O Centro de Estudos Africanos – CEA – é um órgão interdisciplinar da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), criado pela Portaria nº 071, de 2012 e que tem como base os seguintes objetivos:

  • Fomentar a internacionalização da UFMG na África, aprimorando continuamente sua capacidade de integração em redes acadêmicas voltadas à cooperação internacional.
  • Incrementar as atividades de cooperação acadêmica entre a UFMG e Instituições de Ensino Superior africanas e centros de estudos africanos em diversos continentes.
  • Congregar pesquisadores, da UFMG e de outras Instituições de Ensino Superior, que desenvolvam pesquisas pertinentes à África, ou realizadas com a participação de pesquisadores africanos.

Desde a sua criação, o CEA vem estimulando a ampliação, no âmbito da UFMG, do desenvolvimento de pesquisas pertinentes à África e/ou realizadas com a participação de pesquisadores africanos. A cooperação acadêmica, científica e cultural da UFMG com outras instituições de ensino superior tem sido objeto de convênios. Atualmente, estão em vigor acordos com universidades de países africanos, tais como Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Coordenador: Marcos Antônio Alexandre (FALE)

É Professor Titular da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais, Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1C, possui graduação em Letras (Licenciaturas: Português, Inglês e Espanhol) pela Faculdade de Letras - UFMG (1991, 1992, 1995), onde concluiu o mestrado (1998) e o doutorado (2004) em Estudos Literários, pelo Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos Literários - Pós-lit, defendendo a tese Juan Radrigán e Plínio Marcos: contextos e textos dramáticos espetaculares. Entre maio de 2008 e fevereiro de 2009, realizou a pesquisa de pós-doutorado intitulada Brasil e Cuba em diálogo: a cultura afrodescendente em cena, na Facultad de Artes Escénicas do Instituto Superior de Arte, em Havana, Cuba, e no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia, em Salvador. Como Visiting Research Scholar no Hemispheric Institute of Performance and Politics, na New York University, realizou a pesquisa de pós-doutorado Performances e Alteridades: perspectivas críticas (de março a agosto de 2017), cuja 2a Etapa foi concluída no Núcleo de Estudos das Performances Afro-Ameríndias (NEPAA) / Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC), da UNIRIO (de setembro de 2017 a fevereiro de 2018). É docente credenciado junto ao Pós-Lit, no qual ministra Seminários de Teoria Literatura e Literatura Comparada e de Literaturas Modernas e Contemporâneas. Na graduação, leciona disciplinas de língua espanhola e de literaturas hispânicas na Faculdade de Letras, na habilitação em Espanhol, e também atua no curso de Teatro da Escola de Belas Artes, ministrando disciplinas sobre Teorias do Texto Dramatúrgico e do Texto Espetacular. É membro dos grupos de Pesquisa NELAP - Núcleo de Estudos em Letras e Artes Performáticas e do NELAM - Núcleo de Estudos Latino-Americanos. Atualmente, é Coeditor da Aletria: Revista de Estudos Literários; coordenador do Centro de Estudos Africanos, órgão ligado à Diretoria de Relações Internacionais da UFMG; coordenador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares da Alteridade (NEIA); coordenador do Projeto de Extensão Literatura Afro-brasileira em Foco (PROEX - CENEX/FALE); e subcoordenador do Programa Letras e Textos em Ação (Programa de Extensão vinculado à PROEX e ao CENEX/FALE). Integra o Mayombe Grupo de Teatro, desde sua fundação, em 1995. É membro da Associação Internacional de Críticos de Teatro (AICT-IATC) e crítico do site Horizonte da Cena. Desenvolve pesquisas sobre os seguintes temas: literaturas hispânicas, performances, rituais afro-brasileiros, teatro negro e teatro latino-americano.


