Universidade Federal de Minas Gerais

Com a palavra... Ewerton Martins Ribeiro

Para fechar a semana, o jornalista do Centro de Comunicação da Universidade (Cedecom) e escritor Ewerton Martins Ribeiro, mestre em literatura pela UFMG, apresenta as “crônicas de sexta-feira”.

Tributo ao silêncio – David Lang
“Na canção Death Speaks, o compositor estadunidense David Lang escreveu a “fala da morte”. Ora, como poderia ser a fala da morte, senão o silêncio?” ... >>

Tributo ao silêncio – Paul Simon and Art Garfunkel
“Na canção The sound of silence, Paul Simon e Art Garfunkel aproximam a dicotomia som/silêncio da dicotomia luz/escuridão para nos lembrar de certa confusão que fazemos na hora de valorar essas questões em nossa vida moderna: ... >>

Tributo ao silêncio – John Cage
“Em 1952, John Cage compôs uma obra seminal, chamada 4'33'', cujo nome remete ao máximo período de tempo que, para o compositor estadunidense, uma pessoa consegue permanecer em silêncio sem se exasperar. ... >>

Tributo ao silêncio – Leonard Cohen
"É tempo de ouvirmos o silêncio. É tempo de ouvirmos o que no diz o silêncio de alguém como Leonard Cohen, o silêncio que ele nos faz hoje. ... >>

Acolher o escritor – primeira parte
"Na história da Faculdade de Letras da UFMG, raras foram as revistas acadêmicas de estudos literários que destinaram algumas páginas para publicação de literatura, propriamente. No âmbito das pesquisas do campo da teoria da literatura, parece haver um generalizado e paradoxal desprestígio pelo próprio objeto que é foco das pesquisas: a literatura como prática produtiva." ... >>

Não estou sabendo lidar
“Ocupado a semana inteira com uma ocupação em diversos aspectos contraditória e em tudo bem intencionada, sinto-me como Sabino se sentia naquela entrevista, que foi oferecida à amiga Clarice entre maio de 68 e outubro de 1969: vejo os jovens querendo acertar o mundo, mas não sabendo como – enquanto eu sigo sabendo muito menos.” ... >>

Do engajamento hipster
“Quando realizadas a partir de interesses egocêntricos, e não verdadeiramente republicanos, as nossas ações pretensamente engajadas podem resultar em consequências políticas inversas ao que desejávamos inicialmente. Nesses casos, quem paga a conta é a sociedade, como um todo.” ... >>

Sobre o voto útil
"O ‘voto útil’ seria aquele que oferecemos ao candidato ‘menos pior’ com o objetivo não exatamente de elegê-lo, mas, antes, de evitar que o outro candidato vença. Em certos casos, a ideia parece fazer sentido, mas há um problema na expressão." ... >>

A Savassi e o possível valor de uma falsa questão
"Uma dúvida trivial sempre me atormentou, eu que sempre tendi a me preocupar com a importância das coisas ordinárias: afinal de contas, a Savassi é um bairro ou uma região de Belo Horizonte?" ... >>

Viver criança
Nesta semana, no dia 12, o escritor mineiro Fernando Sabino faria 93 anos. Nesta semana, no dia 11, fez 12 anos que Fernando Sabino morreu. Esta, pois, é uma homenagem a Fernando Sabino, um menino que, no fim, envelheceu. ... >>

Reforma do ensino médio
“Atualmente, está sendo discutida em Brasília uma medida provisória para a reformulação e flexibilização do currículo do ensino médio. É incrível pensar em gestores públicos criando políticas que vão na mais absoluta contramão do que é sugerido pelos especialistas e pelos exemplos de experiências internacionais.” ... >>

Desesperanças de domingo
“Um nome. Um nome ilibado, em torno do qual nos sentiríamos orgulhosos em nos reunir com o intuito de reconstruirmos juntos, a partir do próximo ano, a nossa cidade, re-voltando-a para as pessoas que nela vivem. Tudo o que precisávamos... ... >>

Passaporte para o futuro
“A produção de conhecimento no campo da cultura também se dá na própria fruição subjetiva das manifestações artísticas, e não apenas no seu estabelecimento em termos objetivos.” ... >>

