Sempre antes de se encaminhar para a atividade presencial, o estudante, servidor ou trabalhador terceirizado deve acessar o MonitoraCovid UFMG e preencher o questionário de autoverificação de sintomas. O programa visa possibilitar a identificação precoce de casos suspeitos ou confirmados de covid-19 e dar os encaminhamentos necessários de forma a evitar a propagação da doença.

Assista ao vídeo no qual a professora Cristina Alvim, coordenadora do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus da UFMG, explica, de forma descomplicada, o MonitoraCovid.

Mais informações sobre o MonitoraCovid UFMG no Plano para o retorno presencial na UFMG de 10 de setembro de 2021.