Cristiano dos Santos Rodrigues (Fafich)

Professor Adjunto do Departamento de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Professor Colaborador do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UFMG (PPGCP-UFMG). Doutor em Sociologia pelo Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IESP-UERJ). Foi pesquisador visitante do Departamento de Sociologia e do Centro de Educação em Gênero e Sexualidade da San Francisco State University. Foi também professor do Departamento de Estudos de Gênero e Diversidade da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pesquisador do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher - NEIM/UFBA. Atualmente é coordenador da Área Temática de Raça, Etnicidade e Política (em parceria com o Prof. Luiz Augusto Campos - IESP-UERJ) e do Comitê de Gênero, Raça e Diversidade Sexual (com as Profas. Danusa Marques - UnB e Layla Carvalho - Unilab) da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Pesquisador do MARGEM - Grupo de Pesquisa em Democracia e Justiça, NEPEM - Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (ambos vinculados ao PPGCP-UFMG) e da Rede de Pesquisas em Feminismos e Política. Pesquisador Associado do NETSAL - Núcleo de Estudos de Teoria Social e América Latina do IESP-UERJ. Prof. Rodrigues coordena atualmente duas pesquisas. A primeira, intitulada "Mulheres Negras em Movimento(s): trajetórias, intersecções e novos cenários para a teoria e práxis feminista negra no Brasil", investiga a trajetória dos feminismos negros no país e a incorporação do pensamento social e político construído por feministas negras nas ciências sociais brasileiras. Seu segundo projeto de pesquisa "Movimentos Sociais e Estado na América do Sul: trajetórias e estratégias políticas das organizações dos movimentos negros no Brasil e na Colômbia" examina as relações entre movimentos afrolatinos e o Estado no Cone Sul. Seus interesses de pesquisas se concentram nas seguintes áreas: teoria democrática, teoria de movimentos sociais, perspectivas comparadas sobre a Afrolatino-América, representação e participação política de minorias na América Latina, feminismo negro, estudos de gênero e sexualidade em sua interface com raça e racismo.


Valter Lúcio de Pádua (Escola de Engenharia)

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Minas Gerais, mestrado e doutorado em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professor associado do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, onde desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionados ao abastecimento de água para consumo humano.


Maria Ivanice de Andrade Viegas (Centro Pedagógico)

Possui graduação em GEOGRAFIA pela Universidade Federal de Minas Gerais (2003), mestrado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2007) e doutorado em Geografia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014). Atualmente é professor de Educação Básica, Técnica e Tecnológica da Universidade Federal de Minas Gerais. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geografia Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: geografia urbana, geografia cultural e educação.


Ana Paula Meneses Alves (ECI)

Doutora em Ciência da Informação pela Faculdade de Filosofia e Ciências - Unesp - Campus Marília em regime de cotutela com a Universidade de Granada - Espanha, na qual recebeu o título de Doutora em Ciências Sociais. Mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade pela Universidade Federal de São Carlos. Bacharel em Biblioteconomia pela pela Faculdade de Filosofia e Ciências - Unesp - Campus Marília. Atualmente é Professora Adjunta da Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais, atuando na Graduação em Biblioteconomia e na Pós-graduação em Ciência da Informação (Nível - Mestrado). Desenvolve atividades de pesquisa, ensino e extensão nos seguintes temas: Recursos e Serviços de Informação (Competência Informacional; Fontes de informação; Organização bibliográfica; Serviço de referência e informação); Uso ético da Informação (Aspectos éticos da produção científica, Plágio acadêmico); Informação e saúde (Atuação do profissional da informação na área de informação científica e tecnológica em saúde; Uso e ensino de fontes de informação em saúde; Competência informacional voltada à informação científica e tecnológica em saúde; Desinformação e saúde; Saúde e Memória). Líder no Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Recursos, Serviços e Práxis Informacionais (NERSI- UFMG). Faz parte do "Grupo de Pesquisa Comportamento e Competência informacionais" da Universidade Estadual Paulista - Unesp - Campus Marília e do "Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Métricas da Informação" da Universidade de São Paulo - USP - Ribeirão Preto, ambos certificados pelo CNPq. É membro da Associação de Bibliotecários de Minas Gerais e da Federação Brasileira de Bibliotecários, Cientistas da Informação e Instituições (Febab). Associada à Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (Ancib). Foi a primeira Coordenadora e uma das responsáveis pela criação do Grupo de Trabalho Relações Étnico-Raciais e Decolonialidades da Febab (2020-2021). Foi membro do Grupo de Trabalho de Competência em Informação, da FEBAB, no ´período de 2020-2021. Membro do Comitê de Coordenação do Centro de Estudos Africanos da UFMG, gestão 2021-2023.

