‘Cevex fortalece a memória e os valores da extensão’, afirma pró-reitora
  • 04
  • 09
Grupo homenageado por suas contribuições ao crescimento da extensão na UFMG. Foto: Foca Lisboa / UFMG

Grupo homenageado por suas contribuições ao crescimento da extensão na UFMG. Foto: Foca Lisboa / UFMG

 

O Centro Virtual de Memória da Extensão (Cevex), que articula a memória e a história da UFMG por meio de informações sobre a trajetória da extensão, foi lançado nesta sexta-feira, 1º de setembro, em solenidade realizada na Sala de Sessões do prédio da Reitoria. A pró-reitora de Extensão, Benigna Maria de Oliveira, destacou que o Centro representa contribuição da área para as comemorações dos 90 anos da UFMG.

“Não imaginávamos que seria uma ocasião tão oportuna em razão do momento que vivemos de ameaça aos direitos, de tantos retrocessos. A extensão tem sofrido muito, e é fundamental resgatar sua memória, fortalecer seus valores de transformação, de contribuição para a emancipação das pessoas e de valorização da diversidade”, afirmou.

Conduzido pela pró-reitora adjunta de Extensão, Cláudia Mayorga, o trabalho que resultou na criação do Cevex consistiu em levantamento, organização e análise de documentos, registros, produtos e discursos, com foco na política institucional, programas e projetos, experiências e participação estudantil e comunitária. Ele foi executado por equipe multidisciplinar, formada por servidores técnico-administrativos e bolsistas de psicologia social, museologia e outros cursos, num trabalho intenso de pesquisa, documentação e entrevistas.

“A história da extensão na UFMG é uma história de democratização da universidade, de democratização dos saberes que são aqui produzidos e contribuem para a discussão dos problemas que marcam a sociedade brasileira em suas diversas áreas”, afirmou Cláudia Mayorga.

Homenagens

Durante a solenidade, que contou a presença do reitor Jaime Ramírez e da vice-reitora Sandra Goulart Almeida, foram homenageadas pessoas que dedicaram sua atuação na UFMG ao fortalecimento da extensão: os pró-reitores Elizabeth Costa Dias (1976-1978), Evandro José Lemos da Cunha (1980-1982 / 1994-1998), Renato Quintino dos Santos (1982-1984), Tomaz Aroldo da Mota Santos (1984-1986), Edison José Corrêa (1998-2006), Ângela Imaculada de Freitas Dalben (2006-2010) e Efigênia Ferreira e Ferreira (2012-2014); a servidora Edite Cunha, que representa os técnicos-administrativos atuantes em ações de extensão; a estudante Marilza Máximo, representante do corpo discente; e a ativista Letícia Oliveira Gomes de Faria, do Movimento dos Atingidos por Barragem.

(Com Assessoria de Comunicação da Pró-reitoria de Extensão)

Mais Notícias
Performance Invisibilidade social, de Felipe Soares, vai se alternar entre os três equipamentos culturais que sediam o evento. Foto: Ramon Brant
  • 13 fev 2017
  • 0
O binômio visibilidade/invisibilidade é o tema da 11ª edição do Festival de Verão, que será realizada de 20 a 23 deste mês Ewerton Martins Ribeiro*...
Coral da Escola de Engenharia, regido pelo maestro Gabriel Gama, fez apresentações na solenidade. Fotos: Foca Lisboa/ UFMG
  • 29 mar 2017
  • 0
Ocorrida há exatos cem anos, a colação de grau da primeira turma da Escola de Engenharia foi lembrada na manhã desta quarta-feira, 29, em solenidade...
Revitalização foi marcada pelo uso de materiais e tecnologia de ponta sem descaracterizar o presépio, construído por acumulação. Foto: Tati Motta
  • 24 abr 2017
  • 0
Revitalização foi marcada pelo uso de materiais e tecnologia de ponta sem descaracterizar o presépio, construído por acumulação. Foto: Tati Motta   por MATHEUS ESPÍNDOLA*  ...