Projeto de Arquitetura Pública da UFMG é selecionado entre as melhores práticas nacionais

quarta-feira, 5 de outubro de 2005, às 10h00

O Projeto de Arquitetura Pública, desenvolvido pela Escola de Arquitetura da UFMG, foi escolhido entre as 12 melhores práticas nacionais apresentadas no 1º Seminário Assistência Técnica Um Direito de Todos: Construindo uma Política Nacional. O evento se encerra nessa quarta-feira, dia 5, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Arquitetura Pública é parte de um amplo programa, desenvolvido desde 2003, na Escola de Arquitetura, que procura aproximar a formação dos estudantes à realidade brasileira, articulando teoria e prática. Ao interagir com casos reais, os alunos atuam em áreas diversas como a habitação social, o planejamento urbano e a preservação do patrimônio cultural.

O projeto é desenvolvido na cidade de Cataguases, Zona da Mata de Minas Gerais, por alunos do quinto ao nono período do curso de Arquitetura. Eles atendem famílias de baixa renda, com até três salários mínimos, elaborando, a custo zero, projetos arquitetônicos e urbanísticos para a construção de moradias. "Arquitetura Pública é uma espécie de SUS da arquitetura e urbanismo", explica o coordenador local do projeto, Paulo Henrique Alonso.

Antes de sua implantação na cidade, as famílias de baixa renda construíam suas casas sem orientação técnica ou através da prefeitura local - que entregava projetos prontos e padronizados, mas sem nenhuma relação com o terreno e para serem executados sem acompanhamento técnico.

Atualmente, segundo Alonso, esse público recebe atendimento personalizado, estabelecendo uma relação normal entre arquiteto e cliente, em que têm liberdade de escolher como serão suas residências. “Os estudantes também fazem visitas técnicas e acompanham o desenvolvimento da obra”, diz o coordenador. A equipe do projeto possui interlocução direta com a Caixa Econômica Federal para financiamento das construções.

Programa amplo
Para ter acesso ao programa, as famílias devem procurar o Departamento Social da Prefeitura de Cataguases, que realiza análise de sua renda. Cabe ao Departamento de Arquitetura e Urbanismo avaliar as condições físicas e ambientais do lote.

Os projetos arquitetônicos são realizados em parceria com a prefeitura local, com o Crea-MG - que cobra das famílias somente 20% do valor normal da taxa para registrar o projeto, e a UFMG, sua gestora. Até o momento já foram atendidas 43 famílias que possuem lotes e desejam construir ou reformar suas moradias.

Além de Cataguases, o projeto está sendo desenvolvido em Sabará, Lagoa da Prata, Pitangui, Santana de Cataguases e Minas Novas. Os formatos são diferenciados, conforme a demanda local e a disponibilidade de recursos.

Seminário
O 1º Seminário é promovido pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Confea), Ministério das Cidades (Mcidades) e pela Caixa Econômica Federal (CEF), e resulta de articulações realizadas no V Fórum Social Mundial, em Porto Alegre (RS), para a constituição de uma Política Nacional de Assistência Técnica.

Para a organização do evento, o Ministério das Cidades convocou a captação de experiências nacionais na área de assistência técnica, que foram avaliadas por uma Comissão Coordenadora do Evento, composta por membros do MCidades, FNA, Confea e CEF.
(Núcleo de Apoio a Pesquisas da Escola de Arquitetura)

16/abr, 15h28 - Comissão de Ética apresenta metas de atuação para este ano

16/abr, 14h23 - TV UFMG antecipa horário de exibição do programa Dois Pontos

16/abr, 12h14 - Competição de plano de negócios da Escola de Engenharia inscreve até dia 26

16/abr, 5h57 - 'Tarifa zero' no transporte público será discutida nesta quarta pelo programa Dois Pontos, da TV UFMG

16/abr, 5h56 - Paulo César Pinheiro é a atração de hoje do projeto 'Retratos de artista'

16/abr, 5h55 - Iniciação científica júnior do Coltec seleciona orientadores entre professores da UFMG

16/abr, 5h54 - Jornalista brasileira relata cotidiano e costumes do povo israelense em palestra na Fale

16/abr, 5h52 - Com repertório contemporâneo, pianista Lidia Bazarian se apresenta esta noite na Escola de Música

16/abr, 5h52 - Alunos de licenciaturas em Letras, Biologia e Matemática podem concorrer a bolsas em universidades francesas

16/abr, 5h51 - Restaurantes universitários terão funcionamento alterado durante o feriado prolongado

16/abr, 5h46 - Feira nacional de ciências inscreve projetos até junho

16/abr, 5h45 - Encontro discute produção científica em odontologia

16/abr, 5h45 - Brasil precisa incrementar pesquisas sobre segurança digital, defende professor do DCC

15/abr, 16h55 - Centro Cultural estreia mostra de cinema que discute o uso de drogas e seus efeitos no corpo

15/abr, 12h11 - Pró-reitoras discutem políticas de Extensão em encontro em Ouro Preto

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Destaques
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Semana do Conhecimento
Sisu
Sisu e Vestibular
UFMG 85 Anos
Vestibular

Arquivos mensais:
abril de 2014 (142)
março de 2014 (201)
fevereiro de 2014 (229)
janeiro de 2014 (130)
dezembro de 2013 (180)
novembro de 2013 (282)
outubro de 2013 (280)
setembro de 2013 (233)
agosto de 2013 (229)
julho de 2013 (202)
junho de 2013 (209)
maio de 2013 (248)
abril de 2013 (247)
março de 2013 (186)
fevereiro de 2013 (155)
janeiro de 2013 (163)
dezembro de 2012 (145)
novembro de 2012 (226)
outubro de 2012 (258)
setembro de 2012 (220)
agosto de 2012 (212)
julho de 2012 (177)
junho de 2012 (195)
maio de 2012 (243)
abril de 2012 (212)
março de 2012 (220)
fevereiro de 2012 (159)
janeiro de 2012 (151)
dezembro de 2011 (168)
novembro de 2011 (222)
outubro de 2011 (266)
setembro de 2011 (273)
agosto de 2011 (277)

Expediente