O programa foi criado especialmente para estudantes dos cursos de graduação presenciais da UFMG, de acordo com critérios pré-estabelecidos de vulnerabilidade econômica, social e cultural. É necessário estar regularmente matriculado e ser frequente às aulas.

O primeiro passo para participar do programa é a solicitação da análise socioeconômica. Para isso, estudantes interessados(as) e que concluíram o processo de registro acadêmico, devem preencher o questionário socioeconômico disponível no site da Fump e anexar os documentos solicitados. Uma assistente social realizará a análise do questionário e dos documentos. Posteriormente, a Fump enviará um e-mail informando o resultado final da classificação socioeconômica de cada participante.

Classificações Socioeconômicas

  • Nível I: estudantes de família de baixa renda, cuja condição socioeconômica desfavorecida lhe restringe as oportunidades de capacitação e inclusão. Ele apresenta indícios de vulnerabilidade social caso não receba apoio para suprir suas necessidades básicas e corre risco de evasão logo no início de sua trajetória acadêmica.

  • Nível II: estudante de famílias de baixa renda, cuja condição socioeconômica desfavorecida lhe dificulta a permanência na UFMG até a conclusão de seus estudos. Embora possua suporte familiar um pouco mais consistente, caso não receba apoio para suprir suas necessidades básicas, poderá ficar retido por mais tempo para a integralização do curso ou até mesmo não conseguir concluir a graduação.

  • Nível III: estudante que necessita de apoio para transposição de alguns impedimentos ao bom desempenho acadêmico, amenizando, assim, as dificuldades que apresenta.

  • Níveis IV-A e IV-B: esses níveis são exclusivos para acesso aos Restaurantes Universitários através de preços subsidiados e têm como critério a renda per capita do grupo familiar. Os estudantes com renda familiar até um salário mínimo per capita pagam R$ 2,00 por refeição, e são classificados no Nível IV-A. Alunos com renda familiar de um a três salários mínimos per capita desembolsam o valor de R$ 2,90 por refeição e são classificados no Nível IV-B.