Poema de quatro m√£os – Manifesto pela Gentileza11/abr

Gentileza n√£o se compra nos supermercados.
N√£o se (re)produz industrialmente.
N√£o se prostitui pelas esquinas.

Gentileza é incondicional, leve e pura.
√Č um sentimento que aflora no ventre materno.
√Č seiva que escorre pelos(a) bra√ßos de pai e m√£e.
E vai desaguar pelo mundo, através da multiplicação de seus filhos.

Gentileza n√£o precisa de tradutor para se comunicar.
Nem de dicion√°rio para se entender.
Seu significado é o mesmo,
seja nas planícies de Brasília
ou nas praias cariocas.

Gentileza desafia tabus e conex√Ķes,
celebra a força da partilha,
duplica as m√£os.

Gentileza entrelaça sonhos e palavras.
Faz brotar esperança.
√Č uma ponte
que leva e traz ao
(com)partilhar a√ß√Ķes.
Doa√ß√Ķes.

Gentileza é esquecer uma dor
enxugando uma l√°grima.
√Č ensinar para aprender.
√Č um gesto m√°gico que alcan√ßa,
que diminui dist√Ęncias, discrep√Ęncias.

(Autoria: M√īnica Ottoni e Luis Rocha)

 

Profeta Gentileza08/abr

“Gentileza gera gentileza!”

Essa é a frase mais conhecida de José Datrino, mais conhecido como Profeta Gentileza.

Nascido em 1917 numa pequena cidade do interior de S√£o Paulo, filho de pais pobres, durante a inf√Ęncia trabalhou na ro√ßa cuidando da terra e de animais. Mais tarde mudou-se para o Rio de Janeiro e a partir de 1980 ficou conhecido pelas inscri√ß√Ķes, em verde-amarelo, que fazia nas pilastras do Viaduto do Caju, tamb√©m no Rio de Janeiro. Ele criticava os comportamentos das pessoas e se dizia “amansador dos burros homens da cidade que n√£o tinham esclarecimento”. Ele pregava, como alternativa ao mal-estar da civiliza√ß√£o, o amor, respeito e gentileza.

Por mais de vinte anos ele circulou pela cidade com sua bata branca cheia de apliques e com seu estandarte, pregando em pra√ßas e nas barcas entre Rio e Niter√≥i anunciando sem cansar: “Gentileza gera Gentileza”.

Apesar de ter morrido em 1996, sua trajet√≥ria n√£o foi esquecida e inspirou escritores e m√ļsicos.

“Feito louco / Pelas ruas / Com sua f√© / Gentileza / O profeta / E as palavras / Calmamente / Semeando / O amor / √Ä vida / Aos humanos”. Neste trecho da m√ļsica “Gentileza” de Gonzaguinha, o compositor faz uma bela homenagem ao Profeta, que continuar√° inspirando gera√ß√Ķes e sendo exemplo para a popula√ß√£o em geral e toda comunidade acad√™mica da UFMG.

Profeta Gentileza

Profeta Gentileza

Profeta Gentileza

Sejamos loucos. Sejamos gentis. Sejamos Profetas da Gentileza!

Elogios07/abr

Tomo a liberdade de publicar um email encaminhado pela professora aposentada da UFMG, senhora Laura Helena. Esse tipo de mensagem nos deixa a certeza de que estamos no caminho certo.

“√Č com muita alegria que soube da Campanha sobre Gentileza. Acabo de aposentar-me e uma das coisas que sempre me incomodaram nessa t√£o querida institui√ß√£o sempre foram relacionados aos valores e virtudes que necessariamente deveriam estar presentes no campus. Atitudes ‘pequenas” e “simples’ mas enriquecedoras e fortalecedoras de uma viv√™ncia salutar. Ao iniciar estudos e escrever sobre a Hist√≥ria da UFMG e coordenar o Centro de Mem√≥ria da Odonto tinha como um dos objetivos a educa√ß√£o patrimonial, em seu sentido mais amplo. Acredito firmemente que campanhas atingem seus objetivos a partir da atua√ß√£o de seus agentes de a√ß√£o.

Parabéns à UFMG. Parabéns à Pró-Reitoria de Administração. Parabéns a todos nós que seremos os grandes beneficiados. Dessa forma a Universidade dá um retorno à sociedade para a qual ela se faz. Estou à disposição para atuar, sugerir, planejar, ou melhor, ajudar no que necessitar.

Carinhosamente, Laura Helena. Professora aposentada da Faculdade de Odontologia da UFMG.”

 

Almoço no clima da gentileza06/abr

Ol√° a todos! Hoje fizemos a√ß√Ķes promocionais da campanha no Setorial e tamb√©m na Pra√ßa de Servi√ßos, ambos no hor√°rio de almo√ßo. Foi muito legal pois mais uma vez sentimos o quanto a comunidade universit√°ria est√° ansiosa por solu√ß√Ķes e alternativas para tornar nosso cotidiano melhor. Bom, quando a preocupa√ß√£o e o engajamento √© de todos, as chances de algo dar certo √© bem maior n√£o √©? Pois √©, confiram atrav√©s das fotos um pouco do que aconteceu, inclusive olhem que coisa feia….um carro estava estacionado bem em cima da faixa de pedestres em frente ao setorial, bem….acabou levando uma de nossas multas (tudo pedag√≥gico). Na Pra√ßa de Servi√ßos conversamos tamb√©m com muitas pessoas e no fim do show que estava acontecendo como parte do Projeto Quarta Doze e Trinta sorteamos algumas camisetas da campanha.¬† J√° estamos planejando formas de sortear outras camisetas..n√£o se preocupem.

Bocados de Gentileza também está na Rádio UFMG Educativa06/abr

A R√°dio UFMG Educativa (104,5 FM ou www.ufmg.br/radio) tamb√©m participa e incentiva a Campanha Bocados de Gentileza. Para divulgar a iniciativa, o N√ļcleo de Publicidade da emissora produziu uma s√©rie de quatro spots, abordando os temas lixos, √°reas verdes e tr√Ęnsito. Situa√ß√Ķes de mau exemplo ‚Äď infelizmente, t√£o corriqueiras no Campus ‚Äď s√£o seguidas por muitas vaias. Para n√£o ouvir ‚Äúuuuuuuuhhhh‚ÄĚ, contribua com gentileza. ¬†Ou√ßa os spots:

Spot Bocados de Gentileza 1

Spot Bocados de Gentileza 2

Spot Bocados de Gentileza 3

Spot Bocados de Gentileza 4