TROTE ESTUDANTIL É PROIBIDO NA UFMG

Leia a resolução completa aqui

Resolução n6/2014, de 27 de maio de 2014, proíbe expressamente qualquer forma de trote estudantil no âmbito da UFMG.

O que é considerado TROTE?

Qualquer atividade que

  1. Envolva agressões físicas e morais ou incite pessoas a praticá-las.
  2. Lese o patrimônio público ou privado ou cause transtorno às atividades didáticas e acadêmicas.
  3. Envolva coação física ou psicológica, ridicularização, humilhação ou menosprezo à dignidade humana.
  4. Obrigue ou coaja à ingestão de bebida alcoólica ou qualquer substância.
  5. Obrigue a cobrir o corpo com vestimentas, acessórios ou com qualquer substância.
  6. Evidencie opressão, preconceito ou discriminação e reforce falsa hierarquia entre gêneros, cursos, áreas ou entre veteranos e calouros.
  7. Evidencie intolerância política, ideológica ou religiosa.

Entende-se por âmbito da UFMG qualquer local interno ou externo, onde se realizem atos ligados à instituição ou protagonizados por membros da comunidade universitária.

O que acontecerá com quem se envolver nessas práticas?

  • Advertência
  • Suspensão
  • Desligamento

Penalidades aplicadas após processo disciplinar. assegurados o contraditório e a ampla defesa.

O consentimento do/a discente à prática de qualquer ato proibido  pela resolução NÃO EXIME DE SANÇÕES os participantes do trote.

QUEM É RESPONSÁVEL?

Toda a comunidade Universitária: estudantes, professores e servidores técnico-administrativos. Quem não participa do trote, mas é conviniente e omisso, também pode ser responsabilizado.

Entre em contato com a OUVIDORIA.

31-34096466

ouvidoria@ufmg.br