Pró-reitores da região Sudeste debatem desafios da extensão em encontro na UFMG
  • 05
  • 04
Nilma Lino Gomes fará a conferência de abertura. Foto: Secom/PR

A extensão universitária em tempos de crise política e institucional será abordada pela professora da Faculdade de Educação e ex-ministra das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, na conferência de abertura do 48º Encontro Regional do Fórum de Pró-reitores da Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior (Forproex) Sudeste, no campus Pampulha. O evento começa às 18h, na Faculdade de Ciências Econômicas.

“Esta edição tem como pauta a reflexão sobre os desafios e perspectivas da extensão universitária no atual momento do país e integra as comemorações dos 90 anos da UFMG”, explica a pró-reitora de Extensão, Benigna Maria de Oliveira. A promoção é da própria Universidade em parceria com a Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG).

O evento reúne os pró-reitores de extensão, professores e servidores de universidades públicas da região Sudeste. Ainda na abertura, haverá apresentação do Grupo de Percussão da Escola de Música da UFMG, projeto de extensão criado em 1998, coordenado pelos docentes Fernando Rocha e Fernando Chaib e com várias premiações no currículo. Integram o grupo os estudantes Douglas Rafael, Emi Ayo, Marcos Vinicio, Rafael Zeringota e Saul Araújo.

A primeira mesa do evento, na quinta-feira, 6, vai abordar a Creditação da extensão universitária nos cursos de graduação: diálogos e possibilidades, a partir das 9h15. Os debatedores são os professores Luiz Mello de Almeida Neto, pró-reitor de Graduação da Universidade Federal de Goiás (UFG), Maria Mello de Malta, pró-reitora de Extensão da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Maria Virgínia Filomena Cremasco, coordenadora de Extensão da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A pró-reitora Benigna Maria de Oliveira fará a mediação. O assunto foi abordado na edição 1971 do Boletim UFMG, que circula nesta semana.

Baião destemperado

Ainda na quinta, a partir das 12h, a tenda da Praça de Serviços recebe a apresentação Dança sobre o baião destemperado, do Barbatuques, com o grupo do Cefet-MG e coreografia de Cláudio Campanha, Patrícia Gea e Juliana Veneroso. A performance reúne elementos regionais, contemporâneos e tradicionais relativos à cultura do forró e ao som do corpo. Em seguida, será ministrada oficina de iniciação à consciência sonora do corpo, que vai possibilitar aos participantes uma imersão na música-movimento. Não há necessidade de inscrição prévia.

As atividades do 48º Encontro do Forproex Sudeste seguem até 7 de abril, com mesas, eleições da coordenação e vice-coordenação do Fórum e reunião da equipe do projeto Corredor Cultural do Sudeste, que trabalha para incrementar agenda de atividades culturais e artísticas nos campi universitários. Ao fim, será elaborada a Carta de Belo Horizonte, documento que condensará as principais discussões realizadas durante os três dias do evento.

A programação e outras informações estão disponíveis no site do evento.

(Assessoria de Comunicação da Proex)

Mais Notícias
Selo 90 anos UFMG
  • 17 jul 2017
  • 0
POR JAIME RAMÍREZ* E SANDRA GOULART ALMEIDA** Neste ano, ao celebrar 90 anos de existência, a UFMG mantém viva a memória do seu percurso e...
Godfroid: conceito de saúde única possibilita planejar ações contra epidemias. Foto: Foca Lisboa/ UFMG
  • 21 jun 2017
  • 0
Em conferência que integra o ciclo UFMG, 90 anos: desafios contemporâneos, o médico e doutor nas áreas de biologia molecular e ciência veterinária, Jacques Godfroid...
Reitores da UFMG e PUC Minas divulgam carta aberta sobre atual momento político
  • 19 maio 2017
  • 0
Os abalos que assolam a vida política e social no Brasil, “seguidos e cada vez mais preocupantes”, que levam “à sensação de que a corrupção...