Primeira edição do Papo em Pauta em 2022 aborda temática ligada à convivência, trabalho e pandemia – Espaço do Conhecimento UFMG
 
acontece | Notícias | Primeira edição do Papo em Pauta em 2022 aborda temática ligada à convivência, trabalho e pandemia

Primeira edição do Papo em Pauta em 2022 aborda temática ligada à convivência, trabalho e pandemia

Em parceria com o Instituto Unimed-BH, o bate-papo acontecerá no dia 25 de janeiro, às 19h pelo canal  www.youtube.com/espacoufmg

 

Não há receita para viver em sociedade. Mas uma maneira de deixar essa experiência mais leve é compreender a condição humana. A pandemia e isolamento social tem reconfigurado a vida de boa parte das pessoas mundo afora, além do  modo como as relações de trabalho e até afetivas ocorrem. Durante os últimos quase 2 anos,  há exatos 22 meses desde que a  OMS declarou  a pandemia do coronavírus [em março de 2020],  o home-office e o teletrabalho se tornaram uma prática muito comum. Com isso, diversas  vantagens e desvantagens foram pontuadas por especialistas de várias áreas.  

 

No livro ‘No caos da convivência: Ideias práticas sobre a arte de lidar com os outros’, os autores Ângela Marques e Luiz Sá Martinho, professores universitários,  sugerem atos que impulsionam uma experiência de convívio em sociedade mais leve, compreendendo a condição humana de maneira mais abrangente, pontuando  variações de humor, acolhimento, possibilidades, limites, ânimos e fragilidades. 

 

Esse é o pano de fundo da primeira transmissão do Papo em Pauta em 2022. Trata-se de um  ciclo de palestras sobre saúde, cultura e bem estar, fruto de parceria entre o Espaço do Conhecimento UFMG e o Instituto Unimed-BH. Nesta edição o tema será Convivência, trabalho e pandemia: novas territorialidades e afetos. Durante a conversa, os convidados Ângela Marques, professora do Departamento de Comunicação Social da UFMG e Luís Sá Martino, professor titular do Programa de Pós Graduação em Comunicação da Cásper Líbero, vão bater um papo  com o público baseando-se no livro publicado em 2020, pela editora Vozes Nobilis. 

 

Durante a live, o público poderá participar enviando comentários e perguntas pelo chat. A próxima edição do Papo em Pauta acontece no dia 25 de janeiro,  às 19h, com transmissão ao vivo pelo canal www.youtube.com/espacoufmg. Acompanhe mais informações nas redes sociais do museu!

 


 

O Espaço do Conhecimento UFMG, por meio da Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep), estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes. No museu, a programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas, apresentações culturais, palestras e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o Espaço é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas Gerais. O Espaço integra a Diretoria de Ação Cultural (DAC) da UFMG, é amparado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com patrocínio do Instituto Unimed-BH*, viabilizado por mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores.

 

Sobre o Instituto Unimed-BH   

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH, desde 2003, desenvolve projetos socioculturais e ambientais visando a formação da cidadania, estimular o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas, ampliar o acesso à cultura, valorizar espaços públicos e o meio ambiente. Ao longo de sua história, o Instituto destinou cerca de R$140 milhões por meio das Leis municipal e federal de Incentivo à Cultura, viabilizado pelo patrocínio de mais de 5,2 mil médicos cooperados e colaboradores. No último ano, mais de 7 mil postos de trabalho foram gerados e 3,9 milhões pessoas foram alcançadas por meio de projetos em cinco linhas de atuação: Comunidade, Voluntariado, Meio Ambiente, Adoção de Espaços Públicos e Cultura, que estão alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. Clique aqui e conheça mais sobre os resultados do Instituto Unimed-BH. 

 

Sobre a Cemig

A Cemig é a maior incentivadora de Cultura em Minas Gerais e uma das maiores do país, investindo em projetos culturais, esportivos e sociais, por meio das leis de dedução fiscal estadual e federal; preservando o patrimônio, a memória e a identidade dos mineiros. Além de incentivar produtores e artistas, o apoio da Cemig traz benefícios diretos à população, que passa a ter acesso aos bens culturais de maneira mais segura e democrática. A experimentação também está aliada ao negócio da empresa que, além de trabalhar com fontes de energia limpas e de matrizes energéticas sustentáveis, busca continuamente a inovação, aliada à pesquisa e ao desenvolvimento.