Centro de Estudos Especializados
Diretoria de Relações Internacionais  -  DRI
Campus Pampulha, Anexo - Reitoria
Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte
MG, Brasil – CEP: 31270-901

Telefone: (31) 3409-4025 ou (31) 3409-3276

ceaufmg@gmail.com / cea@dri.ufmg.br

Acervo do CEA e regras para consulta

O CEA/UFMG mantém um acervo de obras produzidas – prioritariamente – por autores e editores africanos e afro-americanos. As obras têm sido adquiridas pelo Centro de Estudos Africanos/UFMG em diferentes países da África, como Angola, Moçambique, Guiné-Bissau e Cabo Verde, e também da América, como Colômbia. Trata-se de acervo único no país, que pretende servir como referência para pesquisadores interessados na história da África e da diáspora. Este acervo foi incorporado pela Biblioteca Universitária da UFMG e pode ser encontrado pelo catálogo da biblioteca aqui

Conheça o acervo físico do CEA/UFMG aqui

Vídeos do CEA

26/03/2018 – Palestra: Música, subúrbio e nação em Lourenço Marques

Os ganhadores: trabalho africano na Bahia oitocentista

V Jornada de Estudos Africanos

The 2017 Fela Anikulapo Kuti International Conference

Workshop: Fontes para estudo da África Ocidental

Concerning Violence - mostra de cinema CEA 2016

Oficina de Paleografia

O Marfim na História Moderna: comércio, fé, status social e colecionismo

Primeira jornada de estudos sobre África Ocidental CEA 2015

Evento sobre o I Congresso de Escritores e Artistas Negros – 11 a 13/11/2015

I Jornada de Estudos sobre África Ocidental – 21/10/2015

Conferência sobre literatura caboverdiana – 19 a 25/08/2015

III Jornada de Estudos Africanos CEA 2014

Ciclo de palestras sobre Moçambique – 11/2014

Mini-curso “História da África do Sul” – 10 a 14/11/2014

Mostra de Cinema Moçambicano: Licínio Azevedo – 03 a 20/11/2014

Conferência sobre os museus em Cabo Verde – 25/11/2014

Teresa Cruz e Silva debate o lugar das Ciências Sociais como motor de mudança – 21 a 24/10/2014

Conferência sobre a República Portuguesa nas Ilhas de Cabo Verde – 22/10/2014

Palestras sobre raça e diáspora africana – 08 e 09/2014

CEA promove ciclo de palestras – 05 e 06/2014

Ensino de história, arte e cultura africanas e afro-brasileiras para alunos e professores da educação básica

Workshop sobre o Islã – 03 e 04/10/2013

Conferência “A fotografia como fonte histórica” – 26/09/2013

Encontro de Escritores Africanos – 03/09/2013

Conferência Magna na Reitoria com prof. José da Silva Horta – 09/08/2013

II Jornada de Estudos Africanos

História, arte e culturas africanas – 30 e 31/10/2012

Conselho consultivo da Série

Amadeu Chitacumula (Instituto Superior de Educação do Huambo, Angola)
Ana Cordeiro (Ilhéu Editora, Cabo Verde)
Odete Semedo (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa, Guiné-Bissau)
Rafael Díaz Díaz (Pontificia Universidad Javeriana, Colômbia)
Sônia Queiroz (Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil)
Tukufu Zuberi (University of Pennsylvania, Estados Unidos)
Vanicléia Silva Santos (Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil)


Publicações

O Centro de Estudos Africanos, criado oficialmente em 2012, é o primeiro centro de estudos da UFMG no âmbito do projeto de internacionalização da universidade. O CEA/UFMG tem como missão promover o encontro de pesquisadores que trabalham com a África e divulgar os resultados das pesquisas desenvolvidas sobre o tema no âmbito da UFMG, em outros centros de pesquisa no Brasil e no mundo, contribuindo assim para o estabelecimento da área de pesquisa no interior de nossa instituição e para a consolidação dos estudos africanos no País.

