Category: Notícias (page 1 of 7)

Ciclo de Encontros 230 anos da Inconfidência Mineira

Post Encontros 03 out-01

O Museu Casa Padre Toledo e o Centro de Estudos e Biblioteca, espaços do Campus Cultural UFMG em Tiradentes, convidam para uma terceira edição do ciclo de encontros comemorativos aos 230 anos da Inconfidência Mineira, a realizar-se nos dias 3 e 4 de outubro, no Quatro Cantos Espaço Cultural (Rua Direita, 5).

Os dois eventos terão como palestrante e mediador o pós-doutorando no Programa Nacional de Pós-Doutorado da Capes (PNPD), Escola de Música/UFMG, Robson Bessa. Compõem o currículo do convidado titulações como: doutor em Teoria da Literatura e Literatura Comparada (FALE-UFMG/Università Orientale di Napoli), mestre em Musicologia (Escola de Música/UFMG) e especialista em Cravo (Universitè de Montréal, Canadá).

Na quinta (3), às 14h, será realizada a palestra “Música Colonial Mineira”, versando sobre os encontros e desencontros de europeus, africanos, índios e cristãos novos que, juntos e misturados, gerou um estilo musical bastante particular (mas pouco estudado) de Minas Gerais, produzindo centenas de milhares de obras identificadas em grandes arquivos existentes nas cidades históricas do estado.

Na sexta (4), às 13h, Robson Bessa faz a mediação de uma reunião aberta com o tema “Música como objeto de pesquisa”, reunindo interessados em pesquisar sobre a “Música Colonial Mineira” para debater os desafios e propostas diante dos acervos e às formas de se apresentar essa música ao público. A reunião também contará com a mediação do Presidente da Sociedade Orquestra e Banda Ramalho, Willer Ferreira.

Todas as edições do ciclo de encontros têm entrada franca e destinam-se a professores, estudantes, historiadores, pesquisadores, gestores culturais e moradores de Tiradentes e região.

O certificado de participação poderá ser fornecido. Mais informações: (32) 3355 1257.

Serviço

Evento: Ciclo de Encontros 230 anos da Inconfidência Mineira – Campus Cultural UFMG em Tiradentes
Data: 03 e 04 de outubro 2019
Horários: 14h (quinta) e 13h (sexta)
Local: Quatro Cantos Espaço Cultural
Entrada franca
Mais informações: (32) 3355-1257 Tiradentes

 

Chamada CCT 002/2019 – Resultado

Em atendimento ao Edital de Chamada CCT 002/2019, para seleção de apresentações artísticas participantes do Poente Cultural, projeto integrante do programa Circuito Cultural UFMG, o Campus Cultural UFMG em Tiradentes divulga as propostas selecionadas:

Período de Realização Nº de Protocolo Proponente Proposta/Grupo
Setembro de 2019 013
Priscila Natany
Espetáculo Outono – Priscila Natany
Outubro de 2019 012 Amanda Amaral Arcanjos em o que chamo de telhado – Arcanjos
As proponentes selecionadas devem aguardar o contato do Campus Cultural, em breve, com as informações sobre  o processo de contratação e orientações sobre a apresentação artística, por meio do endereço de e-mail informado no documento de inscrição.
 
 

Campus Cultural UFMG em Tiradentes seleciona performances artísticas para o projeto Poente Cultural UFMG

O Campus Cultural UFMG em Tiradentes, por meio da Diretoria de Ação Cultural (DAC), torna pública, para a comunidade em geral, a chamada de seleção de propostas de apresentações artísticas para compor a programação do projeto Poente Cultural UFMG, integrante do Circuito Cultural UFMG, nos meses de setembro e outubro de 2019.

Serão selecionadas até 2 (duas) propostas para apresentações únicas, nas áreas de música, teatro de rua ou para espaços não convencionais, performance ou práticas da tradição.

As apresentações serão realizadas em um dos espaços pertencentes ao Campus Cultural UFMG em Tiradentes – Museu Casa Padre Toledo, Sobrado Quatro Cantos ou Casa de Cultura – ou em espaços alternativos da cidade.

