Ensino da UFMG é mais uma vez o melhor do país, segundo ranking da Folha de S.Paulo
  • 19
  • 09
Fonte: Agência de Notícias da UFMG. Imagem: Foca Lisboa/UFMG, 2014

Pelo terceiro ano consecutivo, o ensino da UFMG é classificado como o melhor do país entre as 195 universidades, públicas e privadas, avaliadas na edição 2016 do Ranking Universitário Folha (RUF), divulgada nesta segunda-feira, 19, pelo jornal Folha de S.Paulo. Na classificação geral, a UFMG é a quarta colocada, atrás da UFRJ, da USP e da Unicamp.

Para o reitor Jaime Ramírez, o resultado é fruto do trabalho de muitas gerações e não pode ser interpretado “como uma corrida com outras instituições, mas como um processo que resultou de esforço coletivo, envolvendo todas as áreas do conhecimento”.

A UFMG oferece 39 do total de 40 cursos de graduação avaliados pelo RUF. Mais de 80% deles estão classificados nas cinco primeiras colocações.

Jaime Ramírez afirma que “é uma honra estar sempre entre as cinco melhores universidades do país, em todas as classificações”, e cumprimenta docentes, alunos e servidores técnico- administrativos por mais esse resultado. “Nossa missão é oferecer uma formação de qualidade e contribuir para a sociedade. Cumprindo essa missão, estaremos em uma situação de destaque em qualquer avaliação”, observa.

O reitor também ressalta que o ensino da UFMG é forte não apenas em algumas áreas, mas apresenta desempenho homogêneo em todos os campos, o que se reflete também nas outras quatro dimensões avaliadas pelo Ranking – Mercado de trabalho, em que a Universidade aparece em segundo lugar, com 17,9 pontos em uma escala de 18; Inovação (3° lugar, com 3,94 pontos em 4); Pesquisa científica (7° lugar, com 39,84 pontos em 42) e Internacionalização (9º lugar, com 3,56 em escala de 4 pontos).

Na dimensão Qualidade do ensino, o RUF considera os quesitos nota dos alunos no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), proporção de mestres e doutores no corpo docente, proporção com dedicação exclusiva ou parcial e entrevista com docentes qualificados como avaliadores do Ministério da Educação. “Esses avaliadores visitam nossos cursos periodicamente e atestam que a proposta do ensino de graduação na UFMG é muito bem estruturada, seja em cursos antigos, consolidados, seja em formações novas”, comenta Jaime Ramírez.

No quesito pesquisa científica, a UFMG está classificada a menos de dois pontos da primeira colocada nesse item – a Universidade de São Paulo, com 41,36.

Mais Notícias
Professora Elza Conceição saudou ex-diretores. Na mesa, a vice-diretora Rogeli Peixoto, a vice-reitora Sandra Goulart Almeida, o reitor Jaime Ramírez, o diretor Henrique Pretti e o reitor Tomaz Aroldo da Mota Santos (gestão 1994-1998). Foto: Foca Lisboa/ UFMG
  • 19 jun 2017
  • 0
Professora Elza Conceição saudou ex-diretores. Na mesa, a vice-diretora Rogeli Peixoto, a vice-reitora Sandra Goulart Almeida, o reitor Jaime Ramírez, o diretor Henrique Pretti e...
Conferência de abertura da SBPC Educação, por Fernando Haddad
  • 17 jul 2017
  • 0
O ex-ministro da Educação Fernando Haddad, professor da Universidade de São Paulo, proferiu a conferência de abertura da SBPC Educação, realizada nos dias 6 e...
Dirigentes se reuniram na Sala de Sessões da Reitoria. Foto: Raíssa César / UFMG
  • 6 set 2017
  • 0
Na segunda (5), alguns dirigentes se reuniram na Sala de Sessões da Reitoria para discutir pautas da Conferência Regional de Educação Superior para América Latina...