Universidade Federal de Minas Gerais

Lisieux Fuzessy
grafico%20primatas.jpg
Gráfico mostra que, entre os primatas, os macacos frugívoros são os principais responsáveis pela germinação de sementes em áreas florestais

Estudo do ICB revela que primatas podem contribuir para a regeneração de florestas

segunda-feira, 31 de outubro de 2016, às 6h08

Nem só as aves e morcegos desempenham papel primordial na dispersão de sementes. Pesquisa desenvolvida pela bióloga Lisieux Fuzessy, doutoranda do Programa de Pós-graduação em Biologia Vegetal do ICB, revela, em artigo publicado neste ano, que os primatas também cumprem essa tarefa e contribuem para a regeneração das florestas.

Orientado pelo professor Fernando Silveira, do Departamento de Botânica do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG (ICB), o estudo foi feito a partir de meta-análise – técnica estatística que possibilita integrar e resumir resultados de outros artigos publicados sobre o tema.

Com base na metodologia adotada, foram classificados quatro grupos de primatas, de acordo com seus hábitos alimentares. Os animais frugívoros se alimentam quase que exclusivamente de frutos. Os folívoros incluem folhas em sua dieta. Os insetívoros comem muitos insetos, e os onívoros têm uma alimentação diversificada. A ingestão de alguma quantidade de frutos, entretanto, foi ponto comum na dieta de todos os grupos analisados.

As plantas que produzem frutos são classificadas como angiospermas e desenvolveram, ao longo de sua evolução, diversas estratégias para garantir seu domínio sobre o ambiente, como se valer de vento, chuva e animais para carregarem suas sementes. Ao ingerir frutos, os macacos carregam sementes dentro de seu intestino e, ao se deslocarem pelas árvores na floresta, as defecam em diferentes locais. Isso aumenta as chances de que suas sementes caiam em solo com água e nutrientes necessários para a planta se desenvolver.

Ao analisar essa engenharia da biodiversidade, Lisieux Fuzessy observou que as sementes ingeridas e expelidas por macacos e micos germinaram 33% mais que aquelas retiradas diretamente de frutos não ingeridos. A ação de primatas insetívoros e onívoros não contribuiu com esse índice de germinação. Os que comem exclusivamente frutos foram responsáveis pelo aumento de 75% na germinação dessas sementes, que, por sua vez, brotaram mais rápido.

Esse grupo de macacos frugívoros foi o que carregou as sementes a distâncias mais longas e a ambientes mais diversos. "Isso significa que os animais que mais dependem de frutos para sobreviver são os que mais contribuem para o sucesso na reprodução das plantas", afirma Lisieux, lembrando, no entanto, que o grupo é o mais ameaçado de extinção nas florestas.

Preservação
Mesmo com a contribuição dos primatas, as florestas continuam diminuindo. Segundo a pesquisadora, isso ocorre porque o ritmo de crescimento da floresta é menor do que o de desmatamento e também pelo fato de os primatas estarem desaparecendo de seu habitat natural.

Um exemplo é o monocarvoeiro, ou muriqui, um grande frugívoro que está em alto risco de extinção e vive confinado em pequenas áreas de Mata Atlântica, no Sudeste e Sul do Brasil. "O estudo reforça a necessidade de adoção de medidas de preservação desses animais, dispersores de sementes. Do contrário, a estrutura e a dinâmica florestal serão afetadas, prejudicando várias outras espécies", alerta a pesquisadora.

Ainda que não faça parte do estudo, outra constatação possível é a de que alimentar esses animais silvestres em áreas urbanas pode implicar até mesmo menor regeneração das florestas, uma vez que eles eliminarão suas fezes em lugares que não favorecem o desenvolvimento das plantas.

Correspondentes
Mateus Fernandes, autor desta matéria, é aluno do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG e participa voluntariamente do projeto Correspondentes, junto com outros cinco estudantes. Trata-se de ação extensionista, que integra o Projeto de Suporte de Comunicação Institucional do ICB e visa identificar estudantes de graduação com espírito investigativo, incentivando-os a produzir textos, áudios ou vídeos no formato jornalístico.

