Entre o futuro e a memória
  • 08
  • 09
Professor Wilde Lacerda trabalhando na escultura “Monumento à Galileu”, que se encontra hoje exposto no Campus da UFMG. Data: Década de 1970. Acervo: Banco de Imagens FTC/EBA/UFMG.

UFMG inicia comemorações dos seus 90 anos de fundação com exposição e lançamento de hotsite e selo

Ana Rita Araújo

Solenidade na Sala de Sessões da Reitoria marca, na tarde desta quinta, dia 8, a abertura das comemorações dos 90 anos da UFMG, que serão completados em 7 de setembro de 2017. Na cerimônia, serão lançados hotsite, que reunirá todas as informações relativas ao tema, e selo que durante os próximos 12 meses vai ilustrar produtos informativos e de comunicação alusivos à comemoração. Também será inaugurada a exposição Dom Quixote, Portinari e Drummond, releituras de Cervantes, coordenada pela Diretoria de Ação Cultural.

Organizadas por comissão presidida pela vice-reitora Sandra Goulart Almeida, as comemorações vão incluir atividades que congreguem todos os setores da vida institucional. Estão programados eventos culturais e acadêmicos e debates a respeito de importantes temas da atualidade. De acordo com documento elaborado pela Comissão dos 90 anos, “as atividades propostas desdobram-se em duas direções distintas e, ao mesmo tempo, complementares”. A primeira pretende explorar o posicionamento da UFMG no futuro e as potencialidades para sua crescente atuação nos campos do ensino, da pesquisa e da extensão. O segundo viés é o do resgate de histórias e memórias da Universidade, “a fim de melhor situá-la no contexto presente, indicando também caminhos e trajetos para sua atuação futura”.

Para atender a esse objetivo, está programado ciclo de conferências com participação de pesquisadores internacionais. “A ideia é discutir os desafios contemporâneos, em termos acadêmicos, nas várias áreas do conhecimento”, comenta Sandra Goulart Almeida. As conferências serão publicadas em livro que se somará aos demais lançamentos de publicações por ocasião das festividades. Também haverá eventos acadêmicos que reunirão dirigentes universitários e pesquisadores para discutir o compromisso social das instituições de ensino superior, o futuro da Universidade e sua inserção regional na América Latina.

Segundo a vice-reitora, as unidades acadêmicas têm participado ativamente na construção da agenda dos 90 anos, que também incluirá atividades artísticas e culturais e premiações como a Medalha de Honra UFMG, que desde 2001 destaca ex-alunos pela relevância de sua atuação profissional e social. A programação inclui a realização, de 16 a 21 de julho de 2017, da 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

De acordo com o reitor Jaime Ramírez, os temas da programação estão sendo propostos em sintonia com o atual momento, caracterizado por desafios, incertezas e por pelo menos uma convicção: a de que instituições como a UFMG são a soma das individualidades, “mas que forma um conjunto que é muito maior do que todos nós”. Ele acredita que esse traço, típico de instituições sólidas, garante sua permanência e longevidade, a despeito das dificuldades conjunturais. “Em quase 90 anos de trajetória, a UFMG nunca se afastou do seu compromisso com a construção de um país mais justo, equânime e solidário, e vamos prosseguir nessa rota”, afirma o reitor.

Mais Notícias
Foto: Foca Lisboa/ UFMG
  • 4 set 2017
  • 0
Duas entidades, professor emérito e família de poetas serão agraciados com a Medalha Reitor Mendes Pimentel   Instituída por ocasião das comemorações de 80 anos...
Microscopia eletrônica será tema de um dos 53 minicursos oferecidos. Foto: Foca Lisboa
  • 1 jun 2017
  • 0
Microscopia eletrônica será tema de um dos 53 minicursos oferecidos. Foto: Foca Lisboa   Os estudantes da UFMG que se inscreverem nos minicursos oferecidos durante...
Banner SBPC
  • 17 maio 2017
  • 0
Estão abertas, até 3 de julho, as inscrições para os 53 minicursos que serão ofertados durante a 69ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o...