As parcerias com universidades e outras instituições de ensino e pesquisa têm como objetivo a realização de atividades conjuntas, o intercâmbio de publicações e projetos de mobilidade acadêmica de estudantes e professores. Por meio de acordos internacionais, estudantes e pesquisadores da UFMG já puderam cursar disciplinas de sua área no exterior e alunos estrangeiros vieram à UFMG com o mesmo intuito. Nos primeiros anos de existência, o CEA também promoveu conferências e seminários em torno de temas relacionados à África, além de receber professores estrangeiros para ministrar disciplinas em nossos programas de Pós-Graduação.

A Série Estudos Africanos nasce com o objetivo de publicar obras que envolvam redes de pesquisadores, brasileiros e estrangeiros, filiados ou não a instituições de ensino superior, e que desenvolvem trabalhos com diferentes perspectivas, visando a formação de um pensamento multidisciplinar, contemplando a diversidade étnica característica de nossos povos.

Com essa nova frente de trabalho, pretendemos dar materialidade à cooperação Brasil–África que vem sendo construída pelo CEA/UFMG desde sua criação, bem como estreitar os laços com editoras africanas.

 


A defesa incansável da esperança: feições da Guiné-Bissau na prosa de Odete Semedo e Abdulai Sila, de Wellington Marçal – Parceiros: CEA, Ku Si Mon Editora e Editora Prismas.

Arqueologia e história da cultura material na África e na diáspora Africana, Vanicléia Silva Santos (Org.) – Parceiros: CEA/UFMG, Ku Si Mon Editora e Editora Prismas.

Cultura e Mobilização – Reflexões a partir do I Congresso Internacional de Escritores e Artistas Negros, Raissa Brescia dos Reis, Taciana Almeida G. Resende (Org,) – Parceiros CEA/UFMG e Editora Prismas. (PDF)

Caderno de Resumos do Seminário Internacional Marfins Africanos no Espaço Atlântico : circulação, manufatura e colecionismo – séculos XVI a XIX, Vanicléia Silva Santos (Org.) – suporte digital. (PDF)

Caderno de Resumos do I Seminário Internacional Patrimônio, História Intelectual e Cultura na África Ocidental. (PDF)

O Gâmbia no mundo Atlântico, de Felipe Malacco – Parceiros CEA/UFMG, Ku Si Mon Editora e Editora Prismas.

O Marfim no Mundo Moderno: comércio, circulação, fé e status social (Séculos XV-XIX). Vanicléia Silva Santos (Org.) – Parceiros: CEA/UFMG e Editora Prismas.

Tráfico negreiro, demografia e famílias escravas em Santa Luzia, Minas Gerais, séc. XIX, de Carolina Perpétuo Corrêa – Parceiros: CEA/UFMG e Editora Prismas.

Estudos sobre África Ocidental: dinâmicas culturais, diálogos atlânticos, organização de Raissa Brescia dos Reis [et al].

O comércio de marfim no Mundo Atlântico: circulação e produção (séculos XV a XIX), organização de Vanicléia Silva Santos, Eduardo França Paiva e René Lommez Gomes. (E-book)

Filiados

Docentes da UFMG, em exercício ou aposentados, que desenvolvam trabalhos de pesquisa concernentes à África ou em parceria com pesquisadores da África.

Aracy Alves Martins – Faculdade de Educação da UFMG – Área de atuação: Educação e Linguagem
Pesquisa:  Coordenadora do projeto Língua e Literatura: relações raciais, diversidade sociocultural e interculturalidade em países de língua portuguesa.

Junia Ferreira Furtado – Departamento de História da UFMG – Área de atuação: História da África – História da Cartografia
Pesquisa: O retorno como missão: os padres mulatos Vicente Ferreira Pires e Cipriano Pires Sardinha e a Viagem de África em o Reino de Daomé.

Marcos César De Senna Hill – Escola de Belas da UFMG – Área de atuação: Professor Artes, História da Arte, Teoria e Crítica da Arte, Curadoria.
Pesquisa: Arte Africana Contemporânea: relações possíveis e interesses comuns com a realidade brasileira.