A seleção das propostas será regida pelas cláusulas e condições constantes da Chamada 002 CCT de 27 de agosto de 2019.

As inscrições serão realizadas de 27 de agosto a 08 de setembro de 2019, exclusivamente pelo e-mail campustiradentes@dac.ufmg.br, para o qual deverão ser encaminhados os documentos solicitados.

Edital e Anexos

Chamada 002 CCT de 27 de ago 2019

Formulário Proposta

Modelo de Declaração

Aberta em 17 de agosto, a exposição “Olhares: uma narrativa do cotidiano” pode ser vista até 8 de setembro

IMG-20190817-WA0009

Abertura da exposição no sábado (17), no Museu Casa Padre Toledo (Foto: Verona Segantini)

A tarde do dia 17 de agosto (sábado), no Museu Casa Padre Toledo, foi marcada pela abertura da instalação “Olhares: uma narrativa do cotidiano”, que mescla fotografias e pequenos textos opinativos de alunos da Escola Estadual Basílio da Gama, de Tiradentes.

A exposição resume as vivências fotográficas educomunicativas dos estudantes, nos campos das artes, urbanidades e sustentabilidade, compondo narrativas sobre a relação que estabelecem para com a cidade turística, face a questões como “Você gosta de morar em Tiradentes?” e “O que você mudaria em Tiradentes?”.

A proposta tem origem na pesquisa “A identidade da População de Tiradentes/MG frente à gentrificação”, desenvolvida pela mestranda Silvia Cristina dos Reis, da UFSJ e pode ser conferida até 8 de setembro.

Aproveite e conheça a nova exposição de longa duração do Museu, com imagens e acervos que tratam sobre a Casa, o Padre Toledo e sobre a Vila de São José Del Rei, locais e personagens que integram a história da Inconfidência Mineira.

Outras duas exposições temporárias abertas à visitação, no Museu Casa Padre Toledo, são a Mostra Frei Vellozo (jardim) e “Lugares Imaginários”(até 31 de agosto).

O Museu abre de terça a sexta, das 10h às 17h; sábados, das 10h às 16h30 e domingos, das 9h às 15h.

A entrada é gratuita para estudantes e professores do sistema de ensino público (básico, fundamental, médio e superior) e para residentes em Tiradentes, São João del-Rei e Santa Cruz de Minas. Estudantes e professores do sistema de ensino privado (idem) e maiores de 60 anos pagam meia entrada (R$ 5,00) e os demais públicos pagam inteira (R$ 10,00).

(Fotos: Verona Segantini)

#Olhares #EEBasíliodaGama #Educação #Cultura #Cidadania #UFSJ #MuseuPadreToledo #CampusCulturalUFMG #Tiradentes

Exposição “Olhares: uma narrativa do cotidiano”

Mostra Olhares, no Museu Casa Padre Toledo, traz narrativas das vivências fotográficas de estudantes de Tiradentes

A entrada é franca na abertura da exposição, às 15h do dia 17 de agosto (sábado)

Registro da atividade fotográfica com alunos da Escola Estadual Basílio da Gama, em Tiradentes (Foto: Sílva Reis)

Registro da atividade fotográfica com alunos da Escola Estadual Basílio da Gama, em Tiradentes (Foto: Silvia Reis)

A instalação Olhares: uma narrativa do cotidiano traz recortes com detalhes e lugares do espaço urbano de Tiradentes sob os olhares dos estudantes da Escola Estadual Basílio da Gama e é mais uma atração do Museu Casa Padre Toledo, em exposição de 17 de agosto a 08 de setembro de 2019. Na abertura, às 15h de sábado (17), e até o fechamento do Museu, às 16h30, a entrada é franca. Nos demais dias, a entrada continua gratuita para moradores de Tiradentes, São João del-Rei e Santa Cruz de Minas e para estudantes e professores do sistema de ensino público.

Olhares é a síntese das vivências fotográficas educomunicativas inter/transdisciplinares, nos campos das artes, urbanidades e sustentabilidade, realizadas com alunos secundaristas da Basílio da Gama, de maio a julho deste ano, evidenciando detalhes e lugares do espaço urbano nem sempre percebidos.

