Universidade Federal de Minas Gerais

Estudos transdisciplinares unem arte, ciência e pensamento crítico

sexta-feira, 13 de agosto de 2004, às 16h43

Maria Antonieta Pereira, (F. Lisboa).JPG
Maria Antonieta Pereira, coordenadora do projeto Doutorado Temático
Foto: Foca Lisboa
Professores, tradutores, críticos literários, médicos, advogados e engenheiros podem encontrar um campo comum de interesse em duas disciplinas que a UFMG oferece neste semestre nos cursos de Letras e de Medicina. Abertas a alunos da Graduação e da Pós-Graduação, também serão oferecidas como disciplinas isoladas, cujos protocolos de inscrição serão recebidos nas unidades acadêmicas no dia 20 de agosto.

A disciplina A dor e a morte: objetos complexos - arte, saber e transdisplinaridade será oferecida apenas na Faculdade de Medicina, campus Saúde, às sextas-feiras, de 18h às 21h. Já as aulas de Literatura e outras artes: arte, ciência, filosofia e tecnologia - as redes do saber e a transdisciplinaridade acontecem às quintas-feiras, de 14h às 18h, na Faculdade de Letras, campus Pampulha.

Com uma pequena variação no título, a disciplina será oferecida também na Medicina, como Transdisciplinaridade: arte, rede e medicina, às segundas-feiras, de 16h às 19h. Elas são fruto do trabalho do grupo Literatura, rede e saber contemporâneo, que tem o apoio do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares (IEAT/) da UFMG.

O grupo tem desenvolvido experimentos do que considera futuras transdisciplinas, espaço no qual certos temas são debatidos em palestras sucessivas, por especialistas das grandes áreas do conhecimento e das artes. Com a oferta de matérias transdisciplinares e a realização de debates temáticos, o grupo pretende criar condições teóricas para a construção de um Doutorado Temático, formando uma massa crítica nas duas unidades acadêmicas que contribua para a aproximação entre arte, ciência e pensamento crítico.

"O doutorado será resultado dessas aproximações transdisciplinares", diz a professora Maria Antonieta Pereira, da Faculdade de Letras e uma das coordenadoras do projeto. Ela diz que no doutorado telas, textos, artes, ciências e ofícios serão conjugados sob novas perspectivas.

Sensibilidade
Na opinião da professora, a Universidade pode formar um tipo de pesquisador que esteja atento tanto às questões físicas, relacionadas ao corpo, quanto aos aspectos psíquicos, emocionais, relacionados à sensibilidade e a uma nova percepção do mundo. "A partir da oferta da disciplina A dor e a morte: objetos complexos vimos a potência dessa aproximação entre saberes", reforça Maria Antonieta Pereira.

A proposta do doutorado é "contribuir para que a Universidade trabalhe no sentido de religar certos aspectos dos saberes que a extrema especialização separou", diz Maria Antonieta Pereira, ao lembrar que a proposta da transdisciplinaridade não pretende acabar com as fronteiras das disciplinas, mas tornar tais fronteiras "porosas, de modo que haja um trânsito entre seus conteúdos e métodos".

Para o professor João Gabriel Fonseca, da Faculdade de Medicina, a transdisciplinaridade "enriquece os saberes individuais". Ele acredita que a prática e a reflexão contínua sobre esta nova forma de lidar com o conhecimento vão possibilitar a convivência entre a estrutura de departamentos e disciplinas, a que a Universidade está acostumada, e as instâncias que transcendem esta forma de organização.

As transdisciplinas chegaram à Faculdade de Medicina sob a coordenação do professor Francisco Penna, através da pós-graduação em Pediatria, que abandonara esta denominação para tornar-se Pós-Graduação em Saúde da Criança e do Adolescente. Uma mudança aparentemente sutil, mas de grande significado. "O foco deixou de ser o profissional e passou a ser a criança e o adolescente", explica o professor Joaquim Antônio César Motta. Com a nova perspectiva, o curso pode receber profissionais até mesmo de áreas aparentemente distantes da Medicina. "O sonho desse grupo é que se crie uma pós-graduação temática na UFMG, algo que transcenda a estrutura de departamentos", diz.

