Centro Especializado em Plantas
Aromáticas, Medicinais e Tóxicas
Universidade Federal de Minas Gerais

Açoita-cavalos

Luehea grandiflora Mart.

MALVACEAE

Ana Caroline Sanches de Oliveira/ Faculdade de Farmácia - UFRJ

Planta Viva

Droga Vegetal

A Luehea grandiflora Mart., conhecida popularmente como Açoita-cavalos, soita-cavalo, uacima do campo (Família Malvaceae) ocorre no Pará, Bahia, Ceará, Maranhão, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná.

Na medicina popular a infusão das cascas é utilizada para tratar diarreias, reumatismo, úlceras e feridas gangrenosas, hemorragias, queimaduras e das folhas como hipoglicemiante. O tronco é utilizado para fazer tamancos, postes, moirões e dormentes. Além disso, a Luehea grandiflora também é frequentemente utilizada para controlar a erosão do solo, especialmente em plantações de café.

Como a maior parte das plantas nativas do Brasil, raros estudos foram realizados até o momento com o açoita-cavalos. Em estudo fitoquímico foram isolados do extrato das folhas o triterpeno lupeol e uma mistura de esteroides beta-sitosterol, estigmasterol e campesterol. A planta tem também a flavona vitexina que pode ser considerada o marcador químico para o gênero Luehea.

 

Referências

CALIXTO-JÚNIOR, J.T. et al. The Genus Luehea (Malvaceae-Tiliaceae): Review about Chemical and Pharmacological Aspects. Journal of Pharmaceutics. Sl, p. 1-9, 2016.

SANTOS, K.A. Estudo etnobotânico de plantas medicinais utilizadas como hipoglicemiantes por usuários do Programa de Fitoterapia da Universidade Federal do Maranhão, Brasil. Scientia Plena, v. 13, n. 3, p.1-12, 2017.

SOUZA, H.N. et al. Protective shade, tree diversity and soil properties in coffee agroforestry systems in the Atlantic Rainforest biome. Agriculture, Ecosystems and Environment, p. 179-196, 2012.

 

Apoio

Contatos