Para expressar os anseios dos estudantes envolvidos quanto à dinâmica urbana do município enquanto cidade turística, a instalação mescla fotografia e pequenos textos opinativos sobre a relação que estabelecem para com a cidade, em resposta às questões: “Você gosta de morar em uma cidade turística?” e “O que você mudaria em Tiradentes?”. Participam, como artistas: Cali, Felps, Lawier, Preto, Sunce Pali, Tuti, Veltti e Phaniistuff. Na curadoria, além da pesquisadora Sílvia Reis, a professora da UFSJ Luciana Beatriz Chagas e a estudante Thais de Almeida.

O projeto decorre da pesquisa “A identidade da população de Tiradentes/MG frente à gentrificação”, desenvolvida pela mestranda Silvia Cristina dos Reis, da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), cujo objeto de análise são as vivências educomunicativas desenvolvidas nessa escola. Segundo o estudo de Sílvia, a amostra de pesquisa – que deu origem à exposição – selecionou as atividades nas quais a fotografia atua propiciando a valorização da cultura regional, assim como o desenvolvimento da consciência crítica, diante dos processos de gentrificação desencadeados pela chegada maciça de “estrangeiros” em Tiradentes.

Museu Casa Padre Toledo tem a expografia renovada

Desde 12 de julho de 2019, dentro da programação do 51º Festival de Inverno UFMG, o Museu Casa Padre Toledo exibe novas exposições de longa duração, oferecendo aos visitantes a possibilidade de conhecer melhor o cotidiano e detalhes de personagens e locais que integram a história da Inconfidência Mineira, a partir de documentos, imagens e acervos diversos sobre a Casa, o Padre Toledo e também sobre o dia a dia da Vila de São José.

Nos jardins do Museu está instalada a mostra Frei Vellozo, composta por diversos painéis distribuídos no espaço, que contam a história desse importante botânico tiradentino do século 18. Integrante de um grupo de eminentes cientistas da época, o brasileiro Frei Mariano da Conceição Vellozo foi responsável pela organização da obra Florae Fluminensis. A publicação traz mais de mil e quinhentas espécies de plantas, seus nomes e também seus usos tradicionais, algumas delas encontradas na região de Tiradentes.

A visitação ao Museu pode ser feita de terça a a domingo em horários diferenciados e a entrada é gratuita tanto para residentes em Tiradentes, São João del-Rei e Santa Cruz de Minas como para professores e estudantes do sistema de ensino público. Estudantes e professores do sistema de ensino privado e maiores de 60 anos pagam meia entrada.

Serviço
Evento: Exposição Olhares: uma narrativa do cotidiano
Data: 17 de agosto a 08 de setembro de 2019
Local: Museu Casa Padre Toledo I Rua Padre Toledo, 158 – Tiradentes
Horários: terça a sexta, das 10h às 17h; sábados, das 10h às 16h30; domingos, das 9h às 15h.
Entrada franca na data de abertura da exposição, às 15h do sábado (17) e até o fechamento do Museu, às 16h30 e, nos demais dias, gratuita para estudantes e professores do sistema de ensino público (básico, fundamental, médio e superior) e para residentes em Tiradentes, São João del-Rei e Santa Cruz de Minas.
Estudantes e professores do sistema de ensino privado e maiores de 60 anos pagam meia entrada – R$ 5,00 – e os demais públicos pagam inteira, R$ 10,00.

 

51º Festival de Inverno UFMG em BH e Tiradentes

Capa Face Festival Inverno

A edição 2019 do Festival de Inverno UFMG acontece entre 11 e 21 de julho, com eventos culturais gratuitos e oficinas a preços populares nas cidades de Belo Horizonte e também em Tiradentes, pela primeira vez. As atividades serão realizadas no Centro Cultural UFMG, Conservatório UFMG, Espaço do Conhecimento UFMG, Campus Pampulha e Campus Cultural UFMG em Tiradentes. São dez oficinas, cinco residências e mais de 80 eventos no campo das artes visuais, tradições, teatro, ciência, música e dança.