Guimarães Rosa
Exemplo de profissional que soube fazer a "negociação do saber", João Guimarães Rosa que, além de grande escritor foi um ótimo médico, é objeto de estudos do grupo Literatura, rede e saber contemporâneo. De 23 a 27 de agosto, o grupo realiza o Simpósio Transdisciplinaridade, literatura e ciência na obra de João Guimarães Rosa, no 3º Seminário Internacional Guimarães Rosa, promovido pela PUC Minas.

24/ago, 8h26 - Professora do Icex participa de descoberta de planeta gigante recém-nascido

24/ago, 8h23 - Mestrado profissional em letras seleciona candidatos em âmbito nacional; 18 vagas estão reservadas para a UFMG

24/ago, 8h20 - Monólogo circense é atração de hoje do Música & Poesia

24/ago, 8h17 - Prêmio que valoriza boas práticas de formação de professores aceita inscrições até o fim do mês

23/ago, 19h02 - Dona Jandira e Rayana Toledo sobem ao palco do Quarta Cultural

23/ago, 10h56 - Alunos da UFMG podem atuar como voluntários na Mostra das Profissões; inscrições terminam amanhã

23/ago, 6h46 - Tendências em tecnologia eletrônica serão apresentadas em feira internacional na Escola de Engenharia

23/ago, 6h41 - Professores da Face debatem alternativas de emancipação econômica e tecnológica para Brasil e Índia

23/ago, 6h38 - Clássicos do suspense e da aventura serão exibidos no Centro Cultural

23/ago, 6h34 - Curso de atualização em mídias, internet e eleições inscreve até quinta

23/ago, 6h31 - Em concerto no Conservatório, Andréa e Fábio Adour interpretam música erudita contemporânea

22/ago, 17h16 - UFMG sedia encontro de entidade que reúne instituições latino-americanas e caribenhas

22/ago, 6h52 - Descoberta de planeta gigante com contribuição de professora da UFMG é capa de nova edição do Boletim

22/ago, 6h49 - Professor do King's College London ministra conferência sobre produção artística de pracinhas brasileiros na Segunda Guerra Mundial

22/ago, 6h42 - Em palestra na Fafich, Jairo Marques fala sobre o desafio de abordar a deficiência no jornalismo

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Destaques
Domingo no Campus
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Eschwege 50 anos
Estudante
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Matrícula
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra das Profissões e UFMG Jovem
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Participa UFMG
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Reunião da SBPC
Semana do Conhecimento
Semana do Servidor
Seminário de Diamantina
Sisu
Sisu e Vestibular
Sisu e Vestibular 2016
UFMG 85 Anos
UFMG, meu lugar
Vestibular
Volta às aulas

Arquivos mensais:
agosto de 2016 (137)
julho de 2016 (176)
junho de 2016 (213)
maio de 2016 (208)
abril de 2016 (177)
março de 2016 (236)
fevereiro de 2016 (138)
janeiro de 2016 (132)
dezembro de 2015 (148)
novembro de 2015 (214)
outubro de 2015 (256)
setembro de 2015 (195)
agosto de 2015 (209)
julho de 2015 (184)
junho de 2015 (225)
maio de 2015 (248)
abril de 2015 (215)
março de 2015 (224)
fevereiro de 2015 (170)
janeiro de 2015 (156)
dezembro de 2014 (163)
novembro de 2014 (245)
outubro de 2014 (281)
setembro de 2014 (267)
agosto de 2014 (229)
julho de 2014 (183)
junho de 2014 (156)
maio de 2014 (239)
abril de 2014 (236)
março de 2014 (202)
fevereiro de 2014 (228)
janeiro de 2014 (130)
dezembro de 2013 (180)

Expediente