Foca Lisboa
fafich_solenidade.JPG
Heloisa Starling, Ronaldo Pena, João Pinto Furtado e Eduardo Gontijo

Solenidade abre as comemorações dos 70 anos da Fafich

quarta-feira, 15 de abril de 2009, às 20h19

Com a presença do reitor da UFMG, professor Ronaldo Tadêu Pena, e da vice-reitora, professora Heloísa Murgel Starling, a Faculdade de Fiolosofia e Ciências Humanas (Fafich) deu início às comemorações dos 70 anos de sua fundação, na noite de ontem. A solenidade contou com o lançamento de marca e selos comemorativos do aniversário e conversa sobre a memória da instituição, da qual também participaram os professores Joseph François Pierre Sanchis, Maria Efigênia Lage de Resende e Fábio Wanderley Reis.

As comemorações foram realizadas no auditório Sônia Viegas da Fafich. Na abertura do evento, Ronaldo Pena ressaltou a importância da Faculdade para a UFMG e citou livro escrito pelo professor Lúcio dos Santos na década de 30, que refletia sobre a necessidade de se ter no Brasil uma faculdade de filosofia e ciências. “Já naquela época, se fazia sentir a necessidade da criação de uma instituição como esta”, afirmou o professor Ronaldo Pena. Em 1939, Lúcio dos Santos se tornou o primeiro diretor da então Faculdade de Filosofia.

O diretor João Pinto Furtado prosseguiu falando da importância da Fafich para Universidade, representada principalmente pelos 1800 alunos de outras Escolas da UFMG que a Fafich recebe semestralmente. “Estes estudantes vêm buscar a diversidade de pensamento e conhecimento. Para comemorar os 70 anos, foi criada uma logomarca que expressa ao mesmo tempo esta diversidade e a unidade características da Fafich”. A marca comemorativa foi desenvolvida pela estudante do Curso de Comunicação Social, Bruna Araújo.

Um pouco de história
Na mesa sobre a memória da Fafich, a primeira a falar foi Maria Efigênia Lage, professora aposentada do departamento de História. Em seu depoimento, ela destacou os anos 60, época de seu ingresso na Faculdade. “Encontrei a Universidade dividida. A Universidade devia formar pessoas para as diversas profissões ou passar a formar uma massa crítica? O modelo da cátedra entrou em crise, e a universidade se transformou por inteiro.”

mesa_fafich.JPG
Mesa debate a memória da Fafich

Pierre Sanchis abriu seu testemunho falando sobre o acolhimento que ele teve ao chegar como estrangeiro no Brasil, para lecionar na Fafich na década de 70. O professor contou que ao mesmo tempo que se vivia um clima marcado pelo silêncio e pelo medo da ditadura, encontrou na Fafich um convite aberto, a confiança expressa do diálogo, do debate. “Aquela pequena Fafich era um universo imenso de diálogo. A gente observava a convivência de pessoas com visão de mundo tão diferentes. No entanto, uma meta comum atravessava as diferenças: tratava-se de mudar o Brasil, de mudar a vida”.

Já Fábio Wanderley falou sobre as muitas Fafich que fazem a riqueza da Instituição e sua importância para a UFMG. “Para falar da Fafich, temos que falar do pessoal da Casa D’Itália, do pessoal do Edifício Acaiaca, do pessoal da rua Carangola e porque não do pessoal da Rua Curitiba”, disse o professor referindo-se ao fato de parte do departamento de Sociologia e o departamento de Ciência Política terem suas raízes na Faculdade de Ciências Econômicas. Fábio Wanderley completou afirmando que o que encontrou na Faculdade foi a predisposição para um diálogo mais global “que sempre me tornou cara a Fafich. Esta casa continua minha. Por ter sido o que ela foi, por ser o que ela é”.

(Com assessoria de comunicação da Fafich)

17/abr, 5h56 - Encontro de bibliotecas universitárias recebe inscrição de trabalhos até dia 30

17/abr, 5h55 - Astronomia amadora será assunto do Café com Conhecimento deste sábado

17/abr, 5h55 - Oficinas e intervenções marcam Dia Internacional da Dança

17/abr, 5h55 - Centro Cultural UFMG comemora 25 anos com exposições, espetáculos e oficinas

17/abr, 5h54 - Inovações pedagógicas e formação docente em Cabo Verde são tema de debate na FaE

17/abr, 5h54 - Conservatório recebe músicos brasileiros e estrangeiros para festival de piano

16/abr, 15h28 - Comissão de Ética apresenta metas de atuação para este ano

16/abr, 12h14 - Competição de plano de negócios da Escola de Engenharia inscreve até dia 26

16/abr, 5h55 - Iniciação científica júnior do Coltec seleciona orientadores entre professores da UFMG

16/abr, 5h52 - Alunos de licenciaturas em Letras, Biologia e Matemática podem concorrer a bolsas em universidades francesas

16/abr, 5h51 - Restaurantes universitários terão funcionamento alterado durante o feriado prolongado

16/abr, 5h46 - Feira nacional de ciências inscreve projetos até junho

16/abr, 5h45 - Encontro discute produção científica em odontologia

16/abr, 5h45 - Brasil precisa incrementar pesquisas sobre segurança digital, defende professor do DCC

16/abr, 5h30 - TV UFMG antecipa horário de exibição do programa Dois Pontos

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Destaques
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Semana do Conhecimento
Sisu
Sisu e Vestibular
UFMG 85 Anos
Vestibular

Arquivos mensais:
abril de 2014 (148)
março de 2014 (201)
fevereiro de 2014 (229)
janeiro de 2014 (130)
dezembro de 2013 (180)
novembro de 2013 (282)
outubro de 2013 (280)
setembro de 2013 (233)
agosto de 2013 (229)
julho de 2013 (202)
junho de 2013 (209)
maio de 2013 (248)
abril de 2013 (247)
março de 2013 (186)
fevereiro de 2013 (155)
janeiro de 2013 (163)
dezembro de 2012 (145)
novembro de 2012 (226)
outubro de 2012 (258)
setembro de 2012 (220)
agosto de 2012 (212)
julho de 2012 (177)
junho de 2012 (195)
maio de 2012 (243)
abril de 2012 (212)
março de 2012 (220)
fevereiro de 2012 (159)
janeiro de 2012 (151)
dezembro de 2011 (168)
novembro de 2011 (222)
outubro de 2011 (266)
setembro de 2011 (273)
agosto de 2011 (277)

Expediente