De 11 a 13 de julho, a cidade de Tiradentes abre as atividades do Festival, com espetáculos, exposições e palestras nos três espaços do Campus Cultural UFMG – Museu Casa Padre Toledo, Quatro Cantos Espaço Cultural e Centro de Estudos e Biblioteca – e em espaços parceiros.
O Festival continua em Belo Horizonte, até o dia 21 de julho.
Saiba mais em www.ufmg.br/festivaldeinverno.

Confira a agenda de eventos culturais gratuitos em Tiradentes:

>>> 11 𝘿𝙀 𝙅𝙐𝙇𝙃𝙊 – 𝙌𝙐𝙄𝙉𝙏𝘼-𝙁𝙀𝙄𝙍𝘼

𝟭𝟱𝗵 – 𝗔𝗯𝗲𝗿𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗱𝗼 𝟱𝟭º 𝗙𝗲𝘀𝘁𝗶𝘃𝗮𝗹 𝗱𝗲 𝗜𝗻𝘃𝗲𝗿𝗻𝗼 𝗲𝗺 𝗧𝗶𝗿𝗮𝗱𝗲𝗻𝘁𝗲𝘀 𝗲 𝗿𝗲𝗶𝗻𝗮𝘂𝗴𝘂𝗿𝗮çã𝗼 𝗱𝗼 𝗖𝗲𝗻𝘁𝗿𝗼 𝗱𝗲 𝗘𝘀𝘁𝘂𝗱𝗼𝘀 𝗲     𝗕𝗶𝗯𝗹𝗶𝗼𝘁𝗲𝗰𝗮
𝟭𝟱𝗵𝟯𝟬 – 𝗠𝗲𝘀𝗮 𝗱𝗲 𝗱𝗲𝗯𝗮𝘁𝗲 𝟮𝟯𝟬 𝗮𝗻𝗼𝘀 𝗱𝗮 𝗜𝗻𝗰𝗼𝗻𝗳𝗶𝗱ê𝗻𝗰𝗶𝗮 𝗠𝗶𝗻𝗲𝗶𝗿𝗮
Local: Centro de Estudos e Biblioteca

𝟭𝟵𝗵 – 𝗘𝘅𝗶𝗯𝗶çã𝗼 𝗱𝗼 𝗳𝗶𝗹𝗺𝗲 Proezas de Satanás na Vila do Leva-e-Traz                     Dirigido por Paulo Gil Soares, o filme foi produzido no Rio de Janeiro e lançado em 1967. Conquistou os prêmios de Melhor Filme da Office Catholique Internacional du Cinema (OCIC) no Festival de Paris (França, 1967) e no Festival de Pesaro (Itália, 1968) e de Melhor Roteiro para Paulo Gil Soares no Festival do Cinema Brasileiro de Belo Horizonte (1968). No Festival de Brasília (DF, 1967) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), conquistou os prêmios de Melhor Filme e Melhor Argumento para Paulo Gil Soares e Melhor Música para Caetano Veloso e Margarida de Prata. Duração: 1h30min. Local: Centro Cultural Sesiminas Yves Alves.

>>> 12 𝘿𝙀 𝙅𝙐𝙇𝙃𝙊 – 𝙎𝙀𝙓𝙏𝘼-𝙁𝙀𝙄𝙍𝘼

𝟭𝟬𝗵 – 𝗔𝗽𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗮çã𝗼 𝗺𝘂𝘀𝗶𝗰𝗮𝗹 𝗦𝗼𝗰𝗶𝗲𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗢𝗿𝗾𝘂𝗲𝘀𝘁𝗿𝗮 𝗲 𝗕𝗮𝗻𝗱𝗮 𝗥𝗮𝗺𝗮𝗹𝗵𝗼
De 12 a 21 de julho, as janelas do Museu Casa Padre Toledo receberão a intervenção ‘Memórias e Janelas – um diálogo’.
Para celebrar a abertura da intervenção, a Sociedade Orquestra e Banda Ramalho se apresentará nas janelas do torreão do Museu. Duração: 30 min.
Local: Museu Casa Padre Toledo