Professores-pesquisadores Associados

Docentes de outras instituições que desenvolvam trabalhos na e/ou sobre a África.

Francisco Nascimento Monteiro – Professor Ministério da Educação e Desporto (MED)- Cabo Verde, Instituto Universitário da Educação (IUE) Cabo Verde, Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais de Cabo Verde (ISCJS) Cabo Verde. Área de atuação: Educação, História.
Pesquisa: The ‘representation’ of Europe in the Cape Verdean Secondary Education.

Sílvio Marcus de Souza Correa – Professor – Departamento de História – PPGH – Centro de Filosofia e Ciências Humanas – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Pesquisa: “Representações dos africanos em caricaturas da imprensa periódica ilustrada à época do colonialismo” (bolsa produtividade CNPq) e “As representações da África em caricaturas de revistas ilustradas da Europa e do Brasil” (edital Universal/CNPq).

Susan A. de Oliveira – Professora – Universidade Federal de Santa Catarina – Centro de Comunicação e Expressão – Departamento de Língua e Literatura Vernáculas – Programa de Pós-Graduação em Literatura.
Pesquisa: Filosofia Africana.


Investigadores Associados

Estudantes de pós-graduação e pesquisadores de pós-doutorado da UFMG e de outras instituições que desenvolvam pesquisa de/sobre África.

Adilbênia Freire Machado – Pesquisadora dos grupos de pesquisa Griô: Culturas Populares, Ancestralidade Africana e Educação e do Formacce em aberto: grupo de pesquisa em currículo e formação, ambos da Faculdade de Educação da UFBA. Doutorado em andamento em Educação na Universidade Federal do Ceará (UFC). Área de atuação: Educação.
Pesquisa: Filosofia africana para descolonizar olhares: perspectivas para o ensino das relações étnico-raciais.

Fabrício Cardoso de Mello – Doutorando em Sociologia (IESP/UERJ). Áreas de atuação: Sociologia Política, da Modernidade, Estudos Africanos. Área de atuação: Sociologia Política, da Modernidade, Estudos Africanos.
Pesquisa: Movimentos Sociais e Cooperações Norte-Sul: O Caso do Anti-Privatization Forum.

Fanny Longa Romero – Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Pesquisador de Pós-Doutorado. Área de atuação: Ciências Sociais/ Antropologia.
Pesquisa: Migrações africanas e experiências religiosas no Sul do Brasil: um estudo sobre senegaleses muçulmanos e o simbolismo da confraria mouride.

Renata Romualdo Diório – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Pesquisador de Pós-Doutorado. Área de atuação: História da África.
Pesquisa: Diálogos culturais em marfim: a circulação no Império Português e a recepção local em Minas Gerais.


Como se associar

O Centro de Estudos Africanos expande suas pesquisas a cada dia que passa, agregando acadêmicos de várias áreas de estudos pertinentes à Africa, incrementando, assim, a cooperação acadêmica entre a UFMG e Instituições de Ensino Superior africanas e centros de estudos africanos em diversas partes do globo.

MOTA, Thiago. História Atlântica da Islamização na África Ocidental

Prezados colegas,
gostaria de compartilhar com vocês a tese de doutorado que defendi na Universidade Federal de Minas Gerais, em regime de cotutela com a Universidade de Lisboa, em março do presente ano. O trabalho analisa o processo de islamização na África Ocidental, com recorte na região da Senegâmbia, entre os séculos XVI e XVII. A pesquisa foi realizada em arquivos, museus e bibliotecas da Alemanha, Gâmbia, França, Portugal e Senegal, além de contar com documentação publicada procedente, além destes, da Colômbia, Espanha e Inglaterra. O objetivo foi analisar o Islã em perspectiva atlântica, buscando conceber o desenvolvimento da religião na África e sua expressão na religiosidade de africanos na bacia atlântica.
Gostaria de expressar meus agradecimentos a todos que contribuíram com  esta pesquisa, através de debates em eventos, comentários, contribuições bibliográficas, leituras prévias do texto, apoio, esclarecimento de dúvidas, interlocuções e diversas formas de parceria. Uma vez que este trabalho foi realizado numa universidade pública e contou com apoio de agências públicas de financiamento à pesquisa, nada mais justo que oferecê-lo à comunidade acadêmica (e não só) interessada. Por isso, àqueles que tiverem interesse, a tese segue anexa. Sintam-se livres para compartilhá-la com quem mais julgarem pertinente.