O pior cego
“O que esse cenário de violência estatal parece sugerir é que, atualmente, nas ruas do Brasil, é proibido enxergar. Hoje, em nosso país, quem ameaça lançar um olhar crítico para as arbitrariedades que são cometidas pelos governos corre o risco de ser privado permanentemente de sua visão.” ... >>

Como funciona uma manifestação
"As ruas do Brasil estão novamente tomadas. Quem participa dessas manifestações conta como as coisas costumam acontecer. Preste atenção: é bem diferente daquilo que você vê na TV." ... >>

Com a palavra, Roger Chartier:
“Sabemos que há muito que Temer agora.” ... >>

O outro é um paraíso
“Hoje faz sete dias que Vander Lee morreu. Mais do que felizes, esse músico mineiro fez, com sua postura, com que a gente ‘entendesse’, de forma simples e ao mesmo tempo sofisticada, o significado de arte. Vander Lee, sua arte, está vivo em nós.” ... >>

A ação golpista
"Nos últimos meses, a palavra 'golpe' foi motivo de um grande imbróglio no país. Os partidários do governo acusaram de um lado: 'é golpe!', enquanto do outro os antipetistas não se atrasaram em bradar: “não é!” Afinal, quem estava com a razão?" ... >>

É tempo de não subir mais em viaduto
“Isso que eu digo diz respeito principalmente à prática literária, do escritor, mas de alguma forma toca a crítica literária e também a academia que pensa a literatura: é tempo de não subir mais em viaduto — inclusive literalmente.” ... >>

De Vinicius para nós
“72 anos atrás, Fernando Sabino recebeu Vinicius de Moraes e Otto Lara Resende em sua casa no Rio. Os três debateram sobre o temperamento recatado e omisso do "escritor mineiro", em geral, face às questões políticas e sociais de seu tempo, e combinaram de escrever sobre o assunto, cada um a seu modo. Vinícius levou a discussão a uma afetuosa carta aberta: Carta contra os escritores mineiros (Por muito amar).” ... >>

O caminho da literatura
“Hoje a literatura é no máximo uma bicicleta numa ciclovia em obras. Uma ciclovia que termina surpreendentemente, no meio de um cruzamento qualquer, sem muita explicação, como se afirmasse ad infinitum: ‘estamos em obras’. E pintada de um vermelho que demarca: aqui é o estranho.” ... >>

A visionária poesia de Michel Temer - Rindo por saber que é sério
“Depois do que Temer fez dos nossos ministérios – especialmente o da Educação, o da Cultura, o da Ciência, Tecnologia e Inovação e o das Comunicações – não custa para, daqui a alguns dias, o seu livro de poesias virar leitura obrigatória nos currículos escolares.” ... >>

A visionária poesia de Michel Temer: aplicabilidade à coisa política
“Depois das medidas tomadas e das lambanças feitas pelo presidente interino já nos primeiros dias desse seu primeiro mês de presidência interina, é necessário dar meu braço a torcer: o Temer-político consegue ser pior que o Temer-poeta.” ... >>

Junho
"Junho é o tempo das quadrilhas: é quando surge J. Pinto Fernandes, 'que não tinha entrado na história.' O mês do nascido, mas também do nascituro, mês de vida e morte (e de vida prevista pós-morte): prenúncios do porvir cantados por manifestações de um passado reincidente." ... >>

Tempos sombrios: lembranças da Ditadura
"Maria Luiza Ramos morreu em dezembro do ano passado. Seu exemplo de resistência, a favor da democracia, ecoa hoje, em 2016, entre nós." ... >>

Tempos sombrios: xenofobia federal
“A Polícia Federal solicitou à UFMG que apresentasse uma de suas professoras, estrangeira, para ‘prestar esclarecimentos’, tendo como base o Estatuto do Estrangeiro, lei da ditadura que diz: “o estrangeiro admitido no território nacional não pode exercer atividade de natureza política”. O problema é que a Constituição não recepcionou o Estatuto do Estrangeiro nessa afirmação. Seu artigo 5º deixa claro: ‘Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza’.” ... >>