𝟭𝟬𝗵𝟯𝟬 – 𝗥𝗲𝗮𝗯𝗲𝗿𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗱𝗼 Museu Casa Padre Toledo | 𝘃𝗶𝘀𝗶𝘁𝗮 à𝘀 𝗻𝗼𝘃𝗮𝘀 𝗲𝘅𝗽𝗼𝘀𝗶çõ𝗲𝘀
O Museu Casa Padre Toledo reabre as portas, com a inauguração do novo projeto expográfico. Os visitantes poderão conhecer mais sobre a Inconfidência Mineira, a partir de documentos, imagens e acervos diversos sobre a Casa, o seu ilustre morador Padre Toledo e o cotidiano da Vila de São José.
Na sequência, acontece a abertura da exposição ‘Lugares Imaginários’: uma série de fotografias e relatos orais dos moradores de Tiradentes. A curadoria é de Carlos Henrique Rezende Falci e a exposição fica aberta até 28 de julho. Duração: 1h.

𝟭𝟭𝗵𝟯𝟬 – 𝗣𝗼𝗲𝗻𝘁𝗲 𝗖𝘂𝗹𝘁𝘂𝗿𝗮𝗹 𝗨𝗙𝗠𝗚 𝗮𝗽𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗮: 𝘀𝗵𝗼𝘄 Trio “Tempera Viola”
Com percussão, violão e vozes, o show traça um roteiro musical que relembra as décadas de 80 e 90 com cantigas, canções, tambores e baiões. Duração: 1h.
Local: Museu Casa Padre Toledo – jardim interno

𝟭𝟲𝗵 – 𝗘𝘀𝗽𝗲𝘁á𝗰𝘂𝗹𝗼 𝘁𝗲𝗮𝘁𝗿𝗮𝗹 𝗦𝗮𝗺𝗮ú𝗺𝗮 – 𝗢 𝗲𝘀𝗽í𝗿𝗶𝘁𝗼 𝘀𝗮𝗴𝗿𝗮𝗱𝗼 𝗱𝗮 𝗳𝗹𝗼𝗿𝗲𝘀𝘁𝗮
Realizada pelo Campus Cultural UFMG e pela Mostra de Artes Cênicas “Tiradentes em Cena”, a peça celebra a natureza, os conhecimentos indígenas e a ancestralidade, em uma criação da atriz e bailarina romena Dorothy Lenner, de 87 anos. Na encenação, Dorothy representa a Grande Mãe Terra, que ensina às crianças os valores e os saberes de respeito à natureza e ao sagrado. Duração: 40 min
Local: Museu da Liturgia – jardim

𝟭𝟳𝗵 – 𝗜𝗻𝘁𝗲𝗿𝘃𝗲𝗻çã𝗼 𝗠𝗲𝗺ó𝗿𝗶𝗮𝘀 𝗲 𝗝𝗮𝗻𝗲𝗹𝗮𝘀 – 𝘂𝗺 𝗱𝗶á𝗹𝗼𝗴𝗼
A abertura das intervenções nas janelas do Quatro Cantos Espaço Cultural contará com a presença dos criadores da intervenção: Maria José Boaventura, Gláucia Buratto de Melo e Márcia Gomes. As artistas falarão sobre a iniciativa, que busca um diálogo com a memória da cidade, abraçando os valores essenciais que compõem sua identidade. A intervenção, a céu aberto, poderá ser vista até 21 de julho. Duração: 40 min.

