUNE onde o debate de combate ao racismo no Brasil, empoderamento e identidade desses jovens estara sendo forjado e fortificado com a unidade e a auto organização. O depósito de qualquer valor pode ser realizado na seguinte conta:

Banco Do Brasil: Misley A S Pereira
Agência: 5889-0
Conta:2277-2

Desde já  agradeço a atenção no aguardo de um retorno.
Misley Pereira UEE/MG
Kizomba/Enegrecer.

E-mail misleypereira@gmail.com
Oi whatsapp (031)986838739
Tim (31) 993164304″

CARTA À COMUNIDADE DA UFMG

carta

DIÁLOGOS UNIVERSITÁRIOS: ACESSO, INCLUSÃO E PERMANÊNCIA

Confira o convite do encontro na íntegra em https://goo.gl/pLoVQs.

ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL: A QUEM SERÁ QUE ELA SE DESTINA?

Confira o texto publicado na última edição (1931) do Boletim “Assistência estudantil: a quem será que se destina?” produzido por Tarcísio Mauro Vago e Licínia Maria Correa, ambos da Pró- Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE).

Leia no link: https://www.ufmg.br/boletim/bol1931/2.shtml

DISCIPLINAS ABERTAS

Documentos- Meu Lugar-01

FORMAÇÃO TRANSVERSAL 

Documentos- Meu Lugar-02

Transversal.