Escrever é ir ao encontro dos fantasmas do futuro
“Terminei de assistir a uma trilogia de filmes europeus que é a cara de quem se interessa por literatura. Achei ser o caso de indicar os filmes aqui porque eles tomam a vida, mesmo, em seu caráter de travessia sem solução, como objeto de investigação.” ... >>

Réquiem para o que foi amigo
“Muito se fala sobre o abalo que as relações pessoais têm sofrido por causa da radicalização do cenário político brasileiro. Pois aconteceu comigo: há cerca de dois meses, eu e um grande amigo de infância rompemos relações.” ... >>

O mapa da angústia
"Para Kierkegaard, o que nos aflige é certa ameaça indeterminada do futuro, mas que clichê: a possibilidade do fracasso. Não. Angústia é vontade de vomitar e não ter boca, e nessa hora, meu amigo, nessa hora não há tempo." ... >>

Muro de Brasília
"Na prática, essa separação física imposta pelo Muro de Brasília vai durar apenas até domingo, data prevista para o fim da votação na Câmara dos Deputados. Mas não nos deixemos iludir. Sabemos que, mesmo depois de derrubados, muros como esse, reais ou metafóricos, continuam alicerçados por décadas em nosso inconsciente coletivo. E estabelecem um abismo entre nós." ... >>

Para a criança que se foi
"A criança que se foi vive em nós, vive em seus pais, vive em sua irmã, seus avós, vive nas lembranças que desperta: vive naquilo que, em nós, mudou depois do mínimo instante em que tomamos conhecimento da beleza de sua existência." ... >>

Democracia, República
“A liberdade de expressão e de associação mencionada na definição do verbete ‘Democracia’ só é liberdade mesmo se aplicada em reciprocidade, ou seja, se nós a aplicarmos também ao outro, que pensa diferente de nós. Do contrário...” ... >>

Sobre tomar posição
“Quando de um lado de um muro há zumbis e do outro há vampiros, permanecer sobre o muro não é se isentar de escolher, mas fazer a única escolha sensata para seguir tendo uma visão panorâmica do cenário apocalíptico; é fazer a única escolha que impede que nós também nos tornemos ou zumbis acéfalos, ou sacos de sangue.” ... >>

A função do debate
"O problema que tem ameaçado a nossa capacidade de debater é o fato de estarmos buscando vencer as discussões, em vez de aprender com elas." ... >>

Sobre buracos negros
“Descobriu-se um enorme universo de pessoas incapazes de observar o mundo que não de uma perspectiva totalizante: ou contra, ou a favor; ou certo, ou errado; o bem contra o mal. A doutrina filosófica que fala sobre essa tendência de se reduzir a interpretação do mundo a duas únicas possibilidades extremas, opostas e incompatíveis, é chamada Maniqueísmo. O advento das redes sociais inaugurou a era de ouro do maniqueísmo no Brasil.” ... >>

Os gumuz
"Os gumuz acreditam que riqueza e igualdade podem e devem coexistir — e vivem conforme essa sua crença. Nesse sentido, quando produzem cereal em excesso, eles transformam esse excesso em cerveja — e bebem tudo." ... >>

Carnaval: nem tranquilo, nem favorável
“Essa é a luta que os blocos de rua enfrentam hoje e que subjaz ‘A História Recente do Carnaval de Belo Horizonte’: a luta por fazer a manutenção de um Carnaval do povo, para o povo, criado pelo povo e que só existe tal como é porque é gerido pelo povo. A luta contra a tentativa da Prefeitura de sequestrar o Carnaval de rua para engoli-lo e devolvê-lo vomitado e gentrificado à população.” ... >>

Quase Carnaval
Muito além de toda a festa, em que colocamos máscaras e vestimos fantasias para fingir ser quem não somos, o Carnaval é relevante também por isto: ele nos desmascara. É uma festa que nos explica — ao tempo em que... ... >>

É de sonho, é de pó
Da parede da caverna à tela de pintura, envelhecemos; e dela à televisão, da televisão ao computador de mesa, do computador ao tablet, ao celular, tela, telas, tê-las: passamos a precisar mesmo delas, para que, em nossos celulares, pudéssemos emoldurar... ... >>

