Planejamento Estratégico

O Comitê de Governança Digital, instituído pela Portaria nº 259 de 29 de novembro de 2018, e o Comitê dos Sistemas Acadêmicos, recomposto pela Portaria nº 2.705 de 11 de maio de 2020, são as principais instâncias de alta gestão para o direcionamento estratégico e a governança da área de TIC. Fica a cargo desses comitês a aprovação de diretrizes e a tomada de decisões para orientar as ações da Diretoria de Tecnologia da Informação.

O Plano Diretor de Tecnologia da Informação e Comunicação da UFMG é um instrumento de diagnóstico, planejamento e gestão, que apoia a instituição nas decisões que concernem às soluções e serviços de Tecnologia da Informação. Nele, estão descritos objetivos, metas e planos de ação com execução planejada para o período de vigência, de acordo com as necessidades da instituição.

O PDTIC UFMG 2021-2024 foi elaborado por equipes designadas pelo CGD e aprovado pelo comitê em reunião deliberativa no dia 15 de abril de 2021. O documento está em consonância com as diretrizes e os objetivos estratégicos definidos no Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFMG 2018-2023, instrumento que é a principal referência de planejamento e avaliação da Universidade. Além disso, buscou-se o alinhamento à Estratégia de Governo Digital (EGD) 2020-2022, instituída pelo Decreto nº 10.332, de 28 de abril de 2020.

Ao longo da execução do PDTIC vigente, as metas e indicadores serão acompanhados, auferidos e os resultados publicados neste site visando garantir maior transparência e publicidade às ações da DTI.

Planejamento anterior

Nos últimos anos, a DTI conduziu suas ações com base no Planejamento Estratégico em Tecnologia da Informação da UFMG 2015-2020, que teve sua vigência prorrogada para junho de 2021. Novos patamares de eficácia e eficiência institucional foram atingidos, cumprindo-se quase a totalidade das metas estabelecidas pela UFMG, em especial as elencadas para a TIC no PDI da universidade.

As ações do PETI 2015-2020 foram estruturadas em Projetos Estratégicos, Táticos e Operacionais, cujas apurações podem ser visualizadas nos documentos a seguir.

• Projetos Táticos e Operacionais (projetos concluídos)
• Projetos Estratégicos (resultados)

Índice de Governança Aferido

Para o acompanhamento do crescimento de sua governança, a UFMG baseou-se ao longo da última década no índice de medição proposto pelo Tribunal de Contas da União (TCU), o iGovTI.

O iGovTI era calculado a partir das respostas dadas pelas instituições a um questionário aplicado a cada dois anos pelo Tribunal. Sua escala possui valores que variam de 0 até 1, onde 1 é o máximo a ser alcançado. Ao longo do período em que foi utilizado, o índice permitiu aferir a evolução da governança na UFMG, até sua extinção em 2018.

Os maiores saltos se deram a partir das ações estratégicas realizadas pela DTI. Em função das realizações obtidas pelo PETI, estima-se que se o iGovTI tivesse sequência em 2018 e 2020 a UFMG teria alcançado o nível Aprimorado.

2010

2012

2014

2016

2020

iGovTI

0,35

0,38

0,59

0,63

Estima-se > 0,70

NÍVEL

Básico

Básico

Intermediário

Intermediário

Aprimorado