Desde o primeiro período letivo de 2019, estão funcionando as novas Normas Gerais de Graduação (NGG) da UFMG. Essas normas regulamentam e fornecem orientações para as questões relacionadas aos cursos de graduação, tais como estrutura curricular e gestão dos cursos, matrícula e trancamento, ingresso e desligamento, desempenho acadêmico, entre outras.

Acesse o site da Pró-reitoria de Graduação (Prograd). Na página, você também consegue assistir a uma série de cinco vídeos que explicam, de estudante para estudante, algumas das novas normas.

A solicitação de matrícula é feita todo semestre pelo(a) estudante via internet, podendo ser utilizados o sistema MinhaUFMG ou o aplicativo SigaUFMG, disponível para Android e IOS. Para isso, você deve logar no portal MinhaUFMG com o seu perfil e senha.

Na UFMG o percurso universitário não é igual para todos os estudantes de um mesmo curso. Isso acontece porque a grade curricular permite que o discente exerça protagonismo sobre a escolha de algumas disciplinas que irá cursar, segundo seus interesses pessoais e prioridades. É no momento da matrícula que o(a) estudante decide quais disciplinas cursar no semestre, entre as atividades obrigatórias e optativas tanto de seu curso (núcleo específico) quanto de outros, nos núcleos geral, complementar e avançado.

Como geralmente as disciplinas do primeiro semestre são compostas por atividades obrigatórias, durante esse primeiro ciclo acadêmico - e com o auxilio do Colegiado - o(a) calouro(a) vai se familiarizando e compreendendo cada uma dessas opções possíveis de atividades curriculares. Dessa forma, quando for realizar a matrícula do segundo semestre, estará ciente das possibilidades possíveis, de forma a optar pelo percurso acadêmico que julgar mais interessante para sua formação.

Existem alguns pré-requisitos que devem ser respeitados no requerimento de matrícula. Além de levar em conta a sequência de atividades previstas no seu currículo, preste atenção nos limites mínimo e máximo de créditos que devem ser cursados em cada semestre.

Em caso de dúvidas, consulte sempre o seu colegiado de curso.

Cada atividade acadêmica curricular realizada durante o seu percurso vale uma determinada quantidade de créditos, que se acumulam ao longo da graduação.

Além dos créditos adquiridos por meio do cumprimento das disciplinas previstas na sua grade curricular, você conquista outros participando de atividades acadêmicas complementares, comparecendo em eventos científicos e culturais, realizando pesquisas e estágios profissionais ou ainda fazendo parte de projetos de extensão, entre outras possibilidades. Consulte seu colegiado para entender como os créditos são distribuídos em seu curso.

A cada período letivo, estudantes devem responder a um questionário para avaliação de professores(as). É assim que é realizada a avaliação interna dos cursos de graduação da UFMG. Esse questionário é preenchido, virtualmente, no Portal MinhaUFMG, como uma etapa do requerimento de matrícula para o período letivo seguinte.

Os resultados desse questionário fazem parte dos procedimentos de autoavaliação institucional e, por isso, representam um importante elemento para a melhoria da qualidade dos cursos ofertados na UFMG.

Em muitos casos, estudantes podem se sentir prejudicados(as) nas decisões que são tomadas com base nas legislações acadêmicas. Entretanto, a eles é dado o direito de recorrer de uma decisão, por meio de recurso.

Mas atenção! O prazo para recurso é de até 10 (dez) dias corridos, contados a partir do momento em que o(a) estudante teve ciência da tal decisão ou da sua divulgação pública nos seguintes órgãos:-

  • Colegiado de Curso;
  • Congregação da Unidade Acadêmica.
  • Câmara de Graduação ou Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Informações mais detalhadas sobre esse tema estão no Regimento Geral da Universidade e também na Resolução do Conselho Universitário nº 13/2010.

É uma atividade acadêmica curricular, obrigatória ou não, que complementa e aprimora a formação acadêmica do(a) estudante. Constitui oportunidade para vivenciar, na prática, aspectos essenciais de sua área, contribuindo para a sua formação profissional.

Na UFMG, é a Resolução Cepe nº 02/2009, de 10 de março de 2009, que regulamenta o estágio em cursos de graduação. O documento e outras informações se encontram disponíveis no site da Prograd.

Já pensou cursar disciplinas do mestrado ou do doutorado enquanto estiver fazendo a sua graduação? Na UFMG, isso é possível desde 2014, com a regulamentação dos Grupos de Disciplinas de Formação Avançada.

A iniciativa promove uma importante integração entre diferentes níveis de ensino e, ainda, oferece a oportunidade para que estudantes entrem em contato, desde cedo, com uma formação mais aprofundada. Quem sabe esse não é o pontapé inicial para pensar numa futura pós-graduação? Nesse caso, o estudante pode ainda integralizar parte dos créditos que já foram cursados durante a graduação.

A oferta dos Grupos de Disciplinas de Formação Avançada é regulamentada pelos colegiados de graduação e de pós-graduação de cada curso. Procure saber se isso já está regulamentado na sua unidade acadêmica.

Outra oportunidade para a integralização eficiente de créditos está na formação em extensão universitária. A formação atende às Diretrizes para a Extensão na Educação Superior Brasileira, que estabelece que 10% dos créditos exigidos para a integralização de cursos de graduação sejam obtidos por meio da participação de estudantes em ações de extensão universitária.

Dessa forma, estudantes entram em contato direto com conteúdos relacionados às realidades regionais do país, nas dimensões social, cultural, ambiental e econômica.

Trata-se de um tipo especial de formação complementar que aborda temáticas de interesse geral, com o objetivo de desenvolver no(a) estudante senso crítico por meio de um estudo aprofundado de importantes questões do país e da humanidade.

Qualquer estudante de qualquer curso da UFMG pode se matricular em alguma formação transversal de seu interesse, no mesmo período da matrícula para os núcleos geral ou complementar. E a iniciativa ainda traz um outro ganho: estudantes de diversas áreas participam das mesmas aulas e dos mesmos projetos.

Atualmente são ofertadas nove formações:
• Acessibilidade e Inclusão;
• Culturas em Movimento e Processos Criativos;
• Direitos Humanos;
• Empreendedorismo e Inovação;
• Estudos Internacionais;
• Gênero e Sexualidade – Perspectivas Queer/LGBTI;
• Relações Étnico-raciais, História da África e Cultura Afro-brasileira;
• Saberes Tradicionais.
Em caso de dúvidas, procure a Secretaria das Formações Transversais, pelo telefone: 3409 6590 ou por email: transversal@prograd.ufmg.br.

A Diretoria de Inovação e Metodologias de Ensino, conhecida como GIZ, é vinculada à Pró-reitoria de Graduação (Prograd) e foi criada para se pensar práticas novas e melhores de educação.

Entre várias iniciativas, o GIZ oferece o Percurso Discente Universitário (PDU), que visa aprimorar as habilidades do(a) estudante de graduação no desenvolvimento de sua autonomia na vida acadêmica, por meio de diversas oficinas que apresentam ao(à) estudante recém-chegado(a) técnicas de leitura e escrita acadêmica e dicas para apresentação de trabalhos, entre outras atividades, como elaboração de projeto de pesquisa e produção de vídeos, mapas conceituais e portfólio.

Acesse o site do GIZ para conhecer melhor as oportunidades.