Dando pinta
Estou falando de pintas, aquelas manchinhas que muitos de nós temos na pele – à altura do pescoço, por exemplo – e que surgem ao sabor e dissabor do acaso. Pintas. Como não se deslumbrar com elas? Ouça a coluna... ... >>

Devemos censurar os discursos de ódio?
Uma nova polêmica tomou o mercado editorial brasileiro esse dias: é que, oitenta anos depois, acaba de ser anunciada uma nova edição brasileira do livro autobiográfico do Hitler. É de bom senso publicar em edição comercial o manifesto de um... ... >>

Soneto de Natal
“Escolheu o soneto... A folha branca Pede-lhe a inspiração; mas, frouxa e manca, A pena não acode ao gesto seu.” Ouça a coluna de Ewerton Martins Ribeiro. Veiculada em 25/12/2015 no programa Universo Literário.... ... >>

Poesia Marginal
"Outro dia eu estava na praça, vendo o footing, quando passou um rapaz vendendo o livro que ele escreveu e publicou em edição de autor. Não sei como isso se dá em outros lugares, mas, em Belo Horizonte, não são... ... >>

A visionária poesia de Michel Temer
Depois da carta que o Temer escreveu à Dilma nesta semana, eu preciso dar meu braço a torcer. Porque eu percebi que na época eu não soube apreciar criticamente a poesia do Temer. Agora, com distanciamento temporal, à luz da... ... >>

Sobre o breu que nos ofusca - terceira parte
Queria então terminar esta conversa lembrando Drummond e seu livro A rosa do povo, que talvez seja o livro de poemas mais engajado da literatura brasileira de todos os tempos. [...] Contudo, na obra, Drummond faz arte, não política. E... ... >>

Sobre o breu que nos ofusca – segunda parte
Falta ao mundo empatia, e empatia é, em última instância, um exercício de ficcionalização do lugar do outro. Ora, que lugar é mais propício para o exercício da ficcionalização que a literatura? Ouça a coluna de Ewerton Martins Ribeiro Your... ... >>

Sobre o breu que nos ofusca – primeira parte
"Vivemos tempos sombrios. O absurdo nos deixa perplexos, incapazes de assimilar a realidade. É um breu que avassala tudo.(...) Toda essa realidade contemporânea me parece reafirmar com ênfase a importância da arte, a sua importância como dispositivo desencadeador do olhar." ... >>

Desacato
“Saio para um passeio no Brasil. Cruzo com um policial militar na rua de uma de nossas cidades. Ao me alcançar, o policial diz: fique com o seu rosto parado que eu vou lhe dar um soco. Quando o policial faz o movimento do golpe, desvio o rosto para fora do campo do soco. Sou preso por desacato à autoridade.” ... >>

O futebol que me dá nome
"Meu nome é “Ewerton” por ideia do meu pai, que quis homenagear o Éverton que jogou no Galo na década em que eu nasci, a década de 1980. [...] Pois eis o mistério da fé futebolística: o Éverton do Galo... ... >>

Luminosidade
"O professor de quem eu mais gostei se chamava Eli. Eli era alto, negro e magro, e sorria com sinceridade, ainda que pouco. Eli era professor de matemática. Eu nunca aprendi a fazer divisão." Ouça a coluna de Ewerton Martins... ... >>

Quase vizinha
"Quando fui ver, já chegávamos à porta da casa dela e eu não tinha a mínima ideia do que a gente tinha conversado pelo caminho. E ela se abria em sorrisos, o braço transpassado ao meu, como antigamente." Ouça a... ... >>

A cidade simulada
"Entre o partir e o ficar, o escritor mineiro sobe o arco na expectativa – talvez inconsciente – de poder mirar, lá de cima, o que há além-montanha, para só então se mover com segurança de destino. No entanto, tudo... ... >>

Elisa e Lísias (ou da nossa carência de educação estética)
"Fica o triste diagnóstico do nosso tempo: um tempo em que a realidade estabelecida por nossa imprensa e nossas instituições supera a ficção em sua capacidade de pôr em pauta o absurdo." Ouça a íntegra da coluna de Ewerton Martins... ... >>