𝟭𝟴𝗵 – 𝗔𝗯𝗲𝗿𝘁𝘂𝗿𝗮 𝗱𝗮 𝗲𝘅𝗽𝗼𝘀𝗶çã𝗼 𝗗𝗼𝗿𝗼𝘁𝗵𝘆 𝗟𝗲𝗻𝗻𝗲𝗿 – 𝗺𝗲𝗺ó𝗿𝗶𝗮𝘀
A própria Dorothy Lenner estará presente em alguns períodos da mostra, que reúne objetos pessoais e de seu percurso artístico como atriz e bailarina. A exposição, que tem curadoria de Hideki Matsuka, é resultado de parceria entre o Campus Cultural UFMG e o festival “Tiradentes em Cena” e pode ser visitada até 31 de agosto. Duração: 3h.
Local: Quatro Cantos Espaço Cultural

𝟭𝟵𝗵 – 𝗔𝗽𝗿𝗲𝘀𝗲𝗻𝘁𝗮çã𝗼 𝗺𝘂𝘀𝗶𝗰𝗮𝗹 𝗦𝗼𝗰𝗶𝗲𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗢𝗿𝗾𝘂𝗲𝘀𝘁𝗿𝗮 𝗲 𝗕𝗮𝗻𝗱𝗮 𝗥𝗮𝗺𝗮𝗹𝗵𝗼
A Sociedade Orquestra e Banda Ramalho se apresenta em frente ao Quatro Cantos Espaço Cultural, com um repertório de músicas populares. O momento festivo destaca a importância das bandas como patrimônio cultural, imaterial e prática social no local onde se inserem. É o caso da Banda Ramalho, que há mais de um século entoa suas melodias por Tiradentes. Duração: 30 min.
Local: Quatro Cantos Espaço Cultural

>>> 13 𝘿𝙀 𝙅𝙐𝙇𝙃𝙊 – 𝙎Á𝘽𝘼𝘿𝙊

𝟵𝗵 – 𝗩𝗶𝘀𝗶𝘁𝗮 𝗴𝘂𝗶𝗮𝗱𝗮 à 𝗲𝘅𝗽𝗼𝘀𝗶çã𝗼 𝗠𝗼𝗱𝗲𝗿𝗻𝗶𝗱𝗮𝗱𝗲 𝗱𝗲 𝗥𝗼𝗯𝗲𝗿𝘁𝗼 𝗕𝘂𝗿𝗹𝗲 𝗠𝗮𝗿𝘅 𝗲𝗺 𝗧𝗶𝗿𝗮𝗱𝗲𝗻𝘁𝗲𝘀 𝗲 𝗮𝗼𝘀 𝗽𝗿𝗼𝗷𝗲𝘁𝗼𝘀 𝗽𝗮𝗶𝘀𝗮𝗴í𝘀𝘁𝗶𝗰𝗼𝘀 𝗱𝗲 𝗕𝘂𝗿𝗹𝗲 𝗠𝗮𝗿𝘅
Luiz Cruz guiará a visita, que parte da exposição no Centro Cultural Sesiminas Yves Alves (Rua Direita, 168) e dirige-se, em seguida, aos projetos paisagísticos implantados em Tiradentes pelo artista Roberto Burle Marx. O roteiro passa pelo Largo das Forras, Largo das Mercês, Capela de Nossa Senhora das Mercês, Largo do Chafariz, Largo do Rosário, Matriz de Santo Antônio e, por último, pelo Largo do Sol. Duração: 2h.
Local: saída do Centro Cultural Sesiminas Yves Alves

 

“Mata Rasteira” é a nova atração do Poente Cultural UFMG, dia 23 de maio

O espetáculo teatral acontece no Museu Casa Padre Toledo,
em parceria com a Mostra Tiradentes em Cena
Espetáculo teatral "Mata Rasteira", do Grupo Caras Pintadas (Foto: Flávio Patrocínio)

Espetáculo teatral “Mata Rasteira”, do Grupo Caras Pintadas (Foto: Flávio Patrocínio)

A agenda de maio do Poente Cultural, projeto que integra o Circuito Cultural UFMG, apresenta no dia 23 de maio (quinta), o espetáculo teatral “Mata Rasteira”, do grupo Caras Pintadas, de Belo Horizonte, aberto ao público e com entrada franca (retirada prévia de senha). A peça exibida às 20h30 no Museu Casa Padre Toledo, um dos espaços do Campus Cultural UFMG em Tiradentes, é um dos vários eventos integrantes de uma parceria cultural do Campus com a Mostra de Artes Cênicas Tiradentes em Cena, edição 2019.

