Universidade Federal de Minas Gerais

flavio.JPG
Chaimowitz: renda é fator determinante para velhice saudável

Estudo da UFMG sobre envelhecimento recebe prêmio

sexta-feira, 24 de novembro de 2006, às 7h29

A possibilidade do envelhecimento saudável no Brasil foi o tema do trabalho do médico geriatra Flávio Chaimowicz, professor de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, que recebeu na última quarta-feira, 22, em Curitiba, a oitava edição do prêmio Talentos da Maturidade, do Banco Real, na categoria Monografias.

Concorrendo com mais de 300 trabalhos, a monografia de Chaimowicz ficou entre as cinco melhores da categoria.

Com o título Transição epidemiológica no Brasil: envelhecimento saudável ao alcance de todos?, o trabalho relaciona fatores sociais, demográficos e epidemiológicos, mostrando sua influência sobre as chances de se envelhecer com saúde em um país em desenvolvimento, como o Brasil.

O estudo evidencia que o envelhecimento saudável será privilégio dos idosos com renda mais elevada. Isso, porque a tendência dos países em desenvolvimento é a população envelhecer mais rápido do que é possível seu crescimento econômico.

A categoria Monografias é aberta a pessoas de todas as idades, que tenham concluído ou estejam cursando nível superior e cujo trabalho aborde o tema desigualdade social e envelhecimento: desafios para o novo milênio.

Os critérios de avaliação são: adequação ao tema; relevância da discussão; conteúdo técnico científico; clareza, coerência e correção expositiva e domínio da bibliografia pertinente.

Na cerimônia foram premiadas outras cinco categorias.

É possível chegar bem aos 80
Segundo Chaimowicz, as doenças modificam à medida que as pessoas vão envelhecendo. Com o aumento da proporção de idosos na população, aumentam também os problemas próprios da idade, tais como artrose e demência.

Como ainda é escassa a literatura que trata especificamente sobre essa mudança no perfil da saúde da população, o geriatra resolveu se dedicar a pesquisar e publicar material que aprofundasse esclarecimentos quanto à terceira idade com saúde.

Para o professor, cuidar da saúde durante a vida adulta é fundamental para “chegar bem aos 80”. Outro fator determinante é a pessoa manter um bom relacionamento social, que implica convivência agradável com a família e com os amigos. Em terceiro lugar, Chaimowitz aponta também a renda como fator determinante de uma velhice saudável.

Segundo ele, pessoas com renda mais alta têm mais opções para envelhecer com melhor saúde. Ele cita como exemplo o caso de um diabético que precisa de alimentação saudável e cuidados específicos: “Se essa pessoa tem uma situação financeira confortável, terá a opção de se cuidar melhor”, analisa, destacando não ser garantia, mas uma maior possibilidade de escolha de estilo de vida saudável. (Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG)

03/dez, 10h03 - ‘Todo cidadão tem o direito de conhecer a ciência’, afirma vice-presidente da SPBC em fórum na UFMG

02/dez, 19h29 - Professores da UFMG e do Ibmec discutem gastos públicos, papel do Estado e democracia para criticar e defender a PEC 55

02/dez, 17h15 - PEC do Teto é 'erro técnico absurdo' e compromete avanço da ciência brasileira, avaliam especialistas em debate no campus Pampulha

02/dez, 16h18 - Programa Dois Pontos, da TV UFMG, reúne economistas para debater PEC que limita gastos públicos

02/dez, 6h51 - Departamento de Química intensifica cooperação científica com instituições dos BRICS

02/dez, 6h44 - Exame de proficiência em inglês terá sua última aplicação do ano na próxima terça

02/dez, 6h39 - Oficinas ensinam técnicas teatrais e 'percussão corporal' a usuários de Libras

02/dez, 6h26 - Rainha-símbolo da resistência africana é protagonista de HQ que será lançada amanhã

01/dez, 15h48 - Plataformas colaborativas na área de mineração serão apresentadas em palestra nesta sexta

01/dez, 14h50 - Seminário discute impactos da 'PEC do Teto' na ciência

01/dez, 9h55 - Debate sobre a PEC 55 vai reunir, nesta sexta, professores da Face e do Ibmec

01/dez, 9h35 - Pesquisador da Química segue rota dos mineralogistas que procuravam salitre e chumbo nas Minas Gerais do século 19

01/dez, 7h01 - Em simpósio no campus Pampulha, pesquisador do ICB fala sobre controle dos efeitos dos nanomateriais em seres vivos

01/dez, 6h51 - Projeto da Escola de Arquitetura recebe menção especial em concurso espanhol

01/dez, 6h47 - Fachada digital na Praça da Liberdade projeta cartuns de festival de humor em aids e produção inspirada nos quatro elementos

Classificar por categorias (30 textos mais recentes de cada):
Artigos
Calouradas
Conferência das Humanidades
Destaques
Domingo no Campus
Eleições Reitoria
Encontro da AULP
Entrevistas
Eschwege 50 anos
Estudante
Eventos
Festival de Inverno
Festival de Verão
Gripe Suína
Jornada Africana
Libras
Matrícula
Mostra das Profissões
Mostra das Profissões 2009
Mostra das Profissões e UFMG Jovem
Mostra Virtual das Profissões
Notas à Comunidade
Notícias
O dia no Campus
Participa UFMG
Pesquisa
Pesquisa e Inovação
Residência Artística Internacional
Reuni
Reunião da SBPC
Semana do Conhecimento
Semana do Servidor
Seminário de Diamantina
Sisu
Sisu e Vestibular
Sisu e Vestibular 2016
UFMG 85 Anos
UFMG, meu lugar
Vestibular
Volta às aulas

Arquivos mensais:
dezembro de 2016 (17)
novembro de 2016 (141)
outubro de 2016 (229)
setembro de 2016 (219)
agosto de 2016 (188)
julho de 2016 (176)
junho de 2016 (213)
maio de 2016 (208)
abril de 2016 (177)
março de 2016 (236)
fevereiro de 2016 (138)
janeiro de 2016 (132)
dezembro de 2015 (148)
novembro de 2015 (214)
outubro de 2015 (256)
setembro de 2015 (195)
agosto de 2015 (209)
julho de 2015 (184)
junho de 2015 (225)
maio de 2015 (248)
abril de 2015 (215)
março de 2015 (224)
fevereiro de 2015 (170)
janeiro de 2015 (156)
dezembro de 2014 (163)
novembro de 2014 (245)
outubro de 2014 (281)
setembro de 2014 (267)
agosto de 2014 (229)
julho de 2014 (183)
junho de 2014 (156)
maio de 2014 (239)
abril de 2014 (236)

Expediente