Sob orientação do jornalista Marcus Vinícius dos Santos, da Assessoria de Comunicação Social e Divulgação Científica do ICB, cada correspondente escolhe o tema e os principais aspectos a serem destacados, entrevista um pesquisador, interpreta a informação e redige o texto.

Artigo: How do primates affect seed germination? A meta-analysis of gut passage effects on neotropical plants, publicado em fevereiro de 2016
Autora: Lisieux Franco Fuzessy
Coautores: Tatiana G. Cornelissen, Charles Janson e Fernando Silveira (orientador)
Disponível aqui
Financiamento: CNPq e Fapemig

(Mateus Fernandes / Boletim 1963)

05/set, 13h24 - Coral da OAP se apresenta no Conservatório, nesta quarta

05/set, 13h12 - Grupo de 'drag queens' evoca universo LGBT em show amanhã, na Praça de Serviços

05/set, 12h48 - 'Domingo no campus': décima edição em galeria de fotos

05/set, 9h24 - Faculdade de Medicina promove semana de prevenção ao suicídio

05/set, 9h18 - Pesquisador francês fará conferência sobre processos criativos na próxima semana

05/set, 9h01 - Encontro reunirá pesquisadores da memória e da história da UFMG

05/set, 8h17 - Sessões do CineCentro em setembro têm musical, comédia e ficção científica

05/set, 8h10 - Concerto 'Jovens e apaixonados' reúne obras de Mozart nesta noite, no Conservatório

04/set, 11h40 - Adriana Bogliolo toma posse como vice-diretora da Ciência da Informação

04/set, 8h45 - Nova edição do Boletim é dedicada aos 90 anos da UFMG

04/set, 8h34 - Pesquisador francês aborda diagnóstico de pressão intracraniana por meio de teste audiológico em palestra na Medicina

04/set, 8h30 - Acesso à justiça e direito infantojuvenil reúnem especialistas na UFMG neste mês

04/set, 7h18 - No mês de seu aniversário, Rádio UFMG Educativa tem programação especial

04/set, 7h11 - UFMG seleciona candidatos para cursos semipresenciais em gestão pública

04/set, 7h04 - Ensino e inclusão de pessoas com deficiência no meio educacional serão discutidos em congresso

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Conferência das Humanidades
Destaques
Domingo no Campus
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Entrevistas
Eschwege 50 anos
Estudante
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Matrícula
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra das Profissões e UFMG Jovem
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Participa UFMG
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Reunião da SBPC
Semana de Saúde Mental
Semana do Conhecimento
Semana do Servidor
Seminário de Diamantina
Sisu
Sisu e Vestibular
Sisu e Vestibular 2016
UFMG 85 Anos
UFMG 90 anos
UFMG, meu lugar
Vestibular
Volta às aulas

Arquivos mensais:
outubro de 2017 (1)
setembro de 2017 (33)
agosto de 2017 (206)
julho de 2017 (127)
junho de 2017 (171)
maio de 2017 (192)
abril de 2017 (133)
março de 2017 (205)
fevereiro de 2017 (142)
janeiro de 2017 (109)
dezembro de 2016 (108)
novembro de 2016 (141)
outubro de 2016 (229)
setembro de 2016 (219)
agosto de 2016 (188)
julho de 2016 (176)
junho de 2016 (213)
maio de 2016 (208)
abril de 2016 (177)
março de 2016 (236)
fevereiro de 2016 (138)
janeiro de 2016 (131)
dezembro de 2015 (148)
novembro de 2015 (214)
outubro de 2015 (256)
setembro de 2015 (195)
agosto de 2015 (209)
julho de 2015 (184)
junho de 2015 (225)
maio de 2015 (248)
abril de 2015 (215)
março de 2015 (224)
fevereiro de 2015 (170)

Expediente