Universidade Federal de Minas Gerais

UFMG avalia possíveis impactos da PEC 241

quarta-feira, 12 de outubro de 2016, às 19h41

Levantamento da Pró-reitoria de Planejamento e Desenvolvimento (Proplan) expõe os possíveis efeitos que a PEC do Teto dos Gastos Públicos (Proposta de Emenda à Constituição 241/16) poderia ter sobre a UFMG.

A medida, que tem por objetivo criar um “novo regime fiscal”, alcança os três poderes e órgãos federais que integram o orçamento fiscal e da seguridade social, estabelecendo, a cada ano, que a despesa primária da União (despesas financeiras que incluem gastos com pessoal, custeio e investimento) não poderá superar a despesa do ano anterior corrigida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ou outro índice que poderá substituí-lo.

A PEC 241 também altera a regra que vincula o valor mínimo das despesas com educação e saúde ao crescimento da receita do governo. Isso significa que, na melhor das hipóteses, as despesas do governo federal crescerão apenas no ritmo da inflação medida pelo IPCA, ficando congeladas em termos reais ao longo dos 20 anos em que a proposta pretende vigorar.

“Ao estabelecer que, qualquer que seja o crescimento da economia e das receitas fiscais, as despesas primárias ficarão limitadas à correção pela inflação, a proposta compromete a possibilidade de crescimento dos gastos em todas as áreas, em especial as áreas sociais”, analisa o reitor Jaime Arturo Ramírez.

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada da última terça-feira (11), em primeiro turno, o texto da PEC 241. O texto ainda estabelece penalidades aos órgãos que descumprirem o teto de gastos, como o impedimento de conceder reajustes salariais, criar cargos, alterar o plano de carreiras ou realizar concursos públicos. A proposta deve ainda ser apreciada em segunda votação, provavelmente no dia 24 de outubro, antes de seguir para discussão no Senado.

Entenda a simulação

O levantamento realizado pela Proplan ilustra o que teria acontecido com as despesas de custeio e de capital (isto é, os investimentos) da UFMG entre 2006 e 2015 se as regras da PEC 241 estivessem em vigor nesse período e compara os valores da simulação com os que efetivamente foram praticados.

Na tabela abaixo, a primeira coluna [1] traz os valores nominais das despesas efetivamente executadas pela UFMG entre 2006 e 2015, período marcado pela expansão do número de cursos e de alunos de graduação e pós-graduação. Esses valores passam de R$ 63,7 milhões, em 2006, para R$192,6 milhões, em 2015, depois de terem alcançado um valor máximo de R$ 250,3 milhões em 2013. A redução verificada em 2014 e 2015 explica-se pelo contingenciado realizado pelo Governo Federal nesses anos.

PEC%20241_gr%E1fico.png

Na segunda coluna [2] foram listados os valores máximos que as despesas de cada ano poderiam alcançar se as regras da PEC 241 já estivessem em vigor. Esses valores são iguais ao valor da despesa do ano anterior acrescido da inflação medida pelo IPCA no mesmo período.

Por fim, na terceira coluna [3] o levantamento apura a diferença entre o que foi efetivamente gasto em cada ano e o que poderia ser gasto caso as regras estabelecidas pela PEC 241 fossem aplicadas.

“No primeiro ano da série, em 2006, não haveria perdas, mas já em 2007 a Universidade teria sido impedida de realizar gastos em custeio e investimentos no valor de R$ 19,8 milhões. Essa diferença cresceria nos anos seguintes, chegando a R$ 159,8 milhões, em 2013, e a R$ 90,6 milhões, em 2015”, explica o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento, Hugo Cerqueira.

Segundo o reitor da UFMG, Jaime Arturo Ramírez, o exercício é simples, mas permite concluir o impacto negativo que a aprovação definitiva da PEC 241 poderá ter para o ensino, a pesquisa e a extensão da Instituição. “Nos dez anos da série, o total das perdas teria alcançado R$ 774,8 milhões, valor que equivale a cerca de quatro vezes o valor das despesas realizadas em 2015”, sentencia o reitor.

24/jul, 6h23 - Próxima edição do Filosofia na Praça tem democracia como tema

24/jul, 6h22 - Carteira única da UFMG passa a ser utilizada para entrada no Centro Esportivo Universitário

24/jul, 6h21 - Pedidos de assistência estudantil na UFMG passam a ser feitos apenas pela internet

21/jul, 11h36 - UFMG divulga escala de atendimento e instruções para registro de calouros

21/jul, 6h20 - 'Ruptura', evento de competição de projetos, recebe inscrições até o dia 27

21/jul, 6h16 - Espaço do Conhecimento promove sessões de contação de histórias e brincadeiras antigas

20/jul, 9h11 - Nescon abre 54 vagas temporárias de trabalho para profissionais de saúde

20/jul, 8h59 - Vídeo projetado na Praça da Liberdade resgata ‘discos e esquinas’ de grupo musical mineiro

20/jul, 8h57 - Campanha da Biblioteca Universitária pede dicas para compor acervo do Espaço de Leitura

19/jul, 22h40 - Encontro com delegação da Alemanha encaminha criação de novo programa internacional de cátedras

19/jul, 6h30 - Conjunto de 'planetas do saber', Sistema de Bibliotecas tem história resgatada em exposição na Reitoria

19/jul, 6h25 - Simpósio sobre eletrofisiologia celular, agendado para agosto, no ICB, recebe resumos e inscrições

19/jul, 6h07 - Intervenção teatral promove ‘encontro com cientistas’ no Espaço do Conhecimento

18/jul, 14h46 - Academia Brasileira de Ciências vai diplomar novos membros nesta quarta

18/jul, 10h49 - Boletim destaca 50 anos de criação do Festival de Inverno

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Conferência das Humanidades
Destaques
Domingo no Campus
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Entrevistas
Eschwege 50 anos
Estudante
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Matrícula
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra das Profissões e UFMG Jovem
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Participa UFMG
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Reunião da SBPC
Semana de Saúde Mental
Semana do Conhecimento
Semana do Servidor
Seminário de Diamantina
Sisu
Sisu e Vestibular
Sisu e Vestibular 2016
UFMG 85 Anos
UFMG 90 anos
UFMG, meu lugar
Vestibular
Volta às aulas

Arquivos mensais:
julho de 2017 (104)
junho de 2017 (171)
maio de 2017 (192)
abril de 2017 (133)
março de 2017 (205)
fevereiro de 2017 (142)
janeiro de 2017 (109)
dezembro de 2016 (108)
novembro de 2016 (141)
outubro de 2016 (229)
setembro de 2016 (219)
agosto de 2016 (188)
julho de 2016 (176)
junho de 2016 (213)
maio de 2016 (208)
abril de 2016 (177)
março de 2016 (236)
fevereiro de 2016 (138)
janeiro de 2016 (131)
dezembro de 2015 (148)
novembro de 2015 (214)
outubro de 2015 (256)
setembro de 2015 (195)
agosto de 2015 (209)
julho de 2015 (184)
junho de 2015 (225)
maio de 2015 (248)
abril de 2015 (215)
março de 2015 (224)
fevereiro de 2015 (170)
janeiro de 2015 (156)
dezembro de 2014 (163)
novembro de 2014 (245)

Expediente