Centro Especializado em Plantas
Aromáticas, Medicinais e Tóxicas
Universidade Federal de Minas Gerais

ASSA-PEIXE

Vernonanthura polyanthes (Sprengel) Vega & Dematteis

ASTERACEAE

Letícia de Souza Fraga/ Faculdade de Farmácia da UFRJ

Planta Viva

Droga Vegetal

O Assa-peixe, Vernonanthura polyanthes (Sprengel) Vega & Dematteis, da Família Asteraceae, também é conhecido como Cambará-Branco, Cambará-Açú, Erva-Preá ou Cambarazinho, além de outros nomes. Ela é nativa do Brasil, podendo ser encontrada nas regiões sul, sudeste e centro-oeste, principalmente nas áreas de cerrado. É muito comum encontrar o assa-peixe em áreas abertas, beiras de estradas, pastagens e terrenos baldios, e isso pode ser explicado pela capacidade que esta planta tem de se desenvolver bem em solos considerados pobres e em pleno sol, além da mesma possuir sementes que germinam com facilidade. Trata-se também de uma espécie muito visitada por abelhas, que dela produzem um mel bastante saboroso e aromático. O Assa-Peixe também pode ser utilizado como condimento na culinária de algumas regiões brasileiras, e suas folhas podem ser empanadas e fritas, o que lembra o formato de peixe frito, de onde vem o nome popular de assa-peixe.

Com relação à composição química a planta contém ácidos fixos, esteroides e/ou terpenoides; flavonoides e saponinas. Nos óleos essenciais obtidos a partir das folhas frescas encontram-se monoterpenos, sesquiterpenos e seus óxidos, destacando-se o biciclogermacreno e germacreno D como componentes marjoritários.

Estudos recentes mostraram que extratos da planta tem atividades antileishmania, citotóxica, antitumoral, nematicida, antifúngica, antimicobacteriana, fototóxica e antibacteriana. Já para a avaliação das atividades farmacológicas in vivo, são encontrados estudos que envolvem a investigação das atividades antiulcerogênica, anti-hemorrágica, vasodilatadora e normotensora, mutagênica, anti-inflamatória e natridiurética.

 

Referências Bibliográficas:

CORREA e cols. Rendimento de óleo essencial e caracterização organoléptica de folhas de assa-peixe submetidas a diferentes métodos de secagem. Ciênc. Agrotec. v. 28, n. 2, p. 339-344, 2004 .

DEMETERCO C. Produtos do Brasil na Arca do gosto: Assa peixe. Slow Food Brasil. 2016. https://www.slowfoodbrasil.com/arca-do-gosto/produtos-do-brasil/1098-assa-peixe. Acesso em 9 de setembro de 2019.

HATTORI E.K.O. & NAKAJIMA JN. A Família Asteraceae na Estação de Pesquisa e desenvolvimento Ambiental Galheiro, Perdizes, Minas Gerais, Brasil. Rodriguésia,  v. 59, n. 4, p. 687-749,  2008.

MINISTÉRIO DA SAÚDE E ANVISA. Monografia da espécie Vernonia polyanthes (“ASSA-PEIXE”). Brasília, 2014.

SOUZA e cols. Vernonia polyanthes (Spreng.) Less.: uma visão geral da sua utilização como planta medicinal, composição química e atividades farmacológicas. Revista Fitos. Supl. p. 105-115, 2017.

TEMPONI e cols. Antinociceptive and anti-inflammatory effects of ethanol extract from Vernonia polyanthes leaves in rodents. International Journal of Molecular Sciences. v.13, n.3, p. 3887-99, 2012.

 

Apoio

Contatos