Inspirada no romance “Mata Rasteira – A origem da resistência” de Abner Laurindo, a apresentação reúne teatro e cultura afro-brasileira, retratando a história de luta pela liberdade da população negra no Brasil. É idealizada e produzida pelo grupo de teatro e circo Caras Pintadas, formado por Rodrigo Negão (concepção e atuação), Gabriel Coupe (direção e dramaturgia), Anderson Martins e Alexis Abraham.

Para Gabriel Coupe, “A temática central do espetáculo são as rebeliões nos quilombos, nas senzalas e a luta dos negros, desde o período colonial até os dias de hoje”. Histórias que remetem ao período escravocrata brasileiro, que durou 400 anos, em um país que abriga a segunda maior população negra fora do continente africano, atrás apenas da Nigéria. No Brasil, mais de 50% da população se declara negra ou parda, uma parcela considerável que ainda permanece distante dos espaços privilegiados, que luta para preservar sua identidade e contra a violência racial cotidiana. É justamente essa jornada de sobrevivência que “Mata Rasteira”, desempenhada pelos integrantes do Caras Pintadas, busca representar.

Rodrigo Negão relata que o contato mais aprofundado com sua identidade negra se deu em 2012, compondo o elenco do espetáculo “Zumbi”, dirigido por João das Neves (1934-2018) e com direção musical da cantora Titane. “Foi a partir deste espetáculo que eu me encontrei com a minha negritude e comecei a praticar a capoeira angola e a entender que eu era um homem preto e que em minha vida permeiam todas as questões de um homem negro na sociedade atual”, afirma o ator.

O início desta caminhada fez com que Rodrigo se envolvesse em outros trabalhos ligados à temática negra, entre eles um evento que celebrava o dia da Consciência Negra, na cidade de Sorocaba, em 2017. Foi na ocasião que conheceu o escritor Abner Laurindo, o autor do romance que viria a inspirar a idealização do espetáculo. Laurindo cedeu-lhe vários livros, entre eles justamente o romance Mata Rasteira, entendendo haver uma conexão entre seus próprios objetivos, enquanto escritor, e os de Rodrigo, enquanto ator. “Quando li [o romance], quis transformar as questões que este livro aborda em teatro, achei interessante a narrativa e vi que era uma forma de continuar esse debate sobre a repressão sofrida pelos corpos negros”, conclui o artista.

O Poente Cultural convida o público de Tiradentes e região a visitar o Museu e os demais espaços do Campus Cultural UFMG em Tiradentes. Shows, contação de histórias, performances teatrais e outras atrações buscam privilegiar a produção de artistas, tanto do Campo das Vertentes como de outras regiões mineiras.

Serviço
Espetáculo “Mata Rasteira” – Grupo Caras Pintadas | Poente Cultural UFMG
Data: 23/05 (quinta) | Horário: 20h30
Local: Museu Casa Padre Toledo | Rua Padre Toledo, 190 – Tiradentes
Entrada gratuita e aberta ao público (retirada de senha 1 hora antes do início da peça)
Mais informações: (32) 3355-1257
Créditos: fotos 1 e 2, Flávio Patrocínio; foto 3, Ramon Brant.

Programação da 17ª Semana Nacional de Museus

Cartaz_17SNM 2019

Poente Cultural UFMG traz apresentação de César Lacerda

O show acontece em 9 de maio (quinta), no Museu Casa Padre Toledo, e tem entrada franca
O cantor, músico e compositor César Lacerda faz show em Tiradentes, no dia 9 de maio (Foto: Lorena Dini)

O cantor, músico e compositor César Lacerda faz show em Tiradentes, no dia 9 de maio (Foto: Lorena Dini)

A primeira atração de maio do Poente Cultural, projeto que integra o Circuito Cultural UFMG, será o show “Tudo, tudo, tudo, tudo”, do cantor César Lacerda. O álbum, de mesmo nome, foi lançado em outubro de 2017, com direção artística de Marcus Preto e participação especial de Maria Gadú. A apresentação, aberta ao público e com entrada gratuita, será realizada em 9 de maio, às 20h, no Museu Casa Padre Toledo, um dos espaços do Campus Cultural UFMG em Tiradentes.

César Lacerda (31), é cantor, músico e compositor de MPB. Natural de Diamantina, passou a sua adolescência em Belo Horizonte. Mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde morou por oito anos e, desde agosto de 2015, passou a residir na capital paulista.

O primeiro disco solo lançado em 2013, “Porquê da Voz”, foi celebrado pela crítica especializada e permitiu ao músico marcar presença no exterior. Tem produção musical de Elísio Freitas e participações do cantor Lenine, do percussionista Marcos Suzano, do quarteto de cordas Taron (leste europeu) e novos nomes da MPB, como o pernambucano Carlos Posada (Posada e o Clã) e a cantora Juliana Perdigão.

Compõem também a sua musicografia outros dois álbuns: “Paralelos & Infinitos” (Joia Moderna, 2015), solo, com performance multi-instrumental do cantor e participação dos artistas Cícero, Mahmundi, Lucas Vasconcellos e Pedro Carneiro; “O Meu Nome é Qualquer Um” (YB Music e Circus, 2016), com 13 canções inéditas de uma dupla formada com o compositor paulistano Romulo Fróes.

Tem como parceiros musicais artistas como Paulinho Moska, Paulo Miklos, Marcelo Jeneci, Rômulo Fróes, Matheus Nachtergaele, Eucanaã Ferraz e Roberta Campos. Suas canções já foram gravadas em mais de 20 discos, em produções de Filipe Catto, Márcia Castro, Aíla, Duda Brack, Julia Bosco, Graveola e o Lixo Polifônico, entre outros.

César já se apresentou em diversos espaços e eventos, como: a Casa da Música (Portugal, ao lado do rapper Emicida); Club Bahnhof Ehrenfeld (Alemanha); TramJazz (Itália, ao lado do senegalês Madye Diebate) e Festival Romerias de Mayo (Cuba). No Brasil, apresentou-se no Circo Voador, Oi Futuro e Cidade das Artes (Rio de Janeiro); Auditório Ibirapuera, Casa de Francisca e Itaú Cultural (São Paulo); Teatro Paiol (Curitiba) e Cine Theatro Brasil Vallourec (Belo Horizonte).

Em uma quinta por mês, ao entardecer, o Poente Cultural convida o público de Tiradentes e região a ocupar o Museu e os demais espaços do Campus Cultural UFMG em Tiradentes. Shows, contação de histórias, performances teatrais e outras atrações artísticas buscam privilegiar a produção de artistas tanto do Campo das Vertentes como de outras regiões mineiras.

Serviço
Show “Tudo, tudo, tudo, tudo”, de César Lacerda (MPB) | Poente Cultural UFMG
Data: 09/05 (quinta) | Horário: 18 h
Local: Museu Casa Padre Toledo – Rua Padre Toledo, 190, Tiradentes
Entrada gratuita e aberta ao público (sem retirada de ingressos)
Mais informações: (32) 3355-1549
Para conhecer a produção do cantor, acesse: https://ONErpm.lnk.to/CesarLacerda

Campus Cultural UFMG em Tiradentes seleciona estagiários do ensino médio

Chamada estagio medioO Campus Cultural UFMG em Tiradentes, por meio da Diretoria de Ação Cultural (DAC), torna pública, para a comunidade em geral, a chamada de seleção de estagiários de ensino médio para preenchimento de cinco vagas. Os estudantes irão atuar no Museu Casa Padre Toledo, no Centro de Estudos e no Sobrado Quatro Cantos.

Podem se inscrever alunos do ensino médio, regularmente matriculados em instituição oficial de ensino, com idade igual ou superior a 16 anos.

O período de inscrição é de 8 de abril de 2019 até às 17h do dia 12 de abril de 2019. Os interessados deverão enviar uma redação com o tema: “Meu olhar sobre Tiradentes”, boletim escolar atualizado e carta de apresentação, respeitando as exigências constantes na Chamada Pública Simplificada CCT n° 002/2019,  para o e-mail educativomcpt@gmail.com.

Confira a chamada na íntegra aqui.

Older posts