• Rede de Museus conta com três novos espaços: CEDOC-FAE, Herbário Norte Mineiro e Centro Virtual de Memória da Extensão

    Foi aprovada, em reunião do Conselho Coordenador ocorrida em 12 de março de 2019, a incorporação de três novos espaços à Rede de Museus: CEDOC-FAE, Herbário Norte Mineiro e Centro Virtual de Memória da Extensão.


    Saiba um pouco mais sobre eles:


    a) O Centro de Pesquisa, Memória e Documentação da Faculdade de Educação possui, sob sua guarda, fontes documentais que subsidiam os estudos e as pesquisas referentes à educação, à formação docente e à história e memória desta faculdade. Ele também realiza exposições temáticas, com o intuito de divulgar o seu acervo junto à comunidade acadêmica - oportunidade privilegiada para sensibilizar os professores, pesquisadores e alunos para a necessidade de preservação da história do tempo presente, algo fundamental para a ampliação do acervo, constituído por documentação institucional, produção de alunos e professores, material iconográfico, fílmico, bibliográfico e objetos tridimensionais. Após um breve período de inatividade, retoma sua missão e se incorpora novamente à Rede de Museus.


    b) O Herbário Norte Mineiro (MCCA), por sua vez, foi fundado em 2016. Constitui-se de uma coleção biológica que visa documentar a biodiversidade vegetal da região norte de Minas Gerais e dar suporte ao ensino e pesquisa na área da Biologia Vegetal. Essa coleção é responsável pelo tombamento de espécimes vegetais, testemunho de pesquisas científicas e envio de materiais para a correta identificação por especialistas. O MCCA está localizado no Bloco A do Instituto de Ciências Agrárias da UFMG, Campus Montes Claros.


    c) O Centro Virtual de Memória da Extensão da Universidade Federal de Minas Gerais (CEVEX) é uma iniciativa da Pró-reitoria de Extensão que busca reunir informações sobre a extensão produzida na Universidade Federal de Minas Gerais, articulando sua história e memória. Busca enfatizar a pluralidade da extensão por meio da diversidade de áreas temáticas, atores envolvidos e impactos produzidos na sociedade e na universidade. A memória e história da extensão são tomadas como ferramentas centrais para fortalecer a dimensão pública e social da universidade que devem ser amplamente difundidas.


    Sejam bem-vindos!

A Rede nas redes sociais