Rádio, literatura e resistência
"Esta rádio fez o impensável: transmitiu, na íntegra, uma leitura coletiva do romance Dom Casmurro, de Machado de Assis. (...) A iniciativa me fez pensar no quanto somos carentes de veículos de comunicação e cultura que possam atuar assim, livres... ... >>

Dar uma oitava
"Sabe, talvez esse tenha sido o maior ensinamento que saquei de meu pai: o de que, na vida, é vital evoluir, lógico, mas que mais vital ainda é respeitar a si mesmo; respeitar o que somos. Evoluir, mas sem buscar... ... >>

O não-lugar do escritor
"Não seria o caso de nós, a academia, buscarmos formas de trazer pra dentro de nossos muros a literatura como prática? Um movimento nesse sentido não poderia ser positivo?" ... >>

O Pequeno Príncipe
"O que vemos no retrato é o nosso éthos contemporâneo e seus valores, como a produtividade, o sucesso, o controle, o interesse pelos números; a posição equivocada que o trabalho ocupa em nossas vidas, e as consequências disso: vidas artificiais."... ... >>

A imprensa e o confronto
"Os policiais que estão no ponto “x” devem jogar bombas no ponto “y”. Bombas de efeito moral para a consequência tumoral, como de praxe. E atirar balas de borracha também. E soltar os cachorros, vamos lá. Daí os policiais vão... ... >>

Paternidade
"Tem coisas que são pra entender com o coração, e não (só) com a mente. O amor é uma delas. Uma outra? A literatura." ... >>

Saudades do Amadeu
"Na livraria do Amadeu o cheiro misturava o tempo, e não havia catálogo, muito menos computador: lá o alfarrabista ordenava os livros era de cabeça, mesmo — e eram mais de 50 mil! Só de farra, eu perguntava por um... ... >>

Literatura como rompimento
"É disso que a literatura se alimenta e sobrevive: da subversão da rotina, do status quo; da quebra de pactos, da ordem, do sistema, do establishment; da proposição de algum estranhamento em relação aos dias correntes, ao modus operandi da... ... >>

Romance é romance e um lance é um lance
"Percebi que muitos dos meus amigos e familiares relacionavam o gênero literário "romance" com "relacionamento amoroso", que é um outro sentido que a palavra ganhou fora do campo literário e que se tornou, inclusive, mais comum. Vale, então, lembrar, que,... ... >>

Felicidade é o sorvete
"Tem um monte de frase que, apesar de bonita, não passa de treta. Como essa coisa de 'Não existe caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho'. Tudo bem, é bonito, é edificante, mas... não. Jogo do contente é... ... >>

Sísifo e o sexo
"Assim como o Sísifo, o homem também acaba condenado pelos deuses: condenado ao desejo — ao desejo e ao desejo de dar um desfecho ao seu desejo; saciá-lo. No que diz respeito à sua sexualidade, o homem está condenado a... ... >>

O paradoxo da literatura
"Gente que é assim, obstinada com paradoxos, não raro vive dentro de alguns deles. É uma espécie de looping infinito que não leva a lugar algum, mas que ao mesmo tempo mantém o sujeito em eterno movimento — olha aí,... ... >>

Um significado para a poesia
"Já a poesia, ao contrário, tal como a dança, parece ter apenas em si mesma a sua máxima finalidade. Ou seja, a poesia não busca chegar a lugar algum". Ouça a íntegra da coluna de Ewerton Martins Ribeiro ... >>

OUÇA A PROGRAMAÇÃO EM TEMPO REAL

Programas

Dom Casmurro

Universo Literário

Conexões

Expresso 104,5

Noite Ilustrada

Programas Especiais

Com a palavra...

Reportagens da produção

Séries e reportagens especiais


Jornalismo

Jornal UFMG

Colunistas do Jornal

UFMG Notícias

Reportagens e séries especiais

Palavra de candidato


Entre em contato

Conheça a rádio

Grade de Programação

Prêmios

Envie uma mensagem