PDF: MOTA, Thiago. História Atlântica da Islamização na África Ocidental

Atenciosamente,
Thiago Henrique Mota
Professor Visitante (PNPD) - Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO-Campus Irati/PR, Brasil
Investigador do Centro de História da Universidade de Lisboa
Doutor em História Social e História da África - Universidade Federal de Minas Gerais & Universidade de Lisboa
(31) 9 9241 5723


Dear colleagues
I would like to share with you the doctoral thesis that I defended at the Federal University of Minas Gerais, in a joint-PhD with the University of Lisbon, in March of this year. The paper analyzes the process of Islamization in West Africa, namely in the region of Senegambia, between the sixteenth and seventeenth centuries. The research was carried out in archives, museums, and libraries in France, Gambia, Germany, Portugal, and Senegal, as well as published documents from Colombia, England, and Spain. The objective was to analyze Islam in an Atlantic perspective, seeking to conceive the development of religion in Africa and its expression in the religiosity of Africans in the Atlantic basin.
I would like to express my thanks to all who contributed to this research, through debates on events, comments, bibliographical contributions, previous readings of the text, support, clarification of doubts, dialogues, and various forms of partnership. Since this work was carried out in a public university and counted on the support of public research funding agencies, nothing more fair than offering it to the interested academic community (and not only that). Therefore, to those who have interest, the thesis is attached. Feel free to share it with whomever else you think it is relevant.

PDF: MOTA, Thiago. História Atlântica da Islamização na África Ocidental

Regards,
Thiago Henrique Mota
Visiting Professor (Postdoctoral fellow) - Centre-West State University - UNICENTRO-Campus Irati/PR, Brazil
Researcher in the Centre for History of the University of Lisbon
PhD in Social History and African History - Federal University of Minas Gerais & University of Lisbon
+55 (31) 9 9241 5723


Chers collègues,
Je voudrais partager avec vous la thèse de doctorat que j'ai soutenue à l'Université Fédérale du Minas Gerais, en doctorat conjoint avec l'Université de Lisbonne, en mars dernier. L'article analyse le processus d'islamisation en Afrique de l'Ouest, avec une coupe dans la région de Sénégambie entre les XVIe et XVIIe siècles. La recherche a été réalisée dans des archives, des musées et des bibliothèques en Allemagne, en Gambie, en France, au Portugal et au Sénégal, ainsi que des documents publiés en Colombie, en Espagne et en Angleterre. L'objectif était d'analyser l'Islam dans une perspective atlantique, cherchant à concevoir le développement de la religion en Afrique et son expression dans la religiosité des Africains dans le bassin atlantique.
Je tiens à remercier tous ceux qui ont contribué à cette recherche, à travers des débats sur des événements, des commentaires, des contributions bibliographiques, des lectures précédentes du texte, un soutien, une clarification des doutes, des dialogues et diverses formes de partenariat. Étant donné que ce travail a été réalisé dans une université publique et comptait sur le soutien des organismes publics de financement de la recherche, rien de plus juste que de l'offrir à la communauté universitaire intéressée (et pas seulement). Par conséquent, à ceux qui ont un intérêt, la thèse est jointe. N'hésitez pas à le partager avec quiconque d'autre vous semble pertinent.

PDF: MOTA, Thiago. História Atlântica da Islamização na África Ocidental

Sincèrement,
Thiago Henrique Mota
Professeur invité (boursier postdoctoral) - Université d'État du Centre-Ouest - UNICENTRO-Campus Irati / PR, Brésil
Chercheur au Centre d'Histoire de l'Université de Lisbonne
Docteur en Histoire Sociale et Histoire de l'Afrique - Université Fédérale du Minas Gerais et Université de Lisbonne
+55 (31) 9 9241 5723