Notícias – Espaço do Conhecimento UFMG
 
Acontece | Notícias

Por que o Sol é tão quente?

Descubra de onde vem a energia do Sol

 

Mesmo estando a quase 150 milhões de quilômetros do Sol, conseguimos sentir seu calor! Se não tomarmos cuidados, os raios da nossa estrela podem causar sérios danos à saúde. Mas, de onde vem toda essa energia?

 

 

 

Estrela soberana

Sim, o Sol é uma estrela! Ele é o corpo celeste central de um sistema que também abriga planetas, asteroides, cometas, satélites e poeira. Tudo isso gira ao redor dele.

 

Uma grande bola de gás

As estrelas têm luz própria e são conhecidas por produzir e emitir energia. Podemos defini-las como corpos celestes redondos compostos por gases. O sol é formado principalmente por hidrogênio e hélio.

 

Incandescente!

Nossa estrela tem uma temperatura de aproximadamente 15 milhões de graus Celsius. Sem ele, não teríamos luz, calor ou vida. Sua energia influencia a temperatura dos corpos celestes do Sistema Solar. Para você ter uma ideia, a cada 1,5 milionésimo de segundo, o Sol libera mais energia que os seres humanos consomem em um ano!

 

Energia que não para

Você deve estar se perguntando como uma bola de hidrogênio é capaz de criar esse calor! O Sol é grande e concentra muito hidrogênio, sendo mantido por uma forte gravidade. Com isso, a pressão e a temperatura lá dentro são muito altas, fazendo com que os átomos de hidrogênio colidam entre si, no que chamamos de fusão nuclear, e gerem hélio. Esse processo libera energia em uma reação em cadeia, que não cessa.

 

Fogo sem fim?


Mas, uma hora o Sol deve explodir! Os astrônomos estimam que ele tenha cerca 4,5 bilhões de anos, mais ou menos no meio de sua vida. A expectativa é que, daqui a 5 bilhões, o hidrogênio em seu núcleo acabe, fazendo com que a estrela não se sustente mais. A ciência acredita que ele se transformará em um grande e brilhante anel de poeira e gás. A previsão é que suas camadas mais externas sejam ejetadas para o espaço. No centro, restará um objeto denso, conhecido como anã branca.

 

Terra inabitável

Se hoje já nos preocupamos com as queimaduras que o Sol pode nos causar, imagine daqui a dois bilhões de anos. Bem antes de sua explosão, a estrela ficará cada vez mais brilhante, sendo capaz, por exemplo, de ferver os oceanos. A vida por aqui não será mais possível com um clima tão quente.

 

Enquanto podemos aproveitar o Sol, que tal pegar um bronze na piscina? Sempre acompanhado do protetor solar, é claro!

 

Saiba mais sobre astronomia aqui. #